Transtorno pré-menstrual ainda leva mulheres ao internamento psiquiátrico

-

Todos os meses, há mulheres atacadas por uma forma extrema e severa da chamada tensão pré-menstrual que pode levá-las a pensar no suicídio. Um transtorno físico que, contudo, continua a ser visto como uma mera psicose por muitos profissionais de saúde.

Estamos a falar do Transtorno Disfórico Pré-menstrual (TDPM), uma desordem que só foi reconhecida, oficialmente, pela medicina no início deste Século.

Esta doença ginecológica afecta entre 5% a 8% das mulheres, em idade fértil, e constitui uma forma aguda da chamada tensão pré-menstrual, com sintomas semelhantes, mas mais intensos, nomeadamente irritabilidade, depressão, sentimentos suicidas, insónia e falta de apetite.

“Bruxas” na Idade Média, “psicóticas” na actualidade

A TPDM é contudo, ainda encarada por muitos profissionais de saúde como uma psicose ou como um mal-estar relacionado com a ansiedade, pelo que há mulheres que sofrem do transtorno que chegam a ser internadas em hospitais psiquiátricos.

Foi esse o caso de Sarah, uma mulher de 23 anos que conta à BBC que passou um ano inteiro a entrar e a sair de uma clínica psiquiátrica para adolescentes, depois de ter sido diagnosticada com desordem bipolar aos 13 anos de idade.

Sarah diz que começou por sentir “ansiedade e depressão” e, com o prolongar do problema, “psicose – via coisas e ouvia coisas – e mania”.

O seu caso foi assim, diagnosticado como um mal do foro psiquiátrico quando, na verdade, ela padece de TDPM.

“Como os sintomas são cíclicos, os psiquiatras, por vezes, acreditam que é um transtorno bipolar e então, os pacientes seguem um tratamento, durante anos, com terapias e anti-psicóticos como o lítio“, explica na BBC o especialista de ginecologia John Studd.

Foi esse o caso de Rachel, de 35 anos, outra mulher ouvida pela BBC que tomou anti-depressivos, ao longo de anos, prescritos contra a ansiedade e que quase acabou internada num hospital psiquiátrico.

O psiquiatra que a seguiu continua a dizer que Rachel sofre da doença bipolar e um médico chegou a dizer-lhe que, na Idade Média, seria, provavelmente, queimada na fogueira como bruxa.

No caso de Laura, de 38 anos, a TDPM afectou tão negativamente a vida dela, levando-a até a não conseguir manter um emprego estável, que ela está a preparar-se para fazer uma histerectomia, ou seja, remover o útero e os ovários, para cortar o mal pela raiz, conforme relata à BBC.

Estudo aponta para problema genético

Os tratamentos mais habituais e adequados para a TDPM incluem a hormona estrogénio para “dominar o ciclo [menstrual] e os sintomas cíclicos”, explica Studd.

Mas um estudo publicado na revista Molecular Psychiatry, no início de 2017, veio dar um empurrão a um potencial novo tratamento para o problema, depois de ter concluído que a TDPM pode ser causada pela genética.

Investigadores dos NIH, Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, detectaram um grupo de genes, nas mulheres que sofrem de TDPM, que afecta o modo como as hormonas sexuais interagem com outros genes.

“Descobrimos uma expressão desregulada no complexo de genes suspeito que acrescenta provas de que a TDPM é uma desordem de resposta celular ao estrogénio e à progesterona”, explica um dos investigadores do estudo, Peter Schmidt, no site dos NIH.

“Aprender mais sobre o papel deste complexo de genes conserva a esperança para um tratamento melhorado de tais transtornos prevalentes de humor relacionados com o sistema endócrino reprodutivo”, acrescenta Schmidt.

“Trata-de se um grande momento para a saúde das mulheres porque estabelece que as mulheres com TDPM têm uma diferença intrínseca, no seu aparelho molecular, para responder às hormonas sexuais – não apenas comportamentos emocionais que deveriam ser capazes de controlar voluntariamente”, releva por seu turno outro dos co-autores do estudo, David Goldman, também citado no site dos NIH.

Susana Valente SV, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Diz-se que “a ignorância é um mal, mas não contagioso”… Mas a realidade destes “inspirados” comentários, contraria a sabedoria popular.

Responder a pedro Cancelar resposta

Eis o primeiro enxame de (pequenos) buracos negros num aglomerado globular

Uma equipa de cientistas, que esperava encontrar um buraco negro de massa intermédia no coração do aglomerado globular NGC 6397, encontrou, em vez disso, evidências de uma concentração de buracos negros mais pequenos. Por vezes, na ciência, …

Ruth, a "humana digital" da Nestlé ensina como fazer as bolachas perfeitas

Graças à Inteligência Artificial, nasceu Ruth, um "humano digital" da Nestlé que interage connosco e nos ajuda a fazer as melhores bolachas com pepitas de chocolate. A internet é o maior livro de receitas a que …

“Ditador egoísta e despótico”. Margaret Tatcher comparou Saddam Hussein a Hitler após ataque ao Kuwait

Documentos do início da Guerra do Golfo revelam que a antiga primeira-ministra britânica Margaret Thatcher comparou Saddam Hussein a Adolf Hitler após a invasão do Kuwait pelo ditador iraquiano. De acordo com os documentos anteriormente confidenciais …

Cientistas criam "televisão" ultravioleta para animais (que nos vai ajudar a entendê-los melhor)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, desenvolveu uma "televisão" ultravioleta para ajudar os especialistas a entender melhor a forma como os animais veem o mundo. Os monitores de televisões ou computadores têm …

Watakano, a “ilha da prostituição” que teve o seu auge nos anos 80, está agora vazia

Conhecida como “ilha da prostituição”, Watakano já foi considera um pequeno paraíso sexual. No seu auge, do final dos anos 70 a meados dos anos 80, homens faziam um curta viagem de barco até ao …

Deputado norte-americano quer banir GTA 5 e outros jogos violentos. Tudo para diminuir roubos de carros

O deputado norte-americano Marcus Evans quer proibir a venda de videojogos violentos que promovam atividades criminosas, como o GTA 5, face ao aumento dos roubos de automóveis em Chicago e um pouco por todo o …

Estudante projetou um casaco que se transforma num saco-cama para os sem-abrigo. E deu-lhes um emprego

Nos Estados Unidos, há pelo menos 567.715 pessoas que vivem nas ruas. Embora há quem vire as costas a essas estas, também há quem esteja disposto a fazer tudo para ajudar os necessitados e tirá-los …

Um livro e uma reclusa-mediterrânica. Aranhas venenosas obrigam a encerramento temporário de biblioteca nos EUA

Aranhas venenosas da espécie reclusa-mediterrânica apareceram na cave de uma biblioteca na Universidade do Michigan, nos Estados Unidos. Os funcionários de uma biblioteca da Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, foram obrigados a encerrar temporariamente o …

Bolsonaro diz que máscaras causam "efeitos colaterais"

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que as máscaras causam "efeitos colaterais" e citou um alegado estudo alemão, sem acrescentar mais detalhes. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, causou polémica esta quinta-feira ao dizer que as …

Pilotos aprovam acordo de emergência na TAP

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou esta sexta-feira o acordo de emergência na TAP, adiantaram vários pilotos à Lusa. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou o acordo de emergência na …