Copa América (também) vai começar. E há tanto por explicar…

O pré-Brasil, o Brasil, o coronavírus, o formato do torneio e a qualificação para o Mundial. Muitos protestos à volta da 47.ª edição da Copa América.

As atenções na Europa concentram-se no Euro 2020 mas, no mesmo fim de semana, vai começar também a Copa América. A 47.ª edição, tal como o Europeu, iria ser realizada no ano passado mas o coronavírus adiou o torneio.

A prova – a mais antiga entre seleções – já tinha sido adiada um ano, em 1918, devido a outra pandemia: a gripe espanhola. Curiosamente, em 1918 o Brasil iria ser o país anfitrião. E foi mesmo, mas no ano seguinte.

Já havia dúvidas no ano passado

Argentina e Colômbia iriam receber os jogos, em 2021. Pela primeira vez, dois países iriam ser o palco da Copa América. Já aí surgiu alguma confusão: Argentina e Colômbia não são propriamente vizinhos. A Argentina fica no extremo sul da América do Sul, a Colômbia no extremo norte.

Seria um desgaste extra para os jogadores mas, a 20 de maio, foi anunciado que a Colômbia não iria acolher o torneio, por causa dos protestos constantes e violentos contra as decisões do presidente local Iván Duque Márquez.

No dia 30 de maio também a Argentina ficou fora da lista de anfitriões. A exclusão argentina deveu-se aos números da pandemia.

No dia 31 foi confirmado que, tal como na última edição (2019), o Brasil vai receber todos os jogos da Copa América. Brasília, Cuiabá, Goiânia e Rio de Janeiro serão as cidades anfitriãs, no país que tem apresentado a situação mais preocupante da América do Sul, no que diz respeito ao coronavírus.

Mais uma Copa, a de Bolsonaro

Esta será a quarta edição da Copa América…em seis anos. A de 2015 e de 2019 foram “normais”, realizadas com um intervalo de quatro anos. Em 2016 teve lugar uma edição especial, para assinalar o centenário do início do torneio. Para 2020 – agora 2021 – ficou marcada a primeira edição que iria coincidir, propositadamente, com o período do Europeu.

Os jogos vão ser realizados num país que está quase a registar 500 mil mortos devido ao coronavírus. No entanto o presidente Jair Bolsonaro reagiu com um rápido “sim” quando o Brasil foi chamado à última hora para receber a prova.

Dentro da seleção brasileira surgiram protestos. Os jogadores e os treinadores não gostaram de não terem sido informados antecipadamente de que seria o Brasil a acolher o torneio – no dia anterior ao anúncio oficial, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol esteve com os jogadores mas nem falou sobre o assunto.

Razões para a contestação

Tem sido também visível que os futebolistas brasileiros não concordam com a escolha do seu país porque têm noção do impacto que a pandemia continua a ter.

Outro motivo para o protesto está relacionado com a qualificação para o Mundial 2022. Quase todos os jogadores da seleção brasileira alinham em campeonatos europeus, que já terminaram; por isso, vão abdicar de parte das férias para estar nesta controversa Copa América. Mas não se importariam de abdicar de parte das férias para jogar para a qualificação para o Mundial. É que ainda faltam 12 jornadas nesse torneio de qualificação sul-americana. E duas dessas rondas ainda não têm data definida.

Houve conversas com o objetivo de o detentor do troféu não participar desta vez. Mas vai jogar. Com elementos contrariados.

E ainda há mais: o formato do torneio. Desta vez a Copa América não tem convidados. Terá 10 seleções, divididas em dois grupos. Serão cinco jornadas na fase de grupos, que se vai prolongar por duas semanas, e depois só uma seleção em cada grupo irá para casa. Das 10 equipas, oito continuarão em prova, depois de duas semanas de jogos.

Nesta quinta-feira havia alguma expectativa em relação à decisão do Supremo Tribunal Federal brasileiro, que no entanto autorizou a realização desta confusa Copa América.

Só joga quem quiser. E a FIFPro, entidade que representa os futebolistas profissionais, já anunciou que apoia todos os que recusarem jogar no Brasil.

No meio disto tudo, o campeonato brasileiro vai continuar. Oito equipas ficarão sem atletas durante o torneio, com destaque para o bicampeão Flamengo, que não contará com cinco dos seus principais jogadores. O Flamengo tentará a paragem das competições nacionais mas não deverá ter sucesso.

E, no meio disto tudo, a Copa América vai mesmo arrancar. No domingo, dia 13, com o encontro entre Brasil e Venezuela.

Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Astrónomo amador descobre mais uma lua de Júpiter

Kai Ly revisitou dados captados em 2003 pelo Telescópio Canadá-França-Havai (CFHT) e descobriu uma nova lua na órbita de Júpiter, que ganhou o nome provisório de EJc0061. Segundo a União Astronómica Internacional (IAU), Júpiter tem 79 …

Nova tecnologia microondas permite "ver" através das paredes

Investigadores do US National Institute of Standards and Technology (NIST), nos Estados Unidos, desenvolveram um novo sistema de radar que pode produzir imagens em tempo real de objetos que se encontram atrás de paredes ou …

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …