Venezuela vai receber vacina russa (e Maduro quer vacinar candidatos a legislativas)

Cristian Hernandez / Lusa

Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela

Nicolás Maduro precisou que para outubro está prevista a chegada de um novo lote da vacina Sputnik V, insistindo que “seria uma boa ideia” que todos os candidatos fossem vacinados.

A Venezuela espera dois lotes da vacina Sputnik V, criada pela Rússia para combater o novo coronavírus, anunciou o Presidente Nicolás Maduro, propondo que os candidatos às eleições legislativas de dezembro sejam vacinados, para uma campanha “em total segurança”.

“Em setembro chegam as primeiras vacinas da Rússia para ensaios clínicos. Vou propor a Delcy Rodríguez (vice-presidente) que fale com o Conselho Nacional Eleitoral para ver se é possível vacinar todos os 14.400 candidatos das (eleições) parlamentares e façam a campanha eleitoral com maior tranquilidade”, disse.

Nicolás Maduro, falava durante um ato transmitido na íntegra pelas rádios e televisões venezuelanas, em que foram dados a conhecer os nomes dos 554 candidatos principais e suplentes do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, o partido do governo) para as eleições legislativas.

O Presidente da Venezuela precisou que para outubro está prevista a chegada de um novo lote da vacina Sputnik V, insistindo que “seria uma boa ideia” que todos os candidatos fossem vacinados. “Para que possam sair às ruas, percorrer bairro a bairro de maneira segura. É uma proposta que faço para uma avaliação técnica, científica, política e institucional.”

O anúncio da chegada das vacinas tem lugar depois de, a 21 de agosto, o ministério venezuelano da Saúde ter anunciado que a Venezuela previa ter “500 voluntários para os ensaios clínicos da fase 3 da vacina Sputnik V”.

Ainda em agosto, as autoridades dos dois países participaram numa videoconferência “com a intenção de verificar a possibilidade de incorporar os estudos clínicos da vacina Sputnik V e produzi-la em território venezuelano”, segundo um comunicado do ministério da Saúde da Venezuela.

Na videoconferência participaram também representantes do Fundo Russo de Investimentos Diretos e do Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, produtor da vacina Sputnik V.

As próximas eleições legislativas na Venezuela estão marcadas para 6 de dezembro, data em que o governo venezuelano espera renovar a Assembleia Nacional onde a oposição é maioria e que é presidida pelo opositor Juan Guaidó.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …