Trump (o homem que odeia fake news) acusado de conspirar com a Fox para falsear notícias

Olivier Douliery / EPA

O presidente dos EUA, Donald Trump

Um ex-detetive e ex-consultor da Fox News acusou Donald Trump de conspirar com o canal para falsificar notícias sobre a morte de Seth Rich, o democrata que, alegadamente, teria divulgado documentos secretos à Wikileaks.

A cadeia televisiva conservadora Fox News, apoiante de Donald Trump, foi processada por um dos seus consultores, que a acusa de ter publicado, de propósito, informações falsas desfavoráveis aos democratas, a pedido do Presidente norte americano.

Rod Wheeler, consultor para as questões de segurança, polícia e justiça, acusa a Fox News de ter montado uma história em torno do caso de Seth Rich, de 27 anos, funcionário do comité nacional do Partido Democrata, que foi assassinado com um tiro nas costas, durante a madrugada de 10 de julho de 2016, perto da sua casa, em Washington.

A história podia acabar aqui, se o assassinato do jovem democrata de Omaha, no Nebraska, não tivesse acontecido no mesmo dia em que a Wikileaks decidiu “vazar” milhares de emails dos mais elevados cargos do Partido Democrata norte americano, entre eles John Podesta, o gestor da campanha de Hillary Clinton.

O inquérito oficial tinha concluído pela ocorrência de um assalto à mão armada que correu mal, mas, logo desde a sua morte, vários meios de comunicação conservadores especulavam com a possibilidade de se ter tratado de um assassinato político.

Segundo a teoria, que não é suportada por qualquer prova formal, teria sido Seth Rich a comunicar à Wikileaks, a plataforma de publicação de documentos secretos, mensagens de correio eletrónicas internas do Partido Democrata, antes de ser descoberto e assassinado.

De acordo com a NPR, rádio norte-americana que teve acesso ao processo judicial em que o ex-detetive acusa a Fox News, a cadeia televisiva e o milionário Ed Butowsky, com o apoio da Casa Branca, de terem sido estes a “cozinhar” a história.

Por isso, diziam eles, os democratas estariam a tentar abafar o caso, obstruindo a investigação da polícia, o que acabava por retirar força à narrativa de que teriam sido russos a enviar os emails para a Wikileaks.

“Publicar imediatamente”

O ex-detetive terá sido contactado por Ed Butowsky para investigar o caso, com o milionário a assumir os encargos da investigação, argumentando que o fazia em nome dos pais da vítima. Durante a investigação e a criação da história, os dois tiveram uma reunião – confirmada pelo próprio – com Sean Spicer, então porta-voz da Casa Branca, para discutir o caso.

Em mensagens de texto e voice-mail deixadas pelo investidor pouco antes de a peça ser publicada, que constam do processo a que a AFP teve acesso, Ed Butowski terá pressionado o ex-detetive a avançar com a história, argumentando que o presidente Trump já teria lido o artigo e queria vê-lo “imediatamente publicado”.

Em meados de maio, a Fox News divulgou na internet o artigo que corroborava a tese, integrando citações de Rod Wheeler, que afirmava que Seth Rich tinha transmitido mensagens de correio eletrónico à Wikileaks e que um alto dirigente procurava bloquear o inquérito sobre este caso.

No entanto, segundo o próprio Rod Wheeler, que colocou a ação no tribunal federal de Manhattan, estas citações, que constituem a única forte do artigo, são inventadas. Afirmou também que nunca as proferiu, segundo a documentação da queixa consultada pela AFP.

(cv) Fox News

Rod Wheeler, ex-detetive e ex-consultor da Fox News para questões de segurança, polícia e justiça

Dias depois de ter publicado o artigo, a Fox News retirou-o, explicando que não o tinha submetido ao “exame editorial mais exigente” e não respeitava os “padrões” da cadeia em matéria de informação.

A família Rich, a polícia de Washington DC, o Partido Democrata e até alguns jornalistas da estação colocaram toda esta narrativa em causa. A peça, que citava um agente do FBI não identificado, argumentava que os emails teriam sido entregues à Wikileaks por democratas, que estariam envolvidos na morte de Seth Rich e que estes estariam a tentar obstruir a investigação das autoridades.

A maior parte da história era baseada na investigação de Rod Wheeler, mas o ex-detetive disputa parte do que é dito e admite que se arrependeu da peça assim que ela foi para o ar.

Segundo Rod Wheeler, a jornalista da Fox News autora do artigo, Malia Zimmerman, teria trabalhado em colaboração com Ed Butowsky, também visado na queixa.

O responsável da Fox News pelo dossier da informação, Jay Wallace, qualificou na terça-feira estas acusações como “completamente falsas“, conforme uma declaração escrita transmitida à agência noticiosa AFP.

O artigo em causa está ser objeto de um inquérito interno, disse Wallace, que acrescentou: “Não temos qualquer prova de que Rod Wheeler tenha sido citado de maneira errada” pela autora do artigo, apesar de ter

O advogado do ex-detetive e comentador da Fox News diz, segundo o Observador que cita a NPR, que Rod Wheeler foi “usado como um peão por Ed Butowsky, pela Fox News e pela administração Trump para tentar desviar as atenções que estavam centradas no roubo dos emails do Comité Nacional Democrata pelos russos”.

Ed Butowski, o milionário que terá tentado dar gás à história, refuta as acusações, alegando que o encontro com Sean Spicer aconteceu porque Rod Wheeler queria desesperadamente um trabalho na Casa Branca.

Sean Spicer diz que nunca se falou de qualquer cargo na reunião que tiveram – e que os comentários sobre Trump saber da história eram apenas brincadeiras com amigos. Sean Spicer disse também que não tinha conhecimento de que Trump estivesse a par da investigação.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tudo isto para mascarar o facto dos supostos emails ,que estragaram a campanha da Clinton ,terem sido entregues À Wikileaks pelo Seth Rich e não hackeados pelos russos, como circula nos media. Estão-se a enterrar cada vez mais no buraco que eles próprios estão a escavar. É tão óbvio.

RESPONDER

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …

"Ato que nenhum fim pode justificar". Vaticano critica a aceitação mundial da eutanásia

Através de um novo documento, o Vaticano condenou a disseminação da aceitação internacional da eutanásia e do suicídio assistido, inclusive em alguns países tradicionalmente católicos da Europa. O Vaticano referiu no documento publicado hoje - e …

Facebook teme sair da Europa caso não possa transferir dados para os EUA

A Comissão de Proteção de Dados irlandesa propôs que os dados dos cidadãos europeus não possam sair do continente. O Facebook diz que não sabe como poderá continuar a prestar os seus serviços na Europa …

O guarda-redes do Chelsea é o melhor em quê? "Em cometer erros"

Kepa alvo de críticas fortes. Frank Lampard confirmou a chegada de mais um guarda-redes, proveniente de França. O Chelsea volta a ser notícia por causa do mercado e volta a ser notícia por causa de um …

Promotores assumem pela primeira vez que Trump pode ser investigado por fraude fiscal

O gabinete do procurador do distrito de Manhattan, que tem travado uma batalha legal com o Presidente dos Estados Unidos (EUA) para obter as suas declarações de impostos, sugeriu na segunda-feira, pela primeira vez, que podia …