Investigadores conseguiram velocidade de Internet mais rápida do mundo

Uma equipa de investigadores australianos conseguiu a maior velocidade de dados da Internet registada até agora: 44,2 terabits por segundo a partir de um único chip ótico.

Investigadores das universidades de Monash, Swinburne e do Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT), na Austrália, conseguiram a maior velocidade de dados da internet registada até agora a partir de um único chip ótico.

A equipa, liderada por Bill Corcoran, Arnan Mitchell e David Moss, conseguiu atingir uma velocidade de 44,2 terabits por segundo (Tbps) a partir de uma única fonte de luz. Uma tecnologia que tem capacidade para suportar milhares de milhões de conexões simultâneas de internet de alta velocidade.

Os investigadores divulgaram que atingiram essas velocidades usando a infraestrutura de comunicações existente usando um novo dispositivo que substitui 80 lasers por um único equipamento conhecido como “micro-pente”, menor e mais leve do que o hardware de telecomunicações existente.

“Com a pandemia de xovid-19 estamos a ter uma amostra de como a infraestrutura da internet será daqui a dois ou três anos, devido ao número sem precedentes de pessoas que a usam para trabalho remoto, socialização e streaming e o que estamos a ver é que precisamos de ser capazes de dimensionar a capacidade das nossas conexões”, disse Bill Corcoran, coautor do estudo e professor de engenharia de sistemas elétricos e de computadores na Universidade Monash, em Melbourne.

“O que nossa pesquisa demonstra é a capacidade de as fibras que já possuímos serem a espinha dorsal das redes de comunicações agora e no futuro. Desenvolvemos algo escalável para responder às necessidades futuras”, assinala o especialista.

Arnan Mitchell, do RMIT, sublinha que atingir a velocidade de 44,2 Tbps, capaz de descarregar 1.000 filmes de alta definição numa fração de segundo, mostra o potencial da infraestrutura existente.

O perito revela que a ambição futura do projeto é aumentar os transmissores atuais de centenas de gigabytes por segundo para dezenas de terabytes por segundo sem aumentar o seu tamanho, peso ou custo.

“A longo prazo esperamos criar ‘chips fotónicos’ integrados que permitam que esse tipo de volume de dados seja alcançado através de ligações de fibra ótica existentes com custo mínimo”, realçou.

Quanto ao uso desta tecnologia, o investigador explica que “inicialmente ela poderá ser atraente para comunicações de velocidade ultra alta entre centros de armazenamento de dados”, mas que o seu potencial pode mesmo chegar ao público em geral se o seu custo for suficientemente baixo e a tecnologia for compacta para poder ser usada comercialmente.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pais deixaram aluno com covid-19 na escola. Denúncia já chegou à PSP

Um aluno de uma escola de Leiria que está infectado com o coronavírus foi à apresentação do ano lectivo, nesta quarta-feira, quando já havia suspeitas de que teria covid-19, uma vez que o pai também …

A segunda vaga já chegou a Portugal (e há "uma diferença muito importante")

Os especialistas não duvidam que a segunda vaga de covid-19 já chegou a Portugal, mas apontam que há diferenças significativas relativamente ao início da pandemia, em Março. "Há uma diferença muito importante nesta segunda vaga que …

Governo tinha 90 milhões para apoiar criação de emprego (mas pedidos superaram os 487 milhões)

O programa do Governo para apoiar a criação de emprego, lançado em julho, tinha uma verba de 90 milhões de euros. Dois meses depois, a procura excedeu os 487,5 milhões. O jornal Público adiantou esta quinta-feira …

Metade dos portugueses acredita que Portugal está preparado para inverno (mas defende novo confinamento)

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias e TSF revela que 47% dos portugueses defendem um novo confinamento, apesar de 50% acreditar que o país está melhor preparado para o inverno. De acordo …

Corona o melhor, Pizzi a perder bolas: as curiosidades da Liga

A I Liga 2020/2021 começa nesta sexta-feira, ainda com muitas incertezas. Entretanto, voltámos a espreitar o relatório 'Futebol em números', publicado no final de agosto pela própria Liga Portugal. Desta vez deixámos aqui algumas curiosidades …

Investigadores escrevem carta na Science para pressionar o Governo a desistir do aeroporto do Montijo

Investigadores portugueses acusam o governo português de ir contra os objetivos do Pacto Ecológico Europeu ao persistir na construção do aeroporto no Montijo, apontando sobretudo o efeito destrutivo em centenas de milhares de aves no …

Aos 20 anos, Duplantis bate mítico recorde do mundo de salto com vara

O saltador com vara sueco Armand Duplantis continua a fazer história e esta quinta-feira, no decorrer do 'meeting' de Roma, da Liga Diamante, conseguiu o melhor salto de sempre ao ar livre, com 6,15 metros. O …

PSD vai votar contra propostas para legalizar o lobbying

O PSD vai votar contra a legalização do lobbying. Os sociais-democratas defendem que as regras criam um maior afastamento entre cidadãos e entidades públicas e políticas. CDS, PAN e PS querem discutir propostas para legalizar o …

Feitiço vira-se contra o feiticeiro. Flamengo é humilhado na Libertadores

O Flamengo sofreu a mais pesada derrota do clube na Taça Libertadores, após ter sido goleado por 5-0 pelos equatorianos do Independiente del Valle. Depois da eliminação do SL Benfica da Liga dos Campeões, às mãos …

Governo sabia do amianto em carruagens compradas à Renfe. É de fácil remoção, diz ministro

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, disse esta quinta-feira que o Governo sabia que carruagens compradas à espanhola Renfe contêm amianto, mas que é de fácil remoção e voltou a considerar …