Vício em videojogos já é “perturbação mental”

Steven Andrew / Flickr

A Organização Mundial de Saúde reconheceu na segunda-feira o vício em jogos de vídeo e online como uma perturbação de saúde mental. Os gamers dormem pouco, saltam refeições e faltam ao trabalho.

Para os peritos de classificação de doenças da OMS, uma perturbação é “um padrão de comportamento persistente e recorrente de jogo”, que se torna tão abrangente que “ganha prevalência sobre outros interesses da vida, de acordo com a Renascença.

Em situações mais extremadas, os amantes de videojogos e jogos online passam cerca de 20 horas por dia “agarrados à consola ou ao computador, refere Shekhar Saxena, especialista da OMS em saúde mental e abuso de substâncias.

Os gamers dormem muito pouco, saltam refeições e faltam ao trabalho e a outras atividades quotidianas. Apenas uma pequena minoria dos jogadores desenvolve este problema, explica Shekhar Saxena, mas a deteção precoce dos sintomas pode ajudar a prevenir que a situação se agrave.

“Trata-se de um comportamento ocasional e transitório”, refere o especialista, para quem o distúrbio só deve ser confirmado se o comportamento de adição extrema em videojogos persistir durante cerca de um ano.

O novo diagnóstico foi proposto por Vladimir Poznyak, membro do Departamento de Saúde Mental e Abuso de Substâncias da OMS. “Não estou a criar um precedente”, disse à CNN, explicando que a organização seguiu “as tendências, os desenvolvimentos que ocorreram nas populações e no campo profissional”.

A maior parte das intervenções e tratamentos para a perturbação causado pelos videojogos são “baseadas em princípios e métodos de terapia comportamental e cognitiva”. Os diferentes apoios passam por “intervenções psicológicas: apoio social, compreensão da condição e apoio da família”.

A OMS anunciou a classificação da dependência em videojogos na 11.ª edição do relatório “Classificação Internacional de Doenças”.

“É um pouco permaturo”, diz Anthony Bean

No entanto, nem todos os psicólogos chegaram concordaram com a classificação. Anthony Bean diz que “é um pouco prematuro rotular os videojogos como um diagnóstico. Sou clínico e investigador e, por isso, vejo pessoas que jogam e acreditam estar viciados”.

Segundo Bean, as pessoas recorrem aos videojogos “como um mecanismo para lidar com a ansiedade ou com a depressão.” O psicólogo acrescenta ainda que os critérios usados pela OMS são “demasiado vagos” por isso, diagnosticar uma pessoa com essa doença seria baseado numa “experiência muito subjetiva”.

“Não é boa ideia segui com este diagnóstico porque abre portas para que qualquer coisa seja identificada como doença”, concluiu.

A OMS espera que a inclusão desta a perturbação possa estimular o debate e a pesquisa mais aprofundada, bem como a colaboração internacional.

Já em 2017, a “New Scientist” avançava que o vício por videojogos deveria ser incluído pela primeira vez na edição de 2018 do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Criança encontra dente gigante de mamute com 12 mil anos

Jackson Hepner, de 12 anos, encontrou um dente gigante de mamute lanoso enquanto passava férias com a sua família no estado norte-americano de Ohio. Foi em junho passado que a criança encontrou o dente, no condado …

Febre do lítio pede licença para chegar a Portugal

Com o potencial de ter as maiores reservas da Europa, a febre do lítio chegou a Portugal, onde se registaram duas dezenas de solicitações de prospecção este ano, embora as empresas mineiras continuem à espera …

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

A NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …