Trump diz que já tem dinheiro para começar muro com México

Jose Luis Gonzalez / EPA

Donald Trump conseguiu o financiamento para iniciar a construção do muro na fronteira com o México, graças ao acordo sobre o orçamento alcançado entre republicanos e democratas.

Esta quarta-feira, o Presidente norte-americano Donald Trump afirmou ter conseguido financiamento para iniciar a construção do muro na fronteira com o México, graças ao acordo sobre o orçamento alcançado entre republicanos e democratas.

“Consegui 1.600 milhões de dólares (quase 1.300 milhões de euros) para começar o muro na fronteira sul, o resto chegará”, afirmou no Twitter o chefe de Estado, que tinha pedido ao Congresso 25 mil milhões de dólares (20 mil milhões de euros) para esta construção, uma promessa eleitoral.

Esta quarta-feira, republicanos e democratas alcançaram um acordo para o orçamento da administração, no valor de 1.300 mil milhões de dólares (mais de mil milhões de euros), que contém uma verba para o muro com o México e prevê um grande aumento dos gastos com a defesa (78 mil milhões de dólares, 63 mil milhões de euros).

O Presidente também se referiu aos dreamers, os jovens indocumentados em risco de deportação, cujo futuro esteve em cima da mesa durante as negociações e que o acordo agora alcançado nem sequer menciona. Os democratas condicionavam o seu apoio ao orçamento à regularização destes jovens, mas acabaram por ceder na negociação.

“Os democratas não quiseram tratar do DACA. Teria sido muito fácil, mas eles simplesmente não quiseram saber. Eu tive de lutar pelas forças armadas e início do muro”, lê-se na mensagem, publicada ao final da noite de quarta-feira no Twitter. DACA é sigla em inglês do plano, aprovado por Barack Obama que beneficiava os “sonhadores”.

O acordo prevê ainda 52 mil milhões de dólares (42 mil milhões de euros) para programas sociais domésticos. Apesar das concessões, Chuck Schumer, o líder dos democratas no Senado, disse estar satisfeito com o acordo.

“Cada projeto de lei exige um compromisso e neste projeto de lei houve muitos, mas no final, nós, os democratas, sentimo-nos muito bem porque muitas das nossas prioridades para a classe média foram incluídas”, disse em comunicado.

Já Donald Trump lamentou ter tido de “gastar dinheiro em presentes para os democratas” para que apoiassem um aumento salarial dos militares e a compra de novos equipamentos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Supertaça. Sporting e Sp. Braga defrontam-se 39 anos depois (e adeptos regressam aos estádios)

Sporting e Sp. Braga lutam este sábado pelo primeiro título da época (e os adeptos já vão estar na bancada). O encontro da 43.ª edição da supertaça Cândido de Oliveira está marcado para este sábado, …

Vacinação de crianças divide peritos. Mas sem a inoculação dos mais novos a imunidade pode não chegar

Na sexta-feira, a Direção-Geral de Saúde anunciou que recomenda que a vacinação contra a covid-19 de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades. No entanto, o tema está a gerar controvérsia e divide opiniões …

Governo com margem política para abdicar de 15% do Novo Banco

Em 2022, o Governo tem margem política para abdicar do direito de entrar como acionista no Novo Banco (NB), inicial­mente com uma participação de mais de 2%, mas que pode subir a 15%. Para já, nem …

Tóquio2020. Biles renuncia também às finais de salto e barras assimétricas

A ginasta norte-americana Simone Biles, que renunciou à final do concurso geral individual dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, também não vai participar das finais de domingo de salto e barras assimétricas, informou esta sexta-feira a Federação …

Governo não pediu parecer à CNPD sobre as "bodycams" em polícias. Método vai "aumentar a transparência"

A proposta da nova lei da videovigilância, que vai permitir que os polícias passem a usar câmaras nos uniformes, já foi aprovada em Conselho de Ministros, mas ainda não chegou ao Parlamento. Também não foi …

Marcelo reuniu com Lula, mas não revela o teor da conversa. Presidente diz que visita é apenas de cariz cultural

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse sexta-feira à chegada a São Paulo que a cultura tem um "papel fundamental" na convergência entre Portugal e o Brasil, rejeitando que a agenda alargada de …

PSP abre processos disciplinares por uso indevido de farda em manifestação

A PSP abriu processos disciplinares, por uso indevido e incorreto do uniforme, a agentes que participaram em 21 de junho, em Lisboa, numa manifestação organizada pelo Movimento Zero, confirmou esta sexta-feira à Lusa o porta-voz, …

Por onde passou o caminho bíblico da Judeia a Edom? Cientistas encontram respostas

Por onde passava o caminho bíblico que ligava o reino de Judeia à nação vizinha de Edom? Um novo estudo dá novas pistas sobre o possível percurso da estrada. Os investigadores israelitas sugerem que havia, pelo …

PCP diz que acusação a grupos hospitalares privados por acordo anticoncorrencial evidencia "cartelização"

O PCP considerou esta sexta-feira que a acusação da Autoridade da Concorrência a cinco grupos hospitalares privados por acordo anticoncorrencial, confirma a “prática parasitária e de cartelização” destes grupos, que fazem “da doença um negócio”. O …

Ensino Superior. Vagas voltam a aumentar com Porto, Lisboa e Aveiro na frente

O concurso nacional de acesso ao ensino superior volta a registar um aumento do número de vagas, segundo dados divulgados este sábado, que mostram Lisboa, Porto e Aveiro com o maior crescimento. Depois de, no ano …