Pagar por um nome: a campanha na Póvoa de Varzim em tempos de pandemia

(dr) Fernando Novo / CD Póvoa

CD Póvoa iniciou um projeto que pretende um encaixe financeiro e manter a ligação com os atletas e com os adeptos. Com os patrocinadores, “só no próximo ano”.

Uma ideia repetida imensas vezes ao longo dos últimos meses: pandemia é sinónimo de dificuldades mas também de oportunidades e de invenções. A secção de basquetebol do Clube Desportivo da Póvoa reinventou-se e criou uma campanha.

“Vamos juntos a jogo”. É o nome da campanha, que foi divulgada nesta segunda-feira, às 19h43 (o clube foi fundado em 1943). A ideia, lê-se em comunicado, é a “angariação de fundos para permitir o regular funcionamento da sua secção, o envolvimento da comunidade nas necessidades e dinâmicas do projeto desportivo e social da secção e a potencialização do produto “camisola de jogo” na comercialização do merchandising da secção”.

Quem quiser aderir, vai ter direito a ver o seu nome na camisola oficial da principal equipa masculina de basquetebol, quando os jogos voltarem. Há valores diferentes para adeptos, sócios, atletas e empresas, que variam entre os 5 e os 50 euros.

Hugo Matos, coordenador da secção de basquetebol do CD Póvoa, disse ao ZAP que há duas ideias fundamentais nesta campanha: “Manter a ligação com os atletas e com os adeptos – e com estes a ligação tornou-se mais difícil, é preciso reinventar – e realizar encaixe financeiro, que é uma contribuição simbólica individualmente, mas na quantidade global permite fazer algum encaixe. A pandemia afeta financeiramente os clubes”.

A ideia partiu de Pedro Coelho, team manager do basquetebol poveiro, e já contou com cerca de 50 adesões ao longo das primeiras 48 horas. Um primeiro impacto “muito positivo, muito agradável”, confessou Hugo Matos.

O também treinador de basquetebol explicou que, se houver uma adesão em massa, financeiramente “é uma ajuda grande para a secção, dá um empurrão, mas não salva a época. Estamos numa altura complicada em relação a patrocinadores, em quase todos os contactos que fizemos a resposta foi «só no próximo ano». Esta campanha permite no imediato ter alguma liquidez e deixa-nos orgulhosos por vermos as pessoas interessadas na nossa ideia”, comentou Hugo.

O coronavírus trouxe uma grande quebra no número de atletas no basquetebol do CD Póvoa: em fevereiro de 2020 havia 206 atletas a treinar, e a previsão era ir aumentando até ao final da época passada; mas em dezembro 2020 o número de atletas nos treinos baixou para 160. “Grande parte dos pais disseram que os filhos não voltavam, tinham receio da situação”, contou o coordenador.

O último jogo do CD Póvoa na Proliga foi antes do Natal de 2020, tendo ainda realizado um jogo em janeiro, para a Taça de Portugal. Hugo Matos acredita que os treinos voltarão em abril, a competição voltará no final de abril ou no início de maio – é este um dos cenários planeados pela Federação Portuguesa de Basquetebol, que deve divulgar uma decisão final na próxima semana. Entretanto, e desde a paragem, os jogadores estrangeiros voltaram ao país natal e os portugueses têm realizado somente atividade individual, não tem havido atividade de grupo.

Em relação à formação, os treinos arrancaram no final de agosto, com treinos ao ar livre e no pavilhão com todas as precauções e restrições, prevendo o reinício de campeonatos até ao final do ano passado. “Mas como não houve regresso à competição, foi um golpe grande, só havia treinos. E, apesar das várias estratégias dos treinadores, o compromisso com o treino começou a reduzir. Não houve abandono, mas muitos passaram a aparecer duas vezes numa semana em vez de quatro, por exemplo. Sem jogos, é normal esta desmotivação”.

“E ainda vamos ver que impacto vai ter este segundo abalo (novo confinamento). Mas continuamos a preparar o regresso aos jogos e só isso já me dá muitas dores de cabeça. Passar um ano sem competição para estas crianças e para estes jovens é um problema que ainda vamos ter de reavaliar“, continuou o coordenador do basquetebol do CD Póvoa.

A fase é de incertezas e de paragens mas Hugo Matos continua motivado: “Há motivação todos os dias. Talvez por ter nascido e crescido no CD Póvoa, mas há sempre motivação e felizmente estou rodeado de pessoas disponíveis e competentes”.

Nuno Teixeira Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …