Veneza com “centenas de milhões” de euros de prejuízo por causa das cheias

Andrea Merola / EPA

A cidade de Veneza, com inundações nos últimos dias, voltou este domingo a registar uma maré alta, mas de menor magnitude, tendo as chuvas intensas que afetam Itália levado a alertas para as cidades de Florença e Pisa.

A maré chegou este domingo aos 1,50 metros, longe do pico de 1,87 metros da última terça-feira, que deixou Veneza inundada desde então.

“A água parou de subir”, congratulou-se o presidente da câmara de Veneza no Twitter. “Pico de 150 centímetros … Os venezianos só ficam de joelhos para rezar”, adiantou Luigi Brugnaro.

As previsões meteorológicas são de marés até aos 110 centímetros nos próximos dias, o que deve permitir à cidade lacustre avaliar os prejuízos, que Brugnaro já estimou em “centenas de milhões” de euros.

A emblemática praça de São Marcos, que parecia uma enorme piscina, reabriu ao final do dia de ontem.

Mais ao sul, outras duas cidades italianas com importante património, Florença e Pisa, foram colocadas em estado de alerta devido à ameaça das águas.

O presidente da região da Toscânia, Enrico Rossi, alertou no Twitter para o risco de o rio Arno (que passa por Florença e Pisa) transbordar e indicou que tinham sido instalados pontões nas margens em Pisa “como medida de precaução”.

A Proteção Civil italiana aconselhou às pessoas que não se aproximem das margens do rio.

Desde terça-feira, mais de 50 igrejas ficaram danificadas em Veneza, entre as quais a Basílica de São Marcos, assim como lojas e habitações. Os hotéis lamentaram cancelamentos para as celebrações do final do ano.

Com 50 mil habitantes, Veneza recebe 36 milhões de turistas anualmente, 90% dos quais estrangeiros. Segundo o jornal italiano La Stampa, foram canceladas quase 50% das reservas em unidades hoteleiras.

Brugnaro anunciou, na sexta-feira, a abertura de uma conta bancária para todos que, em Itália e no estrangeiro, desejem contribuir para as reparações. “Veneza, um lugar único, é o legado de todos. Graças à vossa ajuda, Veneza brilhará novamente”, indicou num comunicado.

Na quinta-feira, o Governo italiano declarou o estado de emergência em Veneza e anunciou ter desbloqueado 20 milhões de euros “para as intervenções mais urgentes”. Duas pessoas morreram em Veneza por causa das cheias.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Forças Armadas aceitaram líder do CDS como voluntário

O Jornal de Notícias escreve esta quinta-feira que as Forças Armadas aceitaram o líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, como voluntário para ajudar nas ações desenvolvidas na luta contra a covid-19 durante o estado …

Portugal duplica capacidade de ventilação. Oito profissionais de saúde nos cuidados intensivos

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, anunciou esta quinta-feira a duplicação dos equipamentos de ventilação e garantiu uma distribuição equilibrada dos testes de despistagem. “Entre ofertas, compras e empréstimos, estaremos em condições de duplicar …

Coreia do Norte reitera que não tem infetados. Coreia do Sul desconfia

A Coreia do Norte reafirmou que não regista nenhum caso de coronavírus (covid-19), numa declaração feita por um alto responsável pelo setor da Saúde de Pyongyang citado esta quinta-feira pela Agência France Presse. A Coreia do …

Ovar já tem linha telefónica própria para retirar pressão à Saúde 24

A Linha de Apoio Covid Ovar vai garantir assistência atempada à comunidade de 55.400 habitantes do concelho e é exclusiva para utentes que suspeitem ter sintomas do novo coronavírus. O Município de Ovar ativa, esta quinta-feira, …

Durão Barroso defende coronabonds (mas a prioridade é outra)

Em entrevista à SIC Notícias, Durão Barroso concordou com a criação dos ​​​​​​​coronabonds, mas defendeu que a prioridade é resolver "a crise humanitária". Durão Barroso considerou, em entrevista à SIC Notícias, que as instituições europeias têm …

Do empréstimo milionário à nacionalização. As soluções da TAP para resistir à crise

A TAP está a enfrentar uma das suas piores crises, face à pandemia de covid-19, e há várias soluções em cima da mesa, desde um empréstimo com aval do Estado à nacionalização da empresa. Para fazer …

"Matem-nos". Presidente das Filipinas autoriza disparos contra quem violar quarentena

O Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ordenou aos agentes da polícia e aos militares que disparem sobre qualquer pessoa que esteja a causar "problemas" durante o isolamento obrigatório, decretado devido à da pandemia de Covid-19. De …

Há mais de nove mil casos de covid-19 em Portugal. Número de recuperados sobe para 68

Um mês desde o primeiro teste positivo confirmado do novo coronavírus no país, Portugal tem um total de 9.034 casos confirmados de Covid-19, segundo o Relatório da Direção Geral da Saúde sobre a situação epidemiológica …

Ramalho Eanes: "Nós, os velhos, se for necessário oferecemos o nosso ventilador"

O antigo Presidente da República apelou aos mais "velhos", como ele, para darem o exemplo neste combate ao coronavírus, caso Portugal passe por uma situação semelhante à de Itália ou Espanha. Em entrevista à RTP, o …

"Profundamente preocupados". 13 países enviam recado a Viktor Orbán

Portugal e mais 12 países, entre os quais França, Bélgica e Espanha, garantiram, numa declarações conjunta, que apoiam a iniciativa da Comissão Europeia para verificar se as medidas de emergência implementadas respeitam os valores europeus. Os …