União Europeia prepara-se para acabar com os kebabs

O Parlamento Europeu debate este mês uma resolução da comissão de Saúde que chumba a utilização de aditivos essenciais à conservação da carne de kebab. Se for aprovada, será o fim do petisco.

A comissão de Saúde do Parlamento Europeu chumbou esta semana uma proposta da Comissão Europeia que permitia a utilização de fosfatos para preservação da carne, de acordo com o El País.

Estes fosfatos são indispensáveis para a conservação dos rolos de carne usados para os famosos kebabs. Quer isto então dizer que, se o plenário do Parlamento Europeu der seguimento a esta resolução aprovada pela comissão de Saúde, será o fim da iguaria na União Europeia.

Aprovada na terça-feira com 32 votos a favor e 22 contra, a resolução da comissão de Saúde do Parlamento Europeu é desfavorável a uma proposta da Comissão Europeia que pretende permitir a utilização de ácido fosfórico, fosfatos e polifosfatos na conservação da carne.

Estes produtos são necessários para manter a carne tenra e para preservar o sabor característico daquele tipo de carne, quer no transporte quer no assador.

O kebab, um prato culturalmente originário da Turquia, popularizou-se na década de 1970, como comida de rua, em Berlim. Hoje, há mais de 200 mil pessoas a trabalhar em restaurantes de kebabs em toda a Europa.

A comissão de Saúde do Parlamento Europeu argumenta a proibição com estudos científicos que relacionam a utilização deste tipo de aditivos com o aumento dos riscos de problemas cardiovasculares.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Sim, há gente que come isso, sem saber que carne é, sem saber de onde vem e sem refrigeração, um horror quanto a questão sanitária.

    • Não fale do que desconhece. Sem refrigeração??!!! Mas em que mundo é que o amigo vive? A única coisa que é questionada é a utilização de fosfatos e nada mais. Quanto ao resto asseguro-lhe que é exatamente igual a todas as restantes carnes. E já estive na maior empresa da Europa, localizada na Alemanha de kebab.

      • Pois, e é precisamente da Alemanha (maior produtor de kebab) que vem essa carne bastante duvidosa!!
        Não faltam casos onde aparecem essas fabricas de kebab manhosas na Alemanha –
        fabricas sem licenças nem condições de higiene, onde produzem esse lixo que depois exportam para toda a Europa!
        Para quem esteve na maior empresa de kebab da Europa, não parece estar muito bem informado..
        Anda por aí um documentário que passou na Sic Noticias que mostra um pouco dessa realidade.

        • Onde estive não tenho nada a apontar. É a maior empresa europeia (e penso que mundial de produção de kebab, detida por turcos, como não poderia deixar de ser). Conheço a realidade pessoalmente e não por pretensos documentários. Como referi, é um exemplo no setor alimentar.
          Conheço igualmente bem a nossa indústria alimentar e a da maioria dos países europeus, eua e brasil e posso assegurar-lhe que esta unidade que visitei estará seguramente muito à frente de quase todas as restantes em matéria de higiene, segurança e total respeito pelo cumprimento das leis neste domínio alimentar.

  2. Certo, conhece a realidade da(s) empresa(s) “exemplares”, mas, como é natural, as ilegais/que não tem condições, não costumam receber visitas!…
    Essas é que são o problema!
    Eu também conheço relativamente bem o sector alimentar (principalmente a produção e processamento de carnes em Portugal e Espanha) e já ouvi inúmeras vezes falar dessa produção clandestina de kebabs na Alemanha.
    Referi o documentário (de uma televisão francesa, se não em engano) pois mostrava claramente (filmado com câmaras escondidas) a produção e exportação dessa carne “manhosa” para toda a Europa.
    Mais curioso foi ver que tinham toda a papelada para exportar “legalmente” para qualquer país da UE!…

RESPONDER

Director nacional da PJ defende "recompensa garantida" para Rui Pinto

O director nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, realça a colaboração de Rui Pinto como tendo sido essencial para apurar a "verdade material" no caso de pirataria informática que o envolve e defende, por …

Lufthansa aceita condições do resgate. Vai ceder aviões e perder "slots"

O Governo da Alemanha e a Comissão Europeia (CE) chegaram a um acordo sobre o resgate da Lufthansa e que poderá evitar a falência da companhia aérea, anunciaram, na sexta-feira, fontes próximas das negociações e …

Chipre vai pagar despesas das férias a turistas que ficarem infetados no país

O Chipre vai pagar o custo das férias aos turistas que testaram positivo depois de viajarem para o país. Entre as despesas está o alojamento, a alimentação e os medicamentos. O Chipre comprometeu-se a pagar todas …

Tribunais vão vender máscaras a um euro. "É uma margem de lucro de 45 por cento"

Os tribunais vão ter máscaras cirúrgicas à venda para advogados e testemunhas, de modo a garantir que podem entrar nas salas de audiência a partir de quarta-feira, dia em que a Justiça retoma as sessões …

Julgamento BES. Ministério Público acredita que provas da Suíça ainda podem ser utilizadas

O jornal Público escreve este sábado que os procuradores do Ministério Público (MP) acreditam ainda ser possível utilizar os elementos solicitados nas cartas rogatórias enviadas às autoridades suíças no julgamento do caso BES. O Ministério …

Salários mais baixos podem passar a ter lay-off pago a 100%

O Governo está a estudar a possibilidade de o regime de lay-off, desenhado especificamente para o contexto da pandemia de covid-19, passar a ser pago na sua totalidade (100%) para quem tem salários mais baixos. …

Bronca na Liga. Contestação adia 5 substituições e o Marítimo recusa assinar Plano de Retoma

Após dois dias intensos de reuniões, foi aprovado o Plano de Retoma do campeonato nacional para a disputa das últimas 10 jornadas da época 2019/2020. Mas apenas 17 clubes o assinaram. O Marítimo recusou fazê-lo, …

Igreja perdeu 50 milhões de euros com a pandemia (e há dioceses em lay-off)

Ao cabo de dois meses de paragem por causa da pandemia de covid-19, as missas regressam, neste sábado, mas com regras novas para evitar a propagação do coronavírus. Uma paragem que resultou num "prejuízo" de …

Reabertura de ATL adiada para 15 de junho. Creches arrancam segunda-feira (sem apoios para os pais)

As Atividades de Tempos Livres (ATL) não integradas em estabelecimentos escolares só poderão voltar a funcionar a partir de 15 de junho, duas semanas depois daquilo que estava inicialmente previsto. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, …

Governo britânico vai continuar a pagar 80% dos salários durante mais três meses

O Governo britânico vai continuar a pagar durante mais três meses 80% do salário de trabalhadores em lay-off devido à pandemia de covid-19, e reduzir gradualmente o valor até ao fim do sistema, em outubro. O …