Trump reitera ameaça “iminente” de Soleimani. Mas “isso não importa verdadeiramente”

Jim Lo Scalzo / EPA

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump

O Presidente norte-americano, Donald Trump, defendeu na segunda-feira a sua decisão de ordenar a morte do general iraniano Qassem Soleimani, argumentando que este era uma ameaça iminente para os Estados Unidos (EUA). Afirmou, ainda, que isso não é importante tendo em conta o historial do líder militar.

“A comunicação social ‘fake news’ e os seus parceiros democratas estão a esforçar-se por determinar se o futuro ataque do terrorista Soleimani estava ou não ‘iminente’ e se a minha equipa estava de acordo [comigo]. A resposta a ambas [as perguntas] é um forte SIM, mas isso não importa verdadeiramente por causa do seu passado horrível!”, escreveu Trump no Twitter, noticiou o Expresso.

O Presidente norte-americano já tinha partilhado publicações de outros utilizadores contra a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, como uma fotomontagem em que esta surge com um ‘hijab’ (véu islâmico) ao lado do líder democrata no Senado, Chuck Schumer, com um turbante, e com uma bandeira iraniana ao fundo.

Desde a confirmação da morte de Soleimani, Trump tem alegado que a operação contra o general iraniano surgiu devido a um risco iminente de ataques contra diplomatas americanos no Iraque e em toda a região, não tendo divulgado, contudo, provas que sustentassem as suas explicações. Democratas e republicanos questionaram a ação.

Na semana passada, Trump afirmou que o Irão se preparava para visar quatro embaixadas americanas antes do ataque fatal contra o general iraniano. No domingo, o Secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, admitiu não ter visto provas específicas de que o país estava a planear ataques a embaixadas.

De acordo com a NBC News, Trump autorizara a morte de Soleimani em junho. Uma das condições é que seria o próprio a dar o aval final e que essa opção só seria usada se um norte-americano fosse morto pelas autoridades iranianas. A informação foi avançada com base nas declarações de cinco atuais e antigos funcionários da Administração.

A Câmara dos Representantes, controlada pelos democratas, aprovou na quinta-feira uma resolução não vinculativa que visa limitar a capacidade do Presidente de atacar o Irão no futuro sem aprovação do Congresso.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Exoplaneta gigante pode ter as condições ideais para abrigar vida

Uma equipa de cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriu que o enorme exoplaneta K2-18b - tem duas vezes o tamanho da Terra - pode reunir as condições ideais para abrigar vida. Depois de …

A Terra pode ter uma nova (e temporária) mini-lua

A Terra pode ter um novo vizinho, ainda que temporário. Astrónomos do Catalina Sky Survey, programa financiado pela NASA, acreditam ter identificado um asteróide que ficou preso na gravidade da Terra - pode ser a …

Príncipe italiano vende massa fresca numa roulote nos Estados Unidos

O príncipe italiano Emanuele Filiberto é dono da "Princípe de Veneza", a única roulote que vende massa fresca em Los Angeles, nos Estados Unidos. Harry e Meghan Markle podem bem pôr os olhos neste exemplo de …

Há 140 anos, "choveu" carne nos Estados Unidos (e ainda não se sabe porquê)

Há 140 anos, em 1876, uma quinta no estado norte-americano de Kentucky testemunhou uma "chuva" de carne cuja origem permanece um mistério. Tudo começou quando, em 3 de março de 1876, a mulher do agricultor Allen …

"Posso sempre confiar" nos americanos. Coleção de cartas manuscritas da princesa Diana vai a leilão

Em 25 de junho de 1997, alguns meses antes da morte da princesa Diana em agosto, dezenas dos seus vestidos foram leiloados na Christie's, em Nova Iorque. Agora, algumas das suas cartas manuscritas sobre esse …

Governos desligaram a Internet centenas de vezes em 2019

Dezenas de Governos de todo o mundo desligaram os seus países da Internet de forma intencional mais de 200 vezes durante o ano passado, afetando milhões de utilizadores, revela um novo relatório do grupo de …

Falha de protocolo do Governo americano pode ter ajudado a espalhar o coronavírus

Uma whistleblower do Departamento de Saúde e Serviços Humanos norte-americano defende que uma falha no protocolo de saúde pública pode ter levado à disseminação do coronavírus dentro do país. Uma denunciante do Departamento de Saúde e …

Coronavírus pode fazer com que Liverpool não seja campeão inglês

O Liverpool pode não se sagrar campeão inglês devido ao surto do novo coronavírus. Caso o Governo britânico suspendesse a competição, os 'reds' poderiam não ser considerados campeões. O coronavírus continua a ameaçar o mundo inteiro …

Sissoco Embaló demite primeiro-ministro e ambos falam em "golpe de Estado"

Umaro Sissoco Embaló, candidato às presidenciais dado como vencedor pela Comissão Nacional de Eleições da Guiné- Bissau, e que quinta-feira tomou posse simbolicamente como Presidente do país, demitiu hoje o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes. Num decreto …

"Neve sangrenta" está a cair do céu na Antártida

Nas últimas semanas, o gelo em redor da Base de Pesquisa Vernadsky da Ucrânia foi revestida com o que os investigadores chamam de "neve de framboesa". Uma publicação no Facebook do Ministério da Educação e Ciência …