Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal.

Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika de Fernandez conheceu o homem que se viria a tornar o seu marido. Em apenas duas horas, Peter Reyn-Bardt pediu que esta se casasse com ele e a resposta foi positiva. Em quatro dias, o casal casou-se.

Poucos meses depois, o casamento acabou e Malika voltou a viajar pelo mundo. Já Reyn-Bardt permaneceu na sua casa em Cheshire, em Inglaterra.

Dois anos depois da separação, Malika desapareceu completamente e Reyn-Bardt tornou-se o principal suspeito.

Apesar das buscas na sua propriedade – que incluíram investigações no seu jardim – a polícia não conseguiu encontrar nenhuma evidência do corpo de Malika.

Assim, o caso permaneceu sem pistas durante duas décadas, altura em que um acontecimento fez com que o mistério tivesse uma estranha reviravolta: foram encontrados restos mortais dentro de um pântano perto da casa de Reyn-Bardt.

Perante o sucedido, a falta de conhecimento de Reyn-Bardt sobre turfeiras pode ter determinado a sua condenação pelo assassinato da sua ex-mulher.

Segundo o IFL Science, a turfa é criada através da decomposição de matéria orgânica, principalmente de materiais vegetais, como o musgo.

Quando o musgo esfagno, em particular, se acumula o suficiente para formar um pântano, as camadas de turfa formam ácidos que são muito bons na preservação de corpos.

Se Reyn-Bardt soubesse disso, talvez não tivesse confessado que matou a esposa quando os restos mortais foram encontrados.

Depois da cabeça de uma desconhecida ser encontrada no pântano, as autoridades forenses inicialmente acreditaram que a mulher teria entre 30 e 50 anos e, como tal, confrontaram Reyn-Bardt com as evidências, acreditando que estavam relacionadas com o desaparecimento de Malika.

Perante as evidências, Reyn-Bardt acabou por assumir que matou a ex-mulher. “Já passou tanto tempo que pensei que nunca seria descoberto”, disse à polícia durante o interrogatório.

O homem acabou por revelar que durante uma discussão com Malika, acabou por se enervar e matou-a. “Algo ferveu dentro de mim”, referiu Reyn-Bardt, que contou que quando percebeu que tinha morto a ex-mulher ficou “apavorado” e não conseguiu pensar com clareza, sendo que a única coisa que lhe veio à cabeça foi esconder o corpo.

Reyn-Bardt assumiu que desmembrou o corpo com um machado, antes de tentar queimá-la, mas como não conseguiu, levou os restos mortais para o pântano.

O caso parecia estar encerrado, mas o investigador principal, o detetive George Abbott, estava intrigado com um detalhe: se esta era a cabeça de Malika, onde estavam os outros restos mortais? Em dúvida, o investigador enviou o crânio para uma análise mais aprofundada na Universidade de Oxford, e foi aí que se descobriu que este datava da época dos romanos.

“O crânio foi preservado nas turfeiras durante mais de 16 séculos e obviamente não tem nada a ver com Malika Reyn-Bardt”, referiu o promotor Martin Thomas ao tribunal. “Porém, a ironia é esta: a sua descoberta levou diretamente à prisão do réu e à sua confissão detalhada”, acrescentou.

Quando Reyn-Bardt soube da verdadeira história por trás do crânio encontrado, tentou retirar a sua confissão, mas foi tarde demais.

Até hoje, o corpo de Malika de Fernandez ainda não foi encontrado.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …