Trabalhadores denunciam ilegalidades e clima de terror na Câmara de Loures

(dr) pcp.pt

Bernardino Soares, Presidente da Câmara de Loures

Um grupo de funcionários da Câmara de Loures acusa alguns vereadores do município de violência verbal e psicológica, denunciando um clima de terror e também a prática de ilegalidades na autarquia.

Em declarações ao jornal iOnline, estes trabalhadores que não se identificam, por “medo de represálias”, destacam que têm sido “vítimas de violência verbal e psicológica no trabalho”, acusando os respectivos chefes de “ameaças de esvaziamento de funções de forma ilegal, sem qualquer aviso prévio”.

Este “clima de mal-estar generalizado e até de medo”, conforme aponta o jornal, decorrerá há cerca de dois anos, com constantes ameaças de processos disciplinares e muitos funcionários a optarem por meter baixas médicas.

Alguns trabalhadores terão sido internados “com stresse e ataques de ansiedade, após sofrerem pressões e “chantagens” na autarquia”.

Perante isto, os trabalhadores lamentam não ter conseguido ainda falar com o presidente da Câmara de Loures, Bernardino Soares, sobre a situação. “Não conseguimos falar com o presidente. Ou não está disponível ou não se encontra na câmara”, destacam.

Os trabalhadores denunciam ainda ilegalidades nos processos de recolha de resíduos hospitalares no veterinário municipal, apontando que ficaram por recolher durante vários anos, “num recipiente junto do posto de trabalho dos funcionários”, explica o iOnline.

O diário ainda nota que “o plano de destruição de cadáveres a entregar à Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) “ficou anos parado”, apesar “da insistência da médica veterinária” do município.

Perante estas críticas, Bernardino Soares explica ao jornal que a falta de recolha dos resíduos se deveu a uma “situação de incumprimento contratual” e que já foi desencadeado “um processo de contratação pública, tendo sido adjudicado pontualmente à Cannon”.

Entretanto, a autarquia “repudia veementemente” as “acusações graves” dos funcionários, conforme cita o iOnline.

ZAP //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Uma Câmara CDU com ilegalidades e clima de terror? impossível. Comunismo é sinónimo de democracia nem vale a pena dar exemplos, de países democráticos governados por comunistas ou associados : Venezuela, Cuba, Coreia do Norte, Rússia. Exemplos de democracia e direitos humanos.

    • São tudo excelentes exemplos de países felizes, onde se vive bem, em liberdade, com abundância, onde a fome não grassa. A Venezuela e a Coreia do Norte foram mesmo eleitos recentemente os melhores destinos turísticos em 2017 e uns dos melhores sítios do mundo para trabalhar e viver.

    • Gostei dessa dos países “democratas” Renato Martins. O comunismo ao serviço do povo nesta Câmara de Loures já era. É como o comunismo contra o capitalismo também já era na Câmara de Almada.
      Aqui em Loures o presidente está sempre ausente (sempre me reunião, é como os sindicalistas) e não tem tempo para ouvir os chatos dos seus funcionários.
      Na Câmara de Almada o presidente Judas dá relógios de mais de 800 euros aos funcionários (compra sempre ao mesmo fornecedor por ajuste directo !!!) e dá smartphones aos carenciados !!!.
      Será que tem dinheiro, dado serem carenciados, para pagar um pacote de uma operadora para telemóvel?
      Grande saco azul, desculpem vermelho.

  2. Boa tarde,
    Vem este partido apregoar em praça publica a defesa dos direitos dos trabalhadores e depois quanto os seus representantes tem hipótese de governar e fazer algo por eles é o que se vê…

  3. Sem pretender entrar em diálogos provocatórios e inconclusivos e depois das explicações dadas pela presidência da autarquia, as dúvidas devem ter desaparecido, sendo certo que os trabalhadores têm sempre quem os defenda em causas nobres.

  4. Imagine-se o país governado por este grupo de fascistas ditadores da pior espécie sobre o planeta Terra, no entanto ainda têm alguns adeptos talvez aqueles que beneficiaram com os saques da famosa reforma agrária e das grandes empresas nacionais levadas à falência, isto aí em Loures é apenas uma pequena amostra!.

  5. Engraçado clima de terror viveram os trabalhadores durante 12 anos de PS. Eu fui uma das lesadas, 3 anos com a CML em tribunal, 3 anos que não progredi e que não contam para reforma enquanto funcionária do estado, 3 anos de precariedade enfim… passados 3 anos e sem mais por onde recorrerem ganhei a causa, fiz frente com a solidariedade dos meu colegas ao PS!

  6. como sempre os trabalhadores é que são sempre os culpados,eles andam no terreno vem as coisas que infelizmente estão mal,e por ver mesmo muito mal,depois são perseguidos,é uma vergonha,são todos iguais,tiram sempre a culpa dos ombros ou como diz o povo,”sacodem sempre o pó do capote”cimo eles é que tem a mania que sabem,nem se veem no terreno,presidente da camera e junta,os trabalhadores é que dão perseguidos, mal tratados,e depois dão obrigados a ficarem de baixa,estou à vontade para falar porque nâo trabalho nem na camera nem na junta,depois se estivermos uns bons minutos num banco virado para a camera,ve.se aquelas ” senhoras ,quase sempre as mesmas,mais de uma hora a fumar cigarro ,atrás de cigarros,no paleio umas com outras,depois lá vem o telemóvel para ligar alguem ou atender,passa mais de uma hora,vi eu com os meus olhos no dia 13 de junho 2017,à tarde,depois no verão ar condicionado para o calor,no inverno ar condicionado para o frio,e os tais perseguidos,tem de andar ao frio,à chuva,vergonha,abram os olhos que outubro está a chegar

RESPONDER

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …