Um ano depois da morte de Chávez, Venezuela faz dez dias de homenagem

ABr

Hugo Chávez, presidente da Venezuela falecido a 5 de março de 2013

Hugo Chávez, presidente da Venezuela falecido a 5 de março de 2013

Um desfile militar e aéreo marcará, esta quarta-feira, o início das celebrações em homenagem ao ex-presidente venezuelano Hugo Chávez, um ano após a sua morte.

“Teremos eventos nacionais e internacionais. O nosso povo continuará a demonstrar que Chávez vive e a pátria continua, hoje mais que nunca, com a revolução, vencendo dificuldades e crescendo”, anunciou Nicolás Maduro, o sucessor eleito de Hugo Chávez.

Em Caracas, são esperados presidentes e governantes de vários países do mundo para participar nas cerimónias, das quais fazem parte um ato especial no Quartel da Montanha, um museu histórico-militar transformado em mausoléu, onde repousam os restos mortais do líder socialista.

Dos atos, que se prolongarão por dez dias, faz parte a exibição, quarta-feira, através do canal de televisão estatal Telesul, do documentário “Mi Amigo Hugo”, produzido pelo cineasta norte-americano Oliver Stone e que recolhe a vida do “comandante supremo” e declarações de familiares, amigos, intelectuais e líderes políticos.

Para assinalar a efeméride, através das redes sociais os venezuelanos preveem distribuir mensagens a cada meia hora, principalmente através do Twitter, uma iniciativa denominada “um dia na vida de Chávez”.

A homenagem tem lugar num momento em que os venezuelanos se queixam de uma acentuada escassez de produtos no país, da insegurança, da alta inflação e da falta de divisas para importações.

Desde há quase um mês que diariamente se registam protestos de estudantes e opositores, umas vezes tranquilos e noutras violentos, que já ocasionaram a morte de pelo menos 18 pessoas, 261 feridos e mais de mil detidos.

Hugo Chávez, 1954-2013

Nascido na localidade venezuelana de Barinas a 28 de julho de 1954, Hugo Rafael Chávez Frías faleceu em Caracas a 5 de março de 2013, após uma luta de quase três anos contra um cancro, um período durante o qual se sujeitou a quatro intervenções cirúrgicas.

Faleceu cinco meses depois de ter sido reeleito para o seu terceiro mandato.

Inspirado em Simón Bolívar, um político venezuelano que impulsionou a independência de vários países da América do Sul, Hugo Chávez chegou ao poder em 1998. Defensor do socialismo do século XXI, impulsionou o que intitulou de revolução bolivariana.

Ficou conhecido pelas políticas sociais para os mais desfavorecidos, mas também pelas suas posições anti-Estados Unidos e por ser amigos de controversos líderes como Fidel Castro, Mahmoud Ahmadinejad e Muamar Kadhafi.

Enquanto presidente, Hugo Chávez fez várias visitas oficiais e escalas em Portugal, sobretudo durante o governo de José Sócrates, que dizia ser o seu principal amigo na Europa. Em 2001, durante a primeira visita, foi distinguido com a Ordem do Infante D. Henrique, pelo então presidente da República Jorge Sampaio.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …