Venezuela com 11 casos de covid-19 na véspera do jogo com o Brasil

jose.peseiro.oficial / FAcebook

O treinador português José Peseiro

A seleção venezuelana de futebol chamou 15 novos jogadores para a Copa América, depois de vários elementos da comitiva, entre os quais jogadores, estarem infetados com o coronavírus.

Depois de a Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) ter revelado que existiam 13 elementos da ‘vinotino’ infetados, a federação venezuelana diz que são 11: oito jogadores e três elementos da equipa técnica.

O selecionador, o português José Peseiro, chamou os guarda-redes Yhonatann Yustiz, Giancarlo Schiavone e Luis Romero, os defesas Eduardo Ferreira, Diego Osorio e Francisco La Mantía, os médiosLeonardo Flores, Christian Rivas, Christian Larotonda e Abraham Bahachille, e os avançados Richard Figueroa, Daniel Pérez, Eric Ramírez, Robinson Flores e Jan Hurtado.

Nahuel Ferraresi (Moreirense), Mikel Villanueva (Santa Clara) e Jhon Murillo (Tondela) são os futebolistas internacionais venezuelanos que jogam em Portugal escolhidos por José Peseiro para competirem na Copa América.

O surgimento de vários casos positivos na Venezuela, na véspera do jogo com o Brasil, o novo país sede da competição após as desistências da Colômbia e da Argentina, face ao elevado número de casos de covid-19, é o mais recente ‘golpe’ na organização.

A organização de última hora da competição no Brasil originou também muitas críticas ao país, incluindo a própria seleção ‘canarinha’ num manifesto partilhado nas redes sociais de vários jogadores, e quando o Brasil é dos países mais afetados pela pandemia em todo o mundo, com o segundo maior número de mortes, na ordem dos 484 mil óbitos.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.