Uma fotografia diplomática entre Israel e Líbano pode fazer com que Trump se sinta o “Sr. da Paz”

Atef Afadi / EPA

Tirar uma fotografia comemorativa é uma das questões de protocolo mais complicadas nas negociações sobre as fronteiras marítimas entre o Líbano e Israel.

As negociações sobre as fronteiras marítimas entre o Líbano e Israel são espinhosas e há questões que, por muito que pareçam insignificantes, se intrometem no caminho: é o caso das fotografias comemorativas ou até do cumprimento das duas delegações.

De acordo com o Aljazeera, o Líbano e Israel estão, tecnicamente, em guerra. As conversas, mediadas pelos Estados Unidos, para demarcar a fronteira marítima dos países começaram na passada quarta-feira, numa base das Nações Unidas localizada na fronteira sul do Líbano.

Numa declaração conjunta, divulgada no mesmo dia, o Hezbollah e o seu principal aliado, o Movimento Amal, disseram que Israel estava a tentar “empurrar” o Líbano para um clima de normalização com Israel, menos de um mês depois da assinatura dos acordos patrocinados pelos Estados Unidos entre Israel e os Emirados Árabes Unidos e Bahrein.

O jornal Al-Akhbar, pró-Hezbollah, escreveu que os dois grupos rejeitaram uma “imagem ao estilo de normalização” na forma de uma fotografia comemorativa. No entanto, nenhuma imagem foi divulgada.

A fotografia teria um grande valor de propaganda para Israel e para os Estados Unidos, mas embaraçaria os partidos do Líbano, que defendem a “resistência” contra os israelitas.

Laury Haytayan, diretora do Natural Resource Governance Institute, disse ao Aljazeera que a fotografia pode ter sido enviada para o Presidente norte-americano, Donald Trump, e que o governante poderá até ter-se sentido o “Sr. da Paz e da Estabilidade“. “Posso fazer com que os israelitas e os libaneses se sentem na mesma mesa para negociar relações normalizadas”, ironizou.

Ao matutino, fonte presidencial do Líbano adiantou que o Presidente Michel Aoun discutiu a etiqueta do país nas conversas com a delegação e rejeitou qualquer forma de normalização. Contudo, deixou a a questão da fotografia nas mãos da ONU.

Durante as negociações, os dois lados aproximaram-se, ainda que apenas fisicamente. As conversas foram interrompidas após uma hora de reunião, tendo sido marcado um segundo encontro para dia 28 de outubro.

Do lado libanês, levantam-se vozes que consideram que a situação económica degradada do país pode fazer com que a delegação não consiga manter as negociações diretas com Israel. É o caso de Ziad Assouad, um membro do partido do Presidente Michel Aoun, que disse que “não podemos resolver a questão através da guerra, até porque não temos o poder económico para o fazer.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ricardo Pereira revela segredo para o FC Porto derrotar o City

A jogar em Inglaterra há três anos, Ricardo Pereira conhece bem o próximo adversário do FC Porto na Liga dos Campeões. O internacional português deu alguns conselhos à equipa portista. Ricardo Pereira está a cumprir a …

OE em duodécimos deixa 2.700 milhões de estímulo orçamental em suspenso

A hipótese de haver um Orçamento em duodécimos em 2021 está em cima da mesa. Se tal acontecer, há pelo menos 2.700 milhões de estímulo orçamental que não chegarão à economia. Se o Orçamento do Estado …

Grupo Luz Saúde foi o que mais faturou com a pandemia

O Grupo Luz Saúde faturou quase 40 milhões de euros com a venda de material à Direção-Geral da Saúde (DGS), a hospitais e até a autarquias. A GLSMed Trade, do grupo Luz Saúde, foi a empresa …

Pinto da Costa: "Varandas fará um grande serviço quando se dedicar à medicina"

Manchester City, Luís Filipe Vieira e Frederico Varandas foram alguns dos temas abordados por Pinto da Costa numa recente entrevista ao Porto Canal. Em entrevista ao Porto Canal, Pinto da Costa fez a antevisão ao encontro …

Espanha pondera recolher obrigatório em todo o país. Esperam-se semanas "muito difíceis"

Salvador Illa, ministro da saúde de Espanha, referiu que o governo está a estudar um recolhimento obrigatário no país, como forma de travar a propagação do novo coronavírus que nos últimos dias tem feito infetado …

Algarve pode consagrar Lewis Hamilton como piloto mais vitorioso de sempre

O Autódromo Internacional do Algarve está a caminho de ver a consagração do piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) como o piloto mais vitorioso de sempre da Fórmula 1, no domingo, no Grande Prémio de Portugal. Depois …

Antigo túmulo siberiano contém casal de guerreiros (e um enorme stock de armas)

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um túmulo com 2.500 anos que continha os restos mortais de quatro pessoas da antiga cultura Tagar. Arqueólogos da Universidade Estadual de Novosibirsk, na Rússia, desterraram um túmulo com 2.500 anos …

OE2021. Governo perde fé nas negociações com o Bloco, mas conta com PAN e talvez PCP

As negociações com o Bloco para garantir a aprovação do Orçamento do Estado para 2021 não estão bem encaminhadas. O Governo espera contar com o PAN e talvez com o PCP. Um possível entendimento entre o …

"Eleição do mundo". USA Today declara apoio a Biden (que continua a liderar nas sondagens)

Pela primeira vez, o jornal norte-americano USA Today decidiu apoiar um candidato presidencial - Joe Biden. O democrata continua a liderar as sondagens a dois dias do último debate. "Há quatro anos, o Conselho Editorial - …

Cientistas descobrem (acidentalmente) um novo órgão dentro da cabeça humana

Uma equipa de investigadores fez uma descoberta anatómica surpreendente, encontrando o que parece ser um misterioso conjunto de glândulas salivares escondidas dentro da cabeça humana. Esta "entidade desconhecida" foi identificada acidentalmente por médicos na Holanda, que …