Universo está a expandir-se mais rapidamente do que as leis da Física previam

JPL-Caltech / NASA

M101, uma das faláxias observadas no estudo

M101, uma das faláxias observadas no estudo

Trabalhando com um método novo para medir a expansão do Universo, que recorre à observação de objetos celestes específicos, uma equipa de físicos encontrou um valor 8% maior do que o previsto pelas leis da física atuais.

Este resultado, a ser confirmado por trabalhos independentes, pode forçar uma revisão na compreensão de como a matéria escura e a energia escura têm influenciado a evolução do Universo nos últimos 13,8 mil milhões de anos, e alguma coisa terá que mudar no modelo padrão de partículas.

“Há algo no modelo cosmológico padrão que não entendemos”, afirmou o Nobel da Física Adam Riess, da Universidade Johns Hopkins, que em 1998 descobriu a energia escura num trabalho em rede com Brian P. Schmidt e Saul Perlmutter.

Desde a descoberta da energia escura, a evolução do Universo tem sido explicada em termos da competição entre o efeito de expansão desta energia, que compõe 68% do Universo, e o efeito contrário da matéria escura, que compõe 27% do Universo, com a matéria normal respondendo por meros 5% do Universo.

Este cabo-de-guerra cósmico foi descoberto com a ajuda das medidas da radiação que foi deixada pelo Big Bang, que agora pode ser observada como a radiação cósmica de fundo de microondas (CMB). Pelas observações, a aceleração causada pela energia escura teria ficado constante desde o Big Bang.

NASA

A radiação cósmica de fundo de microondas (CMB)

A radiação cósmica de fundo de microondas (CMB)

Esta hipótese tem sido apoiada pelas análises mais completas já feitas à CMB, executadas recentemente pelo Observatório Planck, da ESA. As observações do Planck também têm sido usadas para estimar a taxa de expansão em qualquer ponto da história do Universo.

No entanto, por vários anos, as previsões discordavam das medições diretas da expansão cósmica atual, também conhecida como constante Hubble. Esta discordância tem sido ignorada, pelo simples motivo que as margens de erro na medição da constante Hubble eram grandes o suficiente para permitir isso.

A questão é que, depois de Riess e seus colegas começarem a usar um novo método para medir a expansão do Universo, usando o brilho de “lâmpadas padrão” (standard candles) como as estrelas Cefeidas e algumas supernovas, a discrepância surgiu novamente, na forma de uma expansão 8% mais rápida do que o previsto pelas medidas do Planck.

Estas “lâmpadas padrão” são fontes de luz que têm uma luminosidade conhecida – é como medir a luz de uma lâmpada de 20W a uma certa distância, e comparar com o brilho de uma lâmpada igual a um metro. A partir da diferença de brilho, é possível calcular a distância entre as duas lâmpadas. Geralmente são usadas estrelas cefeidas e supernovas do tipo Ia.

A equipa de Riess analisou 18 destas lâmpadas padrão a partir de dados obtidos pelo Telescópio Espacial Hubble para então chegar ao valor de uma velocidade de expansão diferente, 8% maior a partir do que se obtém ao analisar os dados da radiação cósmica de fundo obtidos pelo Observatório Planck.

Se estas novas medições são precisas, e nossos mapas do CMB também são precisos, então algo fundamental na nossa compreensão do Universo está errado. Pode ser que a matéria escura tenha algum efeito desconhecido sobre a expansão, ou talvez a energia escura tenha ficado mais forte com o passar do tempo.

Ou talvez a maneira que medimos a expansão não seja muito precisa e as “lâmpadas padrão” posamm não ser tão padrão assim, como parecem indicar alguns estudos.

O trabalho, referido num artigo da revista Nature, foi publicado no arXiv e aguarda a revisão por pares.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …

Trump diz que Boris é "o homem certo" e promete "grande acordo comercial"

Os dois líderes estiveram reunidos à margem da cimeira do G7. Trump elogiou Boris e garantiu que o acordo comercial com o Reino Unido será rápido depois do Brexit. Johnson diz que será "fantástico". O Presidente …

Uma impressora 3D construiu uma casa em apenas 12 horas

A impressora 3D S-Squared (SQ3D) construiu um protótipo básico de uma casa em cerca de 12 horas. A estrutura tem 46 metros quadrados e foi construída através de uma mistura de cimento em camadas. O trabalho …

Uma estrela supermassiva explodiu e aniquilou tudo à sua volta

Uma estrela renegada, que explodiu numa galáxia distante, forçou os astrónomos a colocar de lado décadas de investigação e a concentraram-se num novo tipo de supernova que pode aniquilar completamente a sua estrela-mãe - não …

G7: Macron e Trump com "elementos de convergência" sobre Amazónia, Irão e comércio

O Presidente francês, Emmanuel Macron, conversou este sábado com o Presidente norte-americano, Donald Trump, durante o almoço, que durou duas horas, sobre "elementos de convergência" relativos ao comércio, ao Irão e aos fogos na Amazónia, …