Depois de ameaçar fechar o Twitter, Trump assina decreto que pede revisão da proteção legal das redes sociais

Yuri Gripas /ABACA / POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos cumpriu a ameaça e assinou um decreto que pede a revisão da proteção legal das redes sociais, após o Twitter ter assinalado mensagens de Donald Trump com alertas de verificação de factos.

“Estamos aqui para defender a liberdade de expressão de um dos piores perigos que há”, disse Trump, a partir da Sala Oval, na Casa Branca, enquanto assinava o documento, que é o ponto de partida de uma batalha judicial que se adivinha longa.

Trump acusou o Twitter de tomar “decisões editoriais” e de fazer “ativismo político” depois de a plataforma ter assinalado posts seus com alertas de verificação de factos.

As redes sociais “têm um poder não controlado de censurar, editar, dissimular e modificar qualquer forma de comunicação entre as pessoas e largas audiências públicas”, justificou Trump. “Não podemos deixar que isso continue, é muito, muito injusto”, considerou.

O decreto assinado reclama uma nova regulamentação no sentido de que as redes sociais que façam “censura” percam a sua “proteção jurídica” em território americano.

A celebre secção 230 do documento “Communications Decency Act” (Lei da Decência nas Comunicações) concede aos gigantes de Silicon Valley (Facebook, Twitter, YouTube, Google) imunidade contra processos ligados aos conteúdos publicados por terceiros.

Donald Trump cumpriu esta quinta-feira o que havia ameaçado fazer na quarta-feira.

Na terça-feira, e pela primeira vez, a rede social Twitter assinalou dois tweets do Presidente dos Estados Unidos com um alerta de “verificação de factos” no rodapé das mensagens, por considerar “infundadas” e “potencialmente enganosas” as afirmações de Trump relacionadas com o voto por correspondência naquele país.

Nas mensagens em questão, Donald Trump afirmava que o voto por correspondência é “fraudulento” e que “as caixas de correio serão assaltadas”, em reação à decisão do governador da Califórnia, o democrata Gavin Newsom, de enviar boletins de voto por correspondência a todos os eleitores registados naquele estado, como medida excecional no contexto da atual pandemia de covid-19.

Esta é a primeira vez que o Twitter aponta o dedo ao Presidente dos Estados Unidos, num contexto em que as redes sociais têm sido acusadas de serem permissivas no tratamento das mensagens de dirigentes políticos.

Antigo diretor de comunicação de Trump elogia Twitter

Um antigo diretor de comunicação de Donald Trump elogiou a decisão do Twitter de assinalar com alertas de verificação de factos mensagens em que o Presidente norte-americano levantou suspeitas sobre votos por correspondência.

“Tenho a certeza que Jack Dorsey [diretor-executivo do Twitter] consultou muitos advogados constitucionalistas”, afirmou Anthony Scaramucci, na quinta-feira, durante uma sessão virtual sobre gestão eficiente de crises.

Não foi atrás das teorias da conspiração, mas escolheu algo relacionado com a nossa democracia, o rigor do voto por correspondência e a ausência de fraude”, continuou.

“Parece que foi muito seletivo e aplaudo-o por isso”, disse.

O chefe de Estado norte-americano conta com mais de 80 milhões de seguidores no Twitter, a rede social que mais utiliza e através da qual comunica diretamente com os seus simpatizantes, sem passar pelo filtro do jornalismo.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Para isto, basta um copy/paste

    «E o idiota volta a atacar.

    O que me surpreende nem é esta desculpa de ser humano fazer este tipo de coisa quando contrariado. É apenas ‘ele’ a ser ‘ele’.

    O que me surpreende (e preocupa) verdadeiramente, é a quantidade de apoios que este personagem, mesmo assim, vai tendo dentro e fora de portas. Inacreditável!!»

  2. …tá mal!
    Sem as parvoices do Monte de Trumpa (Shô Presidente e em maiúsculas… que educação é muito bonita) a malta depois vai-se rir de quê?

RESPONDER

Entre indiretas a Rui Moreira e farpas a Costa, Rio acusa PS de ter desistido de ganhar o Porto

O Presidente do PSD participou na apresentação da candidatura de Vladimiro Feliz, que considera "competente" e "trabalhador" à Câmara do Porto. Por outro lado, Rio usou a ocasião para acusar o PS de ir a …

Cientistas descobrem o segredo das pessoas que vivem mais de 105 anos

Uma equipa de investigadores descobriu que os idosos que vivem mais de 105 anos tendem a possuir uma base genética única que torna os seus corpos mais eficazes na reparação de ADN. Esta é a primeira …

Quem já teve covid-19 pode agendar vacina em junho. No verão, vacinados podem vir a deixar máscara

Os doentes recuperados há mais de seis meses de infeção por SARS-CoV-2 vão poder marcar a sua vacinação através do portal de auto-agendamento a partir da primeira semana de junho, confirmou fonte da task force …

Governo aprova 11 milhões de euros para SIRESP de indemnização compensatória

A indemnização compensatória foi aprovada no dia em que o Presidente da República promulgou o decreto-lei que define o modelo transitório de gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede de comunicações do Estado SIRESP. O …

Tal como os humanos, há animais que podem sofrer ataques cardíacos (mas é raro)

Todos os dias milhões de pessoas no mundo são vítimas de ataques cardíacos. Mas será possível que também os animais possam passar por isto? Um ataque cardíaco ocorre quando um vaso sanguíneo que distribui sangue oxigenado …

Antigos corais revelam terramoto em "câmara lenta". Durou 32 anos

Uma equipa de investigadores descobriu um terramoto em "câmara lenta" que durou 32 anos - o mais lento já registado. O sismo levou eventualmente ao catastrófico terramoto de Sumatra em 1861. Terramotos de "câmara lenta" ou …

Astrónomos encontram uma das mais antigas estrelas do Universo

Uma equipa de investigadores descobriu uma estrela gigante vermelha a 16 mil anos-luz de distância que parece ser um membro da segunda geração de estrelas do Universo. Embora tenhamos uma boa compreensão da forma como o …

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …