Em três meses, nasceram 216 bebés numa região da Índia. Nenhum era menina

Uma investigação sobre aborto seletivo foi lançada por magistrados num distrito do norte da Índia, depois dos dados do governo mostrarem que nenhuma das 216 crianças nascidas em 132 aldeias durante três meses eram meninas.

Autoridades em Uttarkashi, estado de Uttarakhand, disseram que a taxa oficial de nascimentos era “alarmante” e apontavam para um feticídio feminino generalizado.

A Índia proibiu o aborto seletivo de fetos do sexo feminino em 1994, mas a prática ainda é comum no país, onde os pais costumam ver os rapazes como responsáveis e meninas como responsabilidades dispendiosas.

O último censo populacional, realizado em 2011, revelou que havia 943 mulheres por cada 1.000 homens na Índia. Ashish Chauhan, magistrado do distrito de Uttarkashi, disse ao jornal britânico The Independent que a recente taxa de natalidade feminina da região – recolhida pelo departamento de saúde local – era “suspeita e destacou o feticídio feminino”.

As 132 aldeias onde nenhuma rapariga nasceu ao longo de três meses foram todas marcadas como parte de uma “zona vermelha”, o que significa que os dados locais serão examinados com detalhe e os profissionais de saúde devem ser vigilantes.

Todos os pais que tenha realizado feticídio feminino enfrentarão uma ação legal, disse Chauhan, em comentários feitos pela agência de notícias TNN. Gopal Rawat, membro da Assembleia Legislativa, considerou “chocante ter uma taxa de natalidade de meninas a zero em 132 aldeias do distrito”, uma vez que raramente se ouve falar de incidentes de feticídio feminino nas colinas. “Mandei o departamento de saúde descobrir a causa real de tais números alarmantes e tomar medidas sérias para resolvê-lo”.

Rawat acrescentou ainda que as autoridades também vão lançar “uma enorme campanha de consciencialização” na esperança de reverter a tendência.

No ano passado, um relatório do governo indiano descobriu que cerca de 63 milhões de mulheres estavam estatisticamente “desaparecidas” da população do país devido à preferência por crianças do sexo masculino.

Na sociedade patriarcal da Índia, crianças do sexo masculino são vistas como os ganha-pão e cuidadores do futuro, tendo a obrigação de tomar conta dos pais quando estes envelhecerem. As filhas são dispendiosas porque os pais têm a pressão de pagar dotes quando casam, apesar do costume ter sido banido em 1961.

No ano passado, a polícia encontrou 19 fetos do sexo feminino abortados perto de um hospital no estado de Maharashtra. As autoridades estavam a investigar a morte de uma mulher que se submeteu a um aborto ilegal quando fizeram a descoberta.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …