Tubarão Phelps de volta à piscina?

O maior campeão olímpico da história e um dos maiores nadadores de sempre, Michael Phelps, poderá estar a preparar o seu regresso às piscinas. Retirado da competição desde os Jogos Olímpicos de Londres 2012, competição na qual chegou à sua 19ª medalha olímpica, o nadador voltou a fazer parte do programa norte-americano antidoping, forte indício da possibilidade de estar a pensar competir novamente.

Como atleta amador ou aposentado, Phelps não precisaria de se submeter a nenhum controle antidoping. Apenas em competições oficiais é exigido que um atleta não tenha consumido nenhuma de uma extensa lista de substâncias proibidas.

Mas esta quinta-feira, a Agência Antidoping Norte-Americana revelou que Phelps foi testado duas vezes no terceiro trimestre de 2013, período encerrado no último dia 30 de setembro.

O mês passado, o seu antigo técnico, Bob Bowman, afirmou que Phelps estava a treinar-se ocasionalmente. Na ocasião, Bowman afirmou que o interesse de Phelps não era competitivo, mas apenas manter-se em forma.

Porém, ao ser testado contra drogas, o maior nadador da história coloca-se em condições legais de regressar à competição. Até ao próximo Mundial, em 2015, em Kazan, na Rússia, Phelps terá quase dois anos para se colocar em forma.

Michael Fred Phelps II nasceu em Baltimore, a 30 de junho de 1985. Anunciou a sua retirada após a participação nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a quarta Olimpíada de sua carreira.

Considerado um dos maiores atletas de todos os tempos, bateu 37 recordes mundiais e conquistou o maior número de medalhas de ouro (8) numa só Olimpíada, nos Jogos de Pequim 2008, na China, superando as 7 medalhas de ouro do compatriota Mark Spitz nos Jogos Olímpicos de Munique 1972.

Ao obter a sua 19ª medalha olímpica nos jogos de Londres 2012, tornou-se o atleta mais medalhado da história dos Jogos Olímpicos, batendo o anterior recorde, que pertencia à ginasta Larissa Latynina, da União Soviética, que detinha um total de 18.

Também em Londres, ao ganhar os 200 metros estilos, Michael Phelps tornou-se o primeiro nadador do mundo a conquistar o titulo olímpico três vezes consecutivas na mesma especialidade a nível individual, feito que já tinha concretizado em provas coletivas, na estafeta 4 x 200 metros livres.

ZAP / MA-AE

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE