Turquia deteve 17 jornalistas acusados de pertencerem a “grupo de terror”

faungg's photos / Flickr

A praça de Sultanahmet, no centro histórico de Istambul, na Turquia

A praça de Sultanahmet, no centro histórico de Istambul, na Turquia

A Turquia deteve este sábado 17 jornalistas acusados de pertencerem a um “grupo de terror” e o Presidente turco disse aos responsáveis europeus para “se meterem na sua vida”, referindo-se à repressão que se sucedeu ao golpe falhado.

Dezassete jornalistas continuam sob custódia de um tribunal de Istambul, acusados de terem ligações a Fethullah Gulen, oposicionista tido com responsável pelo golpe de Estado de 15 de julho, uma acusação que nega.

Na sexta-feira, 21 jornalistas foram a julgamento e estiveram em audições que duraram até à meia-noite, sendo que, destes, quatro foram libertados, mas 17 foram colocados em detenção pré-julgamento, acusados de “pertencerem a um grupo de terror“, segundo avançou a Anadolu, a agência de notícias estatal.

Entre os detidos estão o jornalista veterano Nazli Ilicak e também Busra Erdal, o antigo correspondente de uma publicação pró-Gullen.

A Turquia deteve mais de 18 mil pessoas durante a tentativa de golpe de Estado atribuída a Gullen, exilado nos Estados Unidos. Desde então, assistiu-se no país a uma onda de repressão que levou Bruxelas a pôr em causa a adesão de Ancara à União Europeia.

No entanto, duas semanas depois do golpe de Estado de 15 de julho, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou que estava a levantar vários processos judiciais contra pessoas que estavam acusadas de o insultar.

Centenas de detidos desde o golpe estão agora a ser libertados: o tribunal de Istambul já libertou 758 soldados na noite de sexta-feira e outros 3.500 suspeitos foram também soltos.

No entanto, com a preocupação crescente quanto a estes números, o comissário europeu para o Alargamento da UE, Joanned Hahn, afirmou que precisa de ver “factos preto no branco sobre como estas pessoas são tratadas”.

“E, se houver a mais pequena dúvida em relação a um tratamento impróprio, então as consequências serão inevitáveis”, disse Hahn ao diário alemão Sueddeutsche Zeitung.

Num discurso no seu palácio presidencial ao final do dia de sexta-feira, em que recordou os que morreram durante o golpe falhado, Erdogan denunciou as críticas e acusou o Ocidente de desertar a Turquia quando o país mais precisa.

“Algumas pessoas dão-nos conselhos. Dizem que estão preocupados. Metam-se na vossa vida, olhem para os vossos próprios atos”, afirmou Recep Tayyip Erdogan.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Morreu Paul Bocuse, o "papa da gastronomia"

Paul Bocuse, impulsor da "nouvelle cuisine" francesa e o cozinheiro mais famoso do seu país, morreu neste sábado aos 91 anos de idade, anunciou a família do chef à imprensa francesa. "Bocuse morreu, a gastronomia está …

Isolamento social faz desenvolver diabetes tipo 2

Um estudo recente descobriu uma intrigante relação entre isolamento social e o desenvolvimento da diabetes tipo 2, sugerindo que ter um pequeno grupo de amigos pode tornar-nos mais propensos ao desenvolvimento da doença. Enquanto a diabetes …

Escutas de Sócrates infectadas com vírus informático

Os advogados dos dois principais arguidos na Operação Marquês, José Sócrates e Ricardo Salgado, denunciam a existência de vírus informáticos nas escutas que lhes foram entregues. Segundo afirmou ao jornal Público o advogado Pedro Delille, os …

Angola prepara-se para fechar 9 embaixadas e 18 consulados, incluindo em Portugal

O Governo angolano está a estudar a possibilidade de encerrar 9 embaixadas e 18 consulados-gerais, nomeadamente em Lisboa, Faro e Macau, além de 10 representações comerciais, incluindo em Portugal, para poupar mais de 66 milhões …

Sondagem: PS aumenta vantagem, Rui Rio não tem hipóteses, Passos sobe

O PS continua a aumentar a sua distância com o PSD nas sondagens, e tem agora uma vantagem de 14,4 pontos percentuais. Entre os líderes políticos, quem mais subiu foi o presidente cessante do PSD, …

Patrocinadora do programa "Supernanny" pondera sair

A marca que patrocina o polémico programa da SIC diz que está a considerar suspender o patrocínio, uma vez que o "tumulto social" causado pelo reality show não é compatível com os seus princípios. De acordo …

PJ faz buscas em esquadra da PSP na Amadora por suspeitas de corrupção

A Polícia Judiciária realizou buscas, esta sexta-feira, na esquadra da Brandoa, na Amadora, por suspeitas de corrupção passiva e ativa e de abuso de poder por parte de alguns agentes da PSP. Segundo o Correio da Manhã, …

"Conta invisível" do GES pagou a 106 pessoas (com Zeinal Bava à cabeça)

Um enorme saco azul do Grupo Espírito Santo pagou de forma explícita durante 8 anos a 106 pessoas e manteve 96 avenças ocultas. À frente da lista de pagamentos, o antigo administrador da PT Zeinal …

Ministério Público desconhece paradeiro dos filhos do ex-embaixador iraquiano

O Ministério Público desconhece o paradeiro dos gémeos iraquianos acusados de tentativa de homicídio de um jovem, tendo a procuradora do processo solicitado à Procuradoria-Geral da Republica para pedir às autoridades do Iraque que notifiquem …

Hugo Vau surfou "bomba" na Nazaré (e pode ter quebrado recorde de McNamara)

O surfista português surfou uma "bomba", na quarta-feira passada, na Praia do Norte, na Nazaré, que se calcula ter 35 metros e que poderá ter quebrado o recorde do norte-americano Garrett McNamara. "Esta sim, foi diferente de …