Um século depois, matemático russo resolve dois dos enigmas de Hilbert

O matemático russo Yaroslav Serguéyev encontrou a solução de dois problemas matemáticos que permaneceram sem resolução durante mais de um século.

Yaroslav Serguéyev, professor de matemática das universidades de Nizhni Nóvgorod, na Rússia, e de Calabria, na Itália, dedica-se a investigar o campo do cálculo infinitesimal.

No seu estudo mais recente, publicado pela Sociedade Europeia de Matemática, Serguéyev mostra a solução de dois problemas matemáticos de David Hilbert.

Em 1900, Hilbert apresentou, no segundo Congresso Internacional de Matemáticos, em Paris, uma compilação de 23 problemas matemáticos, até agora sem resolução.Os problemas apresentados pelo matemático alemão tiveram uma grande influência na matemática do século XX.

Segundo a RT, uma das soluções de Serguéyev corresponde ao primeiro trabalho de Hilbert – a Hipótese do Contínuo. A sua solução nega a existência de um conjunto infinito, cujo tamanho se encontra estritamente compreendido entre os números naturais e os números reais.

O outro problema resolvido pelo matemático russo é o oitavo problema de Hilbert, em que unifica as Hipóteses de Riemann (todo o zero não trivial da função zeta tem uma parte real igual a ½) com a Conjetura de Goldbach (qualquer número par maior de 2 pode-se expressar com a soma de dois números primos).

A resposta dada pelo professor russo abrange parte das hipóteses de Riemann, incluídas na lista dos 7 Problemas do Milénio. Em 2000, o Instituto de Matemática Clay ofereceu um prémio de 7 milhões de dólares a quem conseguisse resolver cada um destes problemas matemáticos.

A dificuldade em resolver estes problemas deve-se ao “sistema tradicional utilizado para descrever o infinito, que faz com que seja impossível resolver estes problemas”, explica Yaroslav Serguéyev.

O matemático comparou a precisão da “linguagem matemática tradicional”, aplicada a estes problemas, com o sistema utilizado pelos Pirahã, um povo originário do Amazonas que conhece apenas três quantidades: um, dois e muito.

Desta forma, para o povo Pirahã as operações matemáticas 2+1 e 2+2 dariam exatamente o mesmo resultado: “muito”, constatou Serguéyev, destacando que “não se trata de uma resolução errada, mas sim imprecisa”.

O matemático traçou assim uma analogia entre as limitações do sistema dos Pirahã e o sistema dos matemáticos que estudam problemas relacionados com o infinito.

Assim, no primeiro caso, “tanto ‘muito’+1, como ‘muito’+2, equivalem a ‘muito'”, tal como as operações matemáticas contemporâneas que igualam os resultados de infinito+1 e infinito+2.

As dificuldades existentes no campo do cálculo infinitesimal “não estão condicionadas pela natureza do infinito”. São só uma sequência da “debilidade do sistema tradicional” em expressar os números.

A dificuldade principal dos matemáticos não são os números, mas sim “os defeitos dos instrumentos”. “É semelhante a um microscópio com lentes débeis: não permite que o objeto seja analisado com clareza”, conclui Serguéyev.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não encontro informação na imprensa internacional; isto é +/- a mesma coisa que um novo Einstein aparecer na terra; qual foi a fonte para esta notícia? Onde está publicado o artigo científico? Obrigado

RESPONDER

Governo compromete-se a concluir processo de regularização dos precários

O Governo comprometeu-se com a conclusão, no início da legislatura, do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), mas sem avançar uma data concreta. O debate temático sobre o PREVPAP, que decorreu …

Camboja acaba com passeios turísticos de elefante em Angkor

Os passeios de elefante, que são umas das principais atrações turísticas pelas áreas dos templos de Angkor, no Camboja, deixarão de o ser em 2020. Em 2016, uma elefante fêmea morreu por insuficiência cardíaca depois de …

MPLA afasta "Tchizé" dos Santos do comité central e suspende-a por dois anos

O Bureau Político do MPLA aprovou, esta quinta-feira, o afastamento de Welwitschia 'Tchizé' dos Santos de membro do comité central do partido no poder em Angola e a suspensão por dois anos da condição de …

Coldplay adiam divulgação de álbum. Querem uma digressão mais "respeitadora do ambiente"

O líder dos Coldplay anunciou na quinta-feira que o grupo musical britânico adiou a digressão de apresentação do seu novo álbum, que é publicado esta sexta-feira, para ser o mais limpa possível e ter um …

Vila Galé já estuda novo resort na região do Brasil onde abandonou projeto

O Vila Galé vai mesmo avançar com uma nova unidade hoteleira na mesma região do Brasil onde decidiu abandonar o projeto que tinha, depois das críticas de que ia investir em potencial zona de reserva …

França ultrapassa Alemanha. É o pais europeu com mais pedidos de asilo

França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo, pela primeira vez desde o início da crise migratória em 2015, afirmou esta quinta-feira em Paris o ministro do Interior. “A França tornou-se desde 20 de …

Procurador-geral admite que suicídio de Epstein foi resultado de vários erros

O procurador-geral dos EUA disse, esta sexta-feira, que a morte de Jeffrey Epstein, que se suicidou atrás das grades, foi o resultado de "uma tempestade perfeita de asneiras". Em entrevista à Associated Press, William Barr confessou …

Vegano processa Burger King nos EUA por "contaminação" de hambúrguer

Um cliente vegano interpôs uma ação judicial contra o Burger King nos Estados Unidos, acusando a cadeira de restaurantes de fast-food de lhe ter servido um hambúrguer cozinhado na mesma grelha utilizada para preparar carne. De …

Dono do carro onde seguia Angélico condenado a dois anos de pena suspensa

O dono de um stand da Póvoa de Varzim e a sua ex-mulher foram, esta sexta-feira, condenados a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em causa está a falsificação do contrato de compra e venda …

Mais de 500 mulheres assassinadas em Portugal nos últimos 15 anos

Mais de 500 mulheres foram assassinadas nos últimos 15 anos em contexto de relações de intimidade em Portugal, e só neste ano já morreram 28, algumas baleadas, outras estranguladas ou espancadas, a maioria vítima de …