Ver um jogo de basquetebol será sinónimo de tomar vacina

Milwaukee Bucks / Facebook

Giannis Antetokounmpo, jogador dos Milwaukee Bucks

Iniciativa dos Milwaukee Bucks pretende convencer mais pessoas em relação à vacinação contra a covid-19.

Quem se dirigir ao pavilhão dos Milwaukee Bucks, no próximo domingo, para assistir a mais um jogo da NBA, o principal campeonato de basquetebol na América do Norte, vai ter direito a um extra invulgar: uma vacina contra a covid-19.

A novidade foi comunicada pelo próprio clube de basquetebol, que indica que os maiores de 16 anos que vejam ao vivo o próximo jogo em casa, com os Brooklyn Nets, pode receber a primeira dose da vacina da Pfizer.



Os Bucks tiveram esta iniciativa, apoiados pelo Departamento de Saúde da cidade local, Milwaukee, e vão colocar um posto móvel de vacinação à porta do seu pavilhão, o Fiserv Forum.

Os adeptos que sejam elegíveis para a vacina (e que queiram ser vacinados) deverão chegar um pouco mais cedo ao pavilhão. A vacinação começa uma hora e meia antes do início do jogo e vai terminar só quando o jogo também terminar.

Esta será apenas a primeira dose. Os responsáveis do Departamento de Saúde de Milwaukee, que estarão no local no domingo, vão marcar a segunda dose a todos os interessados.

Vários jogos da NBA já têm contado com adeptos nas bancadas, embora com lotação menor. O pavilhão dos Bucks, que recebe no máximo 17 mil pessoas, recebeu no último encontro cerca de três mil pessoas, que viram de perto Giannis Antetokounmpo e companhia.

O presidente dos Milwaukee Bucks, Peter Feigin, explicou que o clube “encoraja a vacinação a toda a gente. Esta é uma altura crítica, temos que dar os passos necessários, que nos ajudem a regressarmos à nossa vida normal”, acrescentou.

O caso de Kopacz

Mais de 32 milhões de pessoas já foram contagiadas pelo coronavírus, nos Estados Unidos da América, mas tem havido um forte movimento nacional contra a vacinação, que vários clubes tentam combater.

No desporto norte-americano, o caso mais mediático relacionado com esta doença foi o de Alexander Kopacz, campeão olímpico em 2018, nos Jogos Olímpicos de Inverno, e que era demasiado jovem para ser vacinado (31 anos).

Neste mês de abril o canadiano foi contagiado, seguiu para o hospital, a sua situação foi muito delicada, e o próprio (agora em casa, a recuperar) contou nesta semana que despediu-se de família e amigos porque sentiu que ia morrer.

“As pessoas deveriam fazer algo tão simples, que é tomar uma vacina. A ignorância é impressionante”, disse Kopacz, à CBC.

Nuno Teixeira Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …

Reino Unido quer reconhecer animais como seres com sentimentos

O Governo britânico anunciou um amplo plano de defesa dos animais que inclui medidas como o reconhecimento dos animais como seres com sentimentos, a proibição da exportação de animais vivos e da importação de troféus …

PAN rejeita "via verde" para o Governo (e admite travar próximo Orçamento "se necessário")

O PAN não pretende oferecer “uma via verde para o Governo fazer o que bem entender” e admite mesmo travar o Orçamento de Estado "se for necessário". As palavras são da presidente do Grupo Parlamentar do …

Bloco quer administração da RTP nomeada pela Assembleia da República

O Bloco de Esquerda fez várias propostas à revisão do contrato de concessão do serviço público de rádio e televisão. Do lado dos trabalhadores da RTP, a proposta foi arrasada. O Governo colocou em consulta pública, …

Decisão da insolvência da Groundforce pode demorar dois meses. Salários de maio em risco

Os salários de maio de 2400 trabalhadores da Groundforce devem ser pagos dentro de duas semanas, mas é grande a probabilidade de que isso não aconteça, à semelhança do que ocorreu em fevereiro, elevando as …

Pedro Nuno Santos garante que investimento público em redes de nova geração vai avançar

Pedro Nuno Santos garantiu, na quinta-feira, que o “investimento público” em redes de comunicações eletrónicas “vai avançar”, de forma a levar conectividade às regiões do país onde as redes das operadoras privadas não chegam. O ministro …

PPP hospitalares geraram poupanças para o Estado

O Tribunal de Contas publicou um relatório em que sustenta não ter dúvidas sobre as vantagens que as parcerias público-privadas (PPP) na saúde trouxeram ao Estado, ao longo da última década. Os hospitais em parceria público-privada …