Último aviso da Cassini: se for a Saturno, leve guarda-chuva

NASA / /JPL-Caltech

A sonda Cassini da NASA

Se está a pensar fazer uma viagem até Saturno deixamos um conselho: não se esqueça do guarda-chuva. Cientistas norte-americanos descobriram recentemente que os anéis de Saturno podem produzir uma espécie de chuva.

A sonda Cassini viveu em setembro os seus últimos momentos de vida. Em 1997, foi lançada pela NASA com o objetivo de estudar profundamente o planeta Saturno, as suas luas e os arredores. No final do ano de 2004, soltou a sonda Huygens na superfície da lua Titã e dedicou os seus últimos 13 anos de vida a orbitar o planeta dos anéis.

Cassini sempre surpreendeu os astrónomos e, como seria de esperar, os seus últimos momentos não foram exceção. Um artigo, publicado na revista Science esta segunda-feira, é a prova disso mesmo.

Segundo a Hypescience, o estudo analisa a ionosfera de Saturno, um segmento da atmosfera superior preenchido com partículas que adquiriram uma carga magnética. A ionosfera apresentou variações que intrigaram os cientistas, nomeadamente na temperatura e densidade, que sugeriram algumas explicações possíveis para o fenómeno.

Os registos mostraram que os anéis “lançam sombras sobre Saturno”, o que pode provocar uma espécie de chuva – um facto desconhecido até então. Além das “nuvens” criadas pelos anéis, este comportamento anormal da ionosfera pode também ser explicado pela ocorrência de ventos fortes ou até por uma “chuva de anéis” congelada.

Os anéis de Saturno são constituídos por sete anéis principais, separados por algumas faixas vazias, com partículas de gelo, poeira, água e material rochoso com tamanhos variados.

A ionosfera, localizada a uma altitude entre os 2,6 mil e os 4 mil quilómetros, apresenta uma ionização reduzida em regiões onde a radiação ultravioleta solar é bloqueada pelos anéis. Ou seja, isto faz com que a atmosfera de Saturno mude, de maneiras desconhecidas até então, provocando, por exemplo, a “chuva de Saturno”.

“Estas são as primeiras observações diretas da ionosfera superior de Saturno”, afirma William Kurth, cientista da Universidade de Iowa, nos EUA. Segundo o cientista, este é o primeiro estudo de muitos outros que poderão surgir sobre a ionosfera de Saturno e as suas interações com os anéis.

Esta não é, porém, a primeira vez que as chuvas dos anéis são apontadas como uma explicação para os fenómenos de Saturno. Desde de 2013, os cientistas acreditam que podem ser a causa para misteriosos sinais de rádio, algo que vinha sendo discutido desde os anos 1980.

Ainda que seja uma explicação viável, não pode ser apontada como uma certeza absoluta. Kurth acredita que a resposta definitiva surgirá de futuras observações de rádio e de plasma, que fornecerão a base para possíveis missões de retorno ao sistema saturniano.

PARTILHAR

RESPONDER

Os nossos antepassados acasalaram com pelo menos 5 espécies diferentes

A análise genética revelou que os ancestrais dos humanos modernos cruzaram com pelo menos cinco grupos humanos arcaicos diferentes quando se mudaram da África e passaram pela Eurásia. Embora dois dos grupos arcaicos sejam conhecidos atualmente …

A Loja do Gato Preto

Loja do Gato Preto suspeita de envolvimento em esquema de contrabando

Os sócios da Loja do Gato Preto e vários funcionários da empresa são arguidos numa investigação relacionada com suspeitas de contrabando e falsificação de documentos, no âmbito de importações de utensílios de mesa e cozinha …

PS alarga fosso em relação ao PSD (mas ainda está longe da maioria absoluta)

O PS segue destacado nas intenções de voto relativas às próximas legislativas, alargando o fosso em relação ao PSD de Rui Rio para quase 14 pontos percentuais, segundo a sondagem da Aximage divulgada esta sexta-feira. De …

Desde a saúde ao trabalho, quase 170 diplomas em votação no último dia do Parlamento

Parlamento realiza o seu último dia de votações antes das férias de verão, uma “maratona” para votar 59 projetos de lei, 19 propostas de lei do Governo e 90 projetos e propostas de resolução. O parlamento …

Inteligência artificial criou uma nova vacina contra a gripe sozinha (e é melhor do que as atuais)

Uma inteligência artificial criada pela Universidade de Flinders, na Austrália, desenvolveu, sozinha, uma nova vacina para a gripe. Apelidada de “SAM” (sigla em inglês para “Algoritmos Inteligentes para Descobertas Médicas”), a tecnologia criou uma medicação tão …

Greve de técnicos superiores de diagnóstico vai dificultar realização de análises ou exames esta sexta-feira

Os técnicos superiores de diagnóstico paralisam, pela segunda sexta-feira consecutiva, e vão protestar na Assembleia da República, onde tencionam "acompanhar de perto" a votação de um projeto de resolução do PSD. Os técnicos prometem paralisar …

PSD promete congelar o número de funcionários públicos (para lhes pagar melhor)

O PSD afirmou esta quinta-feira que existe margem no seu cenário macroeconómico para atualizar salários pelo menos à taxa da inflação, e que utilizará o excedente de 800 milhões de euros para valorização remuneratória dos …

Trump assegura que drone iraniano foi abatido. Mas Irão nega o ataque

O Presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na quinta-feira que um navio de guerra norte-americano destruiu um drone iraniano no estreito de Ormuz, numa altura de tensões crescentes entre os dois países. O Presidente norte-americano considerou …

Super-erupções vulcânicas estão a interromper a recuperação da camada de ozono

Desde que o buraco do ozono na Antártida foi detetado em 1985, o esgotamento da camada de ozono - o "grande guarda-chuva" que protege toda a vida na Terra - levantou uma preocupação considerável. Os esforços …

Perin falha testes médicos e só chega ao Benfica no final do ano

O guarda-redes italiano da Juventus vai prosseguir a recuperação à lesão em Turim e só dentro de quatro meses regressará à Luz para assinar pelo Benfica. "O Sport Lisboa e Benfica informa que, na sequência da …