Tondela vs FC Porto | Aí está Aboubakar

O FC Porto somou o segundo triunfo na Liga NOS e junta-se a Sporting. Os “dragões” bateram o Tondela, na casa deste, por 1-0, num jogo de sentido único, sem grande brilho, é certo, mas no qual justificou em pleno os três pontos arrecadados.

Tiveram mais bola e mais remates, e foram mais fortes nos duelos, e em nenhum detalhe os da casa foram melhores. Aboubakar foi decisivo, numa partida em que os dois laterais portistas se revelaram uns furos acima dos demais jogadores.

O Jogo explicado em Números

  • Jogo de sentido (quase) único nos primeiros dez minutos. Porto com 80% de posse de bola perante um Tondela expectante e veloz nas transições. Nesta fase apenas um remate para cada lado, desenquadrado, com os da casa a pecarem na eficácia de passe (apenas 48%).
  • Portistas donos da bola, mantendo a posse nos 79% pelos 20 minutos, mas sem espaço de penetração. A consequência foi um jogo mastigado, com muitos passes, mas com 55% do jogo a desenrolar-se na zona central.
  • Boa primeira meia-hora de Ricardo Pereira, com um GoalPoint Rating de 6.1. Apenas um passe falhado, um passe para finalização, um cruzamento eficaz em duas tentativas, três desarmes e três duelos ganhos em cinco disputados.
  • Até que aos 37 minutos, ao oitavo remate, o Porto marcou. Alex Telles atirou em zona frontal, muito torto, mas a bola foi ter caprichosamente aos pés de Aboubakar. O camaronês rematou para primeira defesa de Cláudio Ramos, mas o guardião nada pôde fazer perante a recarga do atacante. Foi o primeiro golo de Aboubakar nesta Liga, ao 11ª remate.
  • Ao intervalo, apesar das poucas ocasiões de golo, a verdade é que o Porto aproveitou a mais flagrante, com o golo de Aboubakar. Até ao apito do árbitro, jogo marcado pelo domínio total dos “dragões”, que terminaram o primeiro tempo com 68% de posse de bola, nove remates contra dois, dois enquadrados (contra nenhum do Tondela), 82% de eficácia de passe e 65% de duelos ganhos. Ao descanso, os melhores em campo eram os dois laterais portistas, Ricardo Pereira e Alex Telles. O português somava o melhor GoalPoint Rating, com 6,5, graças a três passes para finalização (um deles para ocasião flagrante), dois cruzamentos eficazes em três tentativas e três desarmes.
  • Reentrada forte dos comandados de Sérgio Conceição, sempre de olhos na baliza contrária. Nos primeiros 15 minutos do segundo tempo registavam 63% de posse, dois remates, embora sem a melhor direcção, e mais uma vez superioridade absoluta nos duelos individuais (64% desde o descanso). Aos 63 minutos, Aboubakar atirou ao poste.
  • O Tondela parecia incapaz de importunar Iker Casillas, apesar de ter aumentado para 38% a sua posse de bola. Porém, aos 75 minutos, os homens da casa não tinham realizado qualquer remate no segundo tempo. E Marega esteve perto de marcar, um remate para uma estupenda defesa de Cláudio Ramos. Nesta altura, o Porto somava seis remates só na etapa complementar, mas só um enquadrado.
  • E o pendor de jogo manteve-se até ao final, apesar das substituições mais conservadoras de Conceição. O Tondela apenas perto do final realizou o seu primeiro remate do segundo tempo, e enquadrado, diga-se. Mas a equipa de Pepa nunca justificou o empate. O Porto terminou por cima, com 64% de posse de bola, 16 remates, quatro enquadrados, seis cantos e 62% de duelos ganhos.

O Homem do Jogo

O Porto construiu grande parte da sua superioridade pelas faixas laterais, onde dois jogadores brilharam. Mas só um ficou no topo do GoalPoint Ratings, e esse foi Alex Telles, com uns excelentes 7.3.

O brasileiro voltou a mostrar as suas melhores características, com dois remates, quatro passes para finalização (uma de ocasião flagrante), dois cruzamentos eficazes em sete tentativas, e ainda 79 toques na bola (apenas atrás dos 81 de Danilo Pereira). E colocou 16 vezes a bola na área adversária – o dobro dos segundos melhores registos. Ganhou ainda seis de sete duelos aéreos e registou sete alívios e quatro intercepções.

Jogadores em foco

  • Ricardo Pereira 6.8 – O lateral-direito português foi o melhor da primeira parte e manteve o bom nível na etapa complementar. Fui importante a atacar, momento em que registou três passes para finalização e fez dois cruzamentos eficazes em quatro tentativas. A defender, fez também desarmes.
  • V. Aboubakar 6.6 – Fez o seu primeiro golo nesta Liga NOS, ao 11º remate, e à segunda tentativa perante Cláudio Ramos. No total fez quatro remates, dois deles enquadrados, e ganhou quatro duelos aéreos em seis.
  • Marcano 6.4 – Tal como frente ao Estoril, o capitão portista voltou a ser importante, e mais uma vez dominou nos alívios, com dez registados este domingo. Ganhou 11 dos 13 duelos em que participou (sete de oito aéreos).
  • Bruno Monteiro 5.5 – O melhor do Tondela. O médio registou seis desarmes, o máximo do jogo a par dos somados por Ricardo. Fez ainda quatro alívios, recuperou nove vezes a bola e ganhou sete de 18 duelos.
  • Marega 4.6 – O homem do jogo dos “dragões” frente ao Estoril foi, desta feita, o pior do FC Porto. Isto apesar de ter terminado como o mais rematador do encontro, com seis disparos. No entanto, apenas enquadrou dois e desperdiçou uma ocasião flagrante, para além de ter somado cinco controlos de bola deficientes.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …

Douro. Poluição regressa a valores anteriores ao estado de emergência

Os valores de contaminação do estuário do rio Douro, que durante o estado de emergência baixaram a níveis só vistos há mais de 30 anos, já regressaram aos valores pré-pandemia. As boas notícias "rapidamente se esfumaram". …

Reino Unido deixa cair pontes aéreas e prepara levantamento da quarentena para dezenas de países

O Reino Unido vai deixar cair o plano para a criação de pontes aéreas e prepara-se para substituir a medida pela isenção de quarentena para dezenas de países. Dezenas de países vão ficar isentos de restrições …