Universo está a expandir-se mais rapidamente do que as leis da Física previam

JPL-Caltech / NASA

M101, uma das faláxias observadas no estudo

M101, uma das faláxias observadas no estudo

Trabalhando com um método novo para medir a expansão do Universo, que recorre à observação de objetos celestes específicos, uma equipa de físicos encontrou um valor 8% maior do que o previsto pelas leis da física atuais.

Este resultado, a ser confirmado por trabalhos independentes, pode forçar uma revisão na compreensão de como a matéria escura e a energia escura têm influenciado a evolução do Universo nos últimos 13,8 mil milhões de anos, e alguma coisa terá que mudar no modelo padrão de partículas.

“Há algo no modelo cosmológico padrão que não entendemos”, afirmou o Nobel da Física Adam Riess, da Universidade Johns Hopkins, que em 1998 descobriu a energia escura num trabalho em rede com Brian P. Schmidt e Saul Perlmutter.

Desde a descoberta da energia escura, a evolução do Universo tem sido explicada em termos da competição entre o efeito de expansão desta energia, que compõe 68% do Universo, e o efeito contrário da matéria escura, que compõe 27% do Universo, com a matéria normal respondendo por meros 5% do Universo.

Este cabo-de-guerra cósmico foi descoberto com a ajuda das medidas da radiação que foi deixada pelo Big Bang, que agora pode ser observada como a radiação cósmica de fundo de microondas (CMB). Pelas observações, a aceleração causada pela energia escura teria ficado constante desde o Big Bang.

NASA

A radiação cósmica de fundo de microondas (CMB)

A radiação cósmica de fundo de microondas (CMB)

Esta hipótese tem sido apoiada pelas análises mais completas já feitas à CMB, executadas recentemente pelo Observatório Planck, da ESA. As observações do Planck também têm sido usadas para estimar a taxa de expansão em qualquer ponto da história do Universo.

No entanto, por vários anos, as previsões discordavam das medições diretas da expansão cósmica atual, também conhecida como constante Hubble. Esta discordância tem sido ignorada, pelo simples motivo que as margens de erro na medição da constante Hubble eram grandes o suficiente para permitir isso.

A questão é que, depois de Riess e seus colegas começarem a usar um novo método para medir a expansão do Universo, usando o brilho de “lâmpadas padrão” (standard candles) como as estrelas Cefeidas e algumas supernovas, a discrepância surgiu novamente, na forma de uma expansão 8% mais rápida do que o previsto pelas medidas do Planck.

Estas “lâmpadas padrão” são fontes de luz que têm uma luminosidade conhecida – é como medir a luz de uma lâmpada de 20W a uma certa distância, e comparar com o brilho de uma lâmpada igual a um metro. A partir da diferença de brilho, é possível calcular a distância entre as duas lâmpadas. Geralmente são usadas estrelas cefeidas e supernovas do tipo Ia.

A equipa de Riess analisou 18 destas lâmpadas padrão a partir de dados obtidos pelo Telescópio Espacial Hubble para então chegar ao valor de uma velocidade de expansão diferente, 8% maior a partir do que se obtém ao analisar os dados da radiação cósmica de fundo obtidos pelo Observatório Planck.

Se estas novas medições são precisas, e nossos mapas do CMB também são precisos, então algo fundamental na nossa compreensão do Universo está errado. Pode ser que a matéria escura tenha algum efeito desconhecido sobre a expansão, ou talvez a energia escura tenha ficado mais forte com o passar do tempo.

Ou talvez a maneira que medimos a expansão não seja muito precisa e as “lâmpadas padrão” posamm não ser tão padrão assim, como parecem indicar alguns estudos.

O trabalho, referido num artigo da revista Nature, foi publicado no arXiv e aguarda a revisão por pares.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Vila Galé abandona projeto que ameaçava reserva indígena no Brasil

O Vila Galé anunciou que vai abandonar o projeto para a instalação de um resort na região da Bahia, que tem estado debaixo de críticas por estar previsto para um local de potencial reserva indígena. Em …

Depois de ter sido expulsa da Hungria, universidade criada por George Soros reabre na Áustria

A Universidade da Europa Central, criada pelo bilionário George Soros em Budapeste, na Hungria, em 1991, foi expulsa do país depois que o primeiro-ministro Viktor Orbán a acusou de promover valores liberais no país, incluindo …

Bloco defende fim de portagens nas ex-Scut do interior

A coordenadora do BE defendeu esta segunda-feira, no Porto, o fim das portagens nas ex-Scut do interior do país e a necessidade de "rever" as parcerias público-privadas rodoviárias por serem "absolutamente lesivas para os cofres …

Jovem muçulmana de Tavira já tem equipamento para jogar basquetebol

A jovem atleta do Clube de Basquetebol de Tavira, impedida de alinhar num jogo no passado domingo, já possui o equipamento que lhe permite jogar segundo as regras da modalidade e da religião muçulmana. Fátima Habib …

Presidente da Catalunha começa a ser julgado por desobediência

O presidente do Governo regional da Catalunha reconheceu, esta segunda-feira, que não cumpriu a ordem da comissão nacional de eleições espanhola de remover os símbolos separatistas alegando ser "ilegal" e de cumprimento "impossível". "Sim, eu desobedeci", …

Um restaurante acabou de abrir a um quarteirão da Casa Branca. Chama-se "Comida de Imigrante"

Um restaurante chamado "Immigrant Food" ("Comida de Imigrante") abriu a um quarteirão da Casa Branca. O local quer fazer com que ajudar imigrantes seja tão fácil como pedir comida de um menu. Assim, além de comida, …

Trump admite testemunhar no inquérito para a sua destituição

O Presidente dos EUA admitiu, esta segunda-feira, "considerar seriamente" a possibilidade de testemunhar por escrito no inquérito para a sua destituição, que decorre no Congresso. "Embora não tenha feito nada de errado e não goste de …

INE espanhol está a "espiar" telemóveis para estudo estatístico

Um estudo do INE espanhol está a receber duras críticas por alegadamente infringir a privacidade de dados dos cidadãos. O gabinete irá monitorizar os telemóveis dos espanhóis. O Instituto Nacional de Estatística (INE) de Espanha deu …

Donald Tusk vai presidir o Partido Popular Europeu

O presidente do Conselho da União Europeia (UE) é o único candidato à presidência do Partido Popular Europeu (PPE) e vai suceder no cargo ao francês Joseph Daul. Esta será a primeira vez que um europeu …

EUA. Casal vegan vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses

Um casal americano, que segue uma alimentação vegan, vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses, por malnutrição. Ambos vão permanecer detidos até à data do julgamento, em dezembro. Segundo noticiou …