Tunísia. Novo governo tem forte participação de partido conservador islamita e de mulheres

O primeiro-ministro designado da Tunísia, Habib Jemli, anunciou na quarta-feira a composição do novo governo, com uma forte participação do Movimento Enhhada e de mulheres, que pela primeira vez garantem 40% do gabinete.

Em conferência de imprensa, o futuro chefe de governo, proveniente do Ennahda (Renascimento), um partido conservador de tendência islamita, confirmou que apresentou na quarta-feira a lista ao Presidente do país, o ultraconservador Kais Saied, e que o nome dos novos ministros será revelado na quinta-feira, noticiou a agência Lusa.

“O mais jovem tem 39 anos e o mais velho 69”, afirmou Jemli, que se limitou a indicar que entre os membros do novo executivo se incluem antigos ministros e diversos tecnocratas.

A identidade dos ministros será revelada esta quinta-feira por Rachid Ghannouchi, presidente do parlamento e líder do Ennahda. O novo governo será depois submetido à aprovação do parlamento, dominado pelo partido islamita com 52 lugares, longe dos 109 votos necessários.

Jemli foi forçado a negociar com diversas forças políticas após a vitória do seu partido nas eleições legislativas de outubro passado por maioria relativa, mas que permitiram a esta formação designar o nome do chefe de governo. Após o fim do prazo de dois meses para a formação do executivo, pediu ao Presidente um prolongamento por mais um mês, como prevê a Constituição.

Segundo observadores tunisinos citados pela agência EFE, Jemli conseguiu o consenso necessário devido a apoios tão díspares como o partido salafista Al Karama, o partido laico Corrente Democrática ou a formação do antigo primeiro-ministro Yousef Chaheed, parceiro do Ennahda no anterior executivo, para além de numerosos deputados independentes.

Jemli assegurou na quarta-feira que a principal preocupação consiste na recuperação da economia nacional, confrontada com uma prolongada crise, incluindo uma elevada taxa de desemprego entre os mais jovens.

  Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Festejos do Sporting. IGAI garante que "não omitiu informação ou branqueou factos"

A inspetora-geral da Administração Interna garantiu no Parlamento, esta quarta-feira, que a IGAI "não omitiu informação ou branqueou factos" no relatório sobre os festejos do Sporting, sustentando que tudo o que foi investigado consta do …

PAN só viabiliza OE "se houver compromisso do Governo em alterar" a proposta

A porta-voz do PAN afirmou, esta quarta-feira, que o partido só poderá viabilizar o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) se o Governo se comprometer com alterações à proposta na especialidade. Inês Sousa Real falava aos …

Colômbia condenada por não ter investigado agressões "verbais, físicas e sexuais" a jornalista

De acordo com a sentença, o Estado colombiano não investigou devidamente o caso de sequestro, tortura e violação da jornalista Jinedth Bedoya, que estava a trabalhar numa reportagem sobre a guerra civil em 2000. O Tribunal …

Rio diz ter "obrigação" de avançar com recandidatura à liderança do PSD

O presidente do PSD justificou a sua recandidatura à liderança, esta quarta-feira, pela "obrigação" de colocar o interesse do país e do partido à frente da sua vida pessoal. No final de uma audiência com o …

Fenprof e FNE convocam greve nacional de professores para 5 de novembro

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional da Educação (FNE) anunciaram, esta quarta-feira, que vão convocar uma greve nacional de professores para 5 de novembro. Em comunicado, a Fenprof refere que a greve …

PCP reconhece aproximação do Governo, mas diz que ainda é insuficiente

O líder parlamentar do PCP considerou, esta quarta-feira, que houve uma aproximação do Governo às propostas do partido, mas que ainda não é suficiente para alterar a avaliação feita sobre o Orçamento do Estado para …

Alemanha pode falhar objetivo de doação de vacinas contra a covid-19 (e culpa fabricantes)

A Alemanha pode falhar o seu objetivo de doar 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 a países mais pobres. Um funcionário do ministério da saúde alemão revelou, numa carta a Bruxelas, que a …

Alexei Navalny vence Prémio Sakharov 2021

O opositor russo Alexei Navalny é o vencedor do Prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento 2021, anunciou o Parlamento Europeu, esta quarta-feira. Alexei Navalny foi nomeado pelos grupos políticos PPE e Renovar a Europa devido …

Extinção do SEF aprovada na especialidade no Parlamento

A proposta do PS e do Bloco de Esquerda sobre a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, esta quarta-feira. Segundo o jornal Público, …

Steve Bannon deve ser investigado por envolvimento no ataque ao Capitólio, indica Comissão responsável

Antigo conselheiro de Donald Trump foi aconselhado pelo antigo presidente e pela respetiva equipa de advogados a não colaborar com a comissão especial designada para investigar os ataque. A Comissão responsável por investigar o ataque ao …