Vasco Lourenço quer alterar Constituição para destituir o Presidente

Manuel de Almeida / Lusa

Vasco Lourenço, capitão de Abril

Vasco Lourenço, capitão de Abril

O presidente da Associação 25 de Abril sugeriu hoje a consagração constitucional do referendo para destituir o Presidente da República, depois de acusar Cavaco Silva de colaborar para assustar os portugueses com “papão do caos”.

Numa declaração enviada à Lusa sobre o momento político, Vasco Lourenço considerou que se está “a assistir a uma reação desesperada de quem vê fugir o poder”, e que nesta ação “participa ativamente” o Presidente da República.

Cavaco Silva é acusado por Vasco Lourenço de “se contradizer permanentemente e de, ao protelar decisões fundamentais para a normalização do Pais, contribuir para a enorme instabilidade que estão a tentar agudizar, procurando aterrorizar os portugueses com o papão do caos“.

No que afirmou ser “uma tentativa de levantamento popular da chamada ‘maioria silenciosa'”, o ex-militar classificou como “oportunista e casuística” a proposta de Passos Coelho de revisão da Constituição da República para abrir a hipótese de dissolução da Assembleia da República e de convocação de novas eleições.

“Como qualquer constitucionalista honesto explica liminarmente, tal hipótese é totalmente impossível e impraticável”, acrescentou, salientando que esta explicação “torna o simples levantamento dessa hipótese numa provocação desesperada e sem sentido”.

Porém, se tal hipótese se materializasse, o que no seu entender seria “um golpe”, Vasco Lourenço sugere então o desafio de “incluir na Constituição uma norma que permita a destituição do PR“, em referendo, convocado por um mínimo de 15 mil eleitores, “para imitar o máximo admitido para uma candidatura a PR”.

No texto, o ex-militar de Abril fez ainda outra sugestão, a de que esta eventual revisão constitucional seja aproveitada “para recriar a existência da Câmara Corporativa“.

Desta forma, argumentou, estar-se-ia “a legalizar a ação que o atual PR está a praticar, de forma enviesada e não assumida”.

Por fim, Vasco Lourenço confessou que “como militar de Abril não esperava assistir a uma tão despudorada atuação como os ainda detentores do poder estão a ter”, considerando que “ainda que seja um autêntico estertor, não deixa de ser altamente condenável”.

/Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Passos Coelho foi eleito pelos Portugueses
    Cavaco Silva idem idem, aspas aspas.
    Vasco Lourenço vive á custa dos Portugueses, promoveu-se e fez-se promoveu-se
    pelos amigos, não respeitou Salgueiro Maia, Ramalho Eanes e outros colegas que se remeteram ao silencio respeitando o voto dos Portugueses. Será que o seu voto vale mais do que o meu? Mais de metade dos Portugueses, elegeram Cavaco Silva. Quem elegeu o senhor camarada vasco ? Quando o conheci em 1967 no Quartel das Caldas da Rainha (RI5) , era conhecido pelas nódoas de gordura na farda e pela aparência de elevado grau de álcool no sangue.
    Quando foi para a Guerra fez algum referendo, para saber se devia ou não matar “terroristas” como ele lhes chamava? Ou matou democraticamente. Tenha memória e vergonha Tenente feito General á pressa.

  2. Ainda não percebi quem é este Vasco Lourenço e o que faz este ex militar a não ser perorar o seu ódio contra tudo e todos.

    Um militar não fala assim pois somos nós que lhe pagamos a reforma e, por isso, deve respeitar as instituições eleitas democraticamente.

    O Presidente foi eleito por sufrágio directo e universal com 52 por cento dos votos.

    E o Vasco Lourenço foi eleito quando e com que votos.

    Este militar nem respeita as instituições em Portugal e não merece a reforma que llhe pagamos…

    Porque não faz outro vinte de abril mas com armas e não com flores, para por na cadeia o seu amigo Sócrates…

  3. Este senhor Vasco Lourenço tal como outros camaradas seus subiu e de que maneira de posto graças ao golpe do 25 de Abril que no fundo as suas intenções era precisamente obter , menos trabalho e mais galões e salário, neste ponto acho que nem vale a pena discutir mais o patriotismo destes senhores pois o resultado está à vista de todos, agora vem para aqui pôr em causa as intenções ou dúvidas do Presidente da Republica que foi eleito por mais de 50% do eleitorado e a quem compete olhar pelo bem estar da nação mesmo que isso não agrade a alguns, já agora pense em fazer mais um golpe de estado convide o PCP já especializado na matéria e poderá agora mesmo juntar o BE e PS para compor o ramalhete.

  4. Diz o RDM -Regulamento de Disciplina Militar que não é permitido a um militar emitir opinião política ou participar em actividade política a não ser que tenha uma licença para o efeito.

RESPONDER

Bloco quer proibir banca de distribuir lucros (e pede ajuda ao PSD)

O Bloco de Esquerda quer proibir os bancos de distribuírem dividendos em 2020 e pede ajuda ao PSD para o conseguir. Em videoconferência, Mariana Mortágua lançou um desafio ao líder social-democrata. O Bloco de Esquerda anunciou …

Ordens duvidam dos números de infetados (e admitem fazer o seu próprio levantamento)

Segundo os números anunciados na quarta-feira, havia 1.124 profissionais de saúde e oito deles estavam internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). Mas estes números não convencem as Ordens. De acordo com o Observador, o bastonário …

Europa tem que ser o seu "próprio Plano Marshall". Centeno defende solução sem o "estigma" da austeridade

Mário Centeno continua a incentivar uma solução conjunta assente na ideia da solidariedade europeia perante "uma crise inesperada e sem precedentes" devido à pandemia de Covid-19. Como presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças de …

Há mais de 10 mil infetados em Portugal e mais 20 mortes

O boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde deste sábado regista 10.524 casos de infeção por covid-19 em Portugal. Há mais 20 mortes, num total de 266 óbitos. Nas últimas 24 horas, até à meia-noite, foram registados …

Quase meio milhão de portugueses estão em lay-off. "Sistema é errado", diz Francisco Louçã

Uma semana depois de o Governo ter aberto a porta ao lay-off simplificado, mais de 22 mil empresas já recorreram a este novo regime. Atualmente, há 425.287 trabalhadores nessa situação. Francisco Louçã considera este sistema …

Costa "chocado" com caso da morte no aeroporto. Enfermeira, médico e polícias também investigados

Além dos três inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que são suspeitos de terem agredido um cidadão ucraniano, que acabou por morrer, também há outros elementos do SEF, um médicos e uma enfermeira, …

Reino Unido ultrapassa número de óbitos da China. Itália ainda não conseguiu inverter a curva

O Reino Unido regista agora um número de óbitos superior ao número registado na China. Em Itália, embora o pico já possa ter sido ultrapassado, o país ainda não conseguiu inverter a curva epidemiológica. Nas últimas …

Keir Starmer substitui Jeremy Corbyn e é o novo líder do Labour

Keir Starmer, de 57 anos, que tem feito parte da equipa de topo de Jeremy Corbyn nos últimos três anos, no papel de secretário sombra do Brexit, é o novo líder do Partido Trabalhista. De acordo …

Marcelo vai pedir "apoio rápido e robusto" aos cinco maiores bancos do país

Marcelo Rebelo de Sousa vai reunir-se na próxima segunda-feira com os presidentes dos cinco maiores bancos portugueses para discutir o apoio que a banca pode dar às empresas e famílias. De acordo com semanário Expresso, o …

Turquia retém avião com ventiladores para Espanha

A ministra das Relações Exteriores de Espanha, Arancha González Laya, disse esta sexta-feira que as autoridades da Turquia retêm em Ancara um avião oriundo da China com ventiladores, para combater a pandemia de covid-19. A ministra …