/

Descobertos túneis secretos em Israel que podem esconder tesouro dos Cavaleiros Templários

7

Os Cavaleiros Templários foram umas das mais importantes ordens militares católicas na História. A sua ascensão e queda tem sido objeto de muitos estudos, lendas e teorias da conspiração.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Recentemente, investigadores encontraram uma nova rede de túneis debaixo de uma cidade em Israel, que se acredita ter sido construída pelos Cavaleiros Templários como um atalho secreto para a torre do tesouro.

Anos de escavações revelaram relíquias históricas deixadas pela Ordem dos Templários, que foi dissolvida pelo Papa Clemente V em 1312 após conflitos entre o rei Filipe IV de França e os monges cruzados.

Numa nova série de documentários da National Geographic chamada Lost Cities, o arqueólogo e apresentador de eventos Albert Lin e a sua equipa utilizam a tecnologia de deteção e alcance de luz conhecida como LiDAR. Essa ferramenta permite que os investigadores detetem artefactos ocultos sob a superfície da Terra.

De acordo com o IFLScience, a equipa de Lin examinou uma área no porto de Acre, onde ficava a sede da fortaleza dos Cavaleiros Templários há cerca de 800 anos. A investigação da LiDAR encontrou uma ampla rede de túneis e o que parece ser uma guarita, enterrada sob a moderna cidade de Acre.

Os investigadores acreditam ter encontrado os túneis que ligavam a fortaleza dos Cavaleiros Templários ao porto da cidade, permitindo que levassem os seus tesouros em segurança para a sua torre.

“Estes monges guerreiros são uma parte da lenda, e o ouro também”, disse Lin no documentário da National Geographic. Durante as Cruzadas, os Cavaleiros Templários lutavam por Deus, ouro e glória. Em algum lugar da moderna cidade de Acre, fica o centro de comando e, possivelmente, o tesouro”.

A cidade de Acre foi controlada pelos Cavaleiros Templários durante cerca de 100 anos depois de perderem a sua sede em Jerusalém para o governante muçulmano Saladino em 1187. Após a descoberta recente, os investigadores suspeitam que o ouro dos Templários ainda possa estar enterrado nestes túneis subterrâneos.

Os monges Cavaleiros Templários foram treinados como combatentes habilidosos, com o objetivo de proteger e promover o Cristianismo através dos meios de guerra. A ordem também levantou com sucesso uma enorme quantidade de fundos para alimentar as Cruzadas.

Descobrir o tesouro perdido pertencente a uma ordem religiosa de monges soldados desde o tempo da Terceira Cruzada é uma perspetiva atraente. Mas os cientistas não encontraram nenhuma evidência que confirme a existência de ouro pertencente aos Cavaleiros Templários na cidade do Acre.

PUBLICIDADE

Após a queda de Jerusalém nas mãos de Saladino, fundador da dinastia Ayubida no Egito, o Papa Gregório VIII convocou os três monarcas cristãos da Europa – os governantes de França, Alemanha e Inglaterra – para conduzir outra cruzada para retomar a Terra Santa.

A primeira grande batalha da campanha foi em Acre, localizado na costa de Jerusalém. Embora a Terceira Cruzada não tenha tido êxito, resultou num acordo do tratado que concedia passagem segura para os peregrinos cristãos na Terra Santa.

  ZAP //

7 Comments

  1. ZAP
    “…debaixo da cidade de Israel…”?
    Talvez “de uma cidade em Israel…” ou ” debaixo de Acre…”, este como se refere em seguida.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.