Tondela vs FC Porto | Aí está Aboubakar

O FC Porto somou o segundo triunfo na Liga NOS e junta-se a Sporting. Os “dragões” bateram o Tondela, na casa deste, por 1-0, num jogo de sentido único, sem grande brilho, é certo, mas no qual justificou em pleno os três pontos arrecadados.

Tiveram mais bola e mais remates, e foram mais fortes nos duelos, e em nenhum detalhe os da casa foram melhores. Aboubakar foi decisivo, numa partida em que os dois laterais portistas se revelaram uns furos acima dos demais jogadores.

O Jogo explicado em Números

  • Jogo de sentido (quase) único nos primeiros dez minutos. Porto com 80% de posse de bola perante um Tondela expectante e veloz nas transições. Nesta fase apenas um remate para cada lado, desenquadrado, com os da casa a pecarem na eficácia de passe (apenas 48%).
  • Portistas donos da bola, mantendo a posse nos 79% pelos 20 minutos, mas sem espaço de penetração. A consequência foi um jogo mastigado, com muitos passes, mas com 55% do jogo a desenrolar-se na zona central.
  • Boa primeira meia-hora de Ricardo Pereira, com um GoalPoint Rating de 6.1. Apenas um passe falhado, um passe para finalização, um cruzamento eficaz em duas tentativas, três desarmes e três duelos ganhos em cinco disputados.
  • Até que aos 37 minutos, ao oitavo remate, o Porto marcou. Alex Telles atirou em zona frontal, muito torto, mas a bola foi ter caprichosamente aos pés de Aboubakar. O camaronês rematou para primeira defesa de Cláudio Ramos, mas o guardião nada pôde fazer perante a recarga do atacante. Foi o primeiro golo de Aboubakar nesta Liga, ao 11ª remate.
  • Ao intervalo, apesar das poucas ocasiões de golo, a verdade é que o Porto aproveitou a mais flagrante, com o golo de Aboubakar. Até ao apito do árbitro, jogo marcado pelo domínio total dos “dragões”, que terminaram o primeiro tempo com 68% de posse de bola, nove remates contra dois, dois enquadrados (contra nenhum do Tondela), 82% de eficácia de passe e 65% de duelos ganhos. Ao descanso, os melhores em campo eram os dois laterais portistas, Ricardo Pereira e Alex Telles. O português somava o melhor GoalPoint Rating, com 6,5, graças a três passes para finalização (um deles para ocasião flagrante), dois cruzamentos eficazes em três tentativas e três desarmes.
  • Reentrada forte dos comandados de Sérgio Conceição, sempre de olhos na baliza contrária. Nos primeiros 15 minutos do segundo tempo registavam 63% de posse, dois remates, embora sem a melhor direcção, e mais uma vez superioridade absoluta nos duelos individuais (64% desde o descanso). Aos 63 minutos, Aboubakar atirou ao poste.
  • O Tondela parecia incapaz de importunar Iker Casillas, apesar de ter aumentado para 38% a sua posse de bola. Porém, aos 75 minutos, os homens da casa não tinham realizado qualquer remate no segundo tempo. E Marega esteve perto de marcar, um remate para uma estupenda defesa de Cláudio Ramos. Nesta altura, o Porto somava seis remates só na etapa complementar, mas só um enquadrado.
  • E o pendor de jogo manteve-se até ao final, apesar das substituições mais conservadoras de Conceição. O Tondela apenas perto do final realizou o seu primeiro remate do segundo tempo, e enquadrado, diga-se. Mas a equipa de Pepa nunca justificou o empate. O Porto terminou por cima, com 64% de posse de bola, 16 remates, quatro enquadrados, seis cantos e 62% de duelos ganhos.

O Homem do Jogo

O Porto construiu grande parte da sua superioridade pelas faixas laterais, onde dois jogadores brilharam. Mas só um ficou no topo do GoalPoint Ratings, e esse foi Alex Telles, com uns excelentes 7.3.

O brasileiro voltou a mostrar as suas melhores características, com dois remates, quatro passes para finalização (uma de ocasião flagrante), dois cruzamentos eficazes em sete tentativas, e ainda 79 toques na bola (apenas atrás dos 81 de Danilo Pereira). E colocou 16 vezes a bola na área adversária – o dobro dos segundos melhores registos. Ganhou ainda seis de sete duelos aéreos e registou sete alívios e quatro intercepções.

Jogadores em foco

  • Ricardo Pereira 6.8 – O lateral-direito português foi o melhor da primeira parte e manteve o bom nível na etapa complementar. Fui importante a atacar, momento em que registou três passes para finalização e fez dois cruzamentos eficazes em quatro tentativas. A defender, fez também desarmes.
  • V. Aboubakar 6.6 – Fez o seu primeiro golo nesta Liga NOS, ao 11º remate, e à segunda tentativa perante Cláudio Ramos. No total fez quatro remates, dois deles enquadrados, e ganhou quatro duelos aéreos em seis.
  • Marcano 6.4 – Tal como frente ao Estoril, o capitão portista voltou a ser importante, e mais uma vez dominou nos alívios, com dez registados este domingo. Ganhou 11 dos 13 duelos em que participou (sete de oito aéreos).
  • Bruno Monteiro 5.5 – O melhor do Tondela. O médio registou seis desarmes, o máximo do jogo a par dos somados por Ricardo. Fez ainda quatro alívios, recuperou nove vezes a bola e ganhou sete de 18 duelos.
  • Marega 4.6 – O homem do jogo dos “dragões” frente ao Estoril foi, desta feita, o pior do FC Porto. Isto apesar de ter terminado como o mais rematador do encontro, com seis disparos. No entanto, apenas enquadrou dois e desperdiçou uma ocasião flagrante, para além de ter somado cinco controlos de bola deficientes.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal é o país da União Europeia com mais confiança nas vacinas

Portugal é o país da União Europeia (UE) onde a população tem mais confiança nas vacinas contra a covid-19, com 95% dos inquiridos a considerarem as vacinas seguras, segundo um Eurobarómetro publicado esta quinta-feira pela …

Estas são as dez profissões mais bem pagas em Portugal

O ManpowerGroup fez o levantamento das das dez profissões mais bem pagas do país. Esses profissionais recebem até 150 mil euros por ano. Com base no levantamento das dez profissões mais bem pagas do país, fornecido …

Nave espacial chinesa com três astronautas acopla na nova estação espacial

A nave espacial chinesa que partiu ao início do dia de hoje com uma tripulação de três pessoas já acoplou na nova estação espacial da China, para uma missão de três meses, noticia a imprensa …

Vagas só vão aumentar nos cursos com notas mais altas

Para já, apenas os cursos procurados pelos alunos com médias mais elevadas vão poder aumentar o número de vagas disponíveis no concurso nacional de acesso deste ano. De acordo com o jornal Público, o Governo afastou, …

Novo Banco. "O que a Caixa deseja é que este processo acabe"

O presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) disse, esta quarta-feira, no Parlamento, que o desejo do banco público é que o processo relativo ao financiamento ao Novo Banco acabe. "O que, pessoalmente, a Caixa …

Boris Johnson diz que ministro da Saúde “não tem salvação possível” em mensagens reveladas por ex-assessor

Boris Johnson terá enviado mensagens escritas a um dos seus principais assessores, Dominic Cummings, onde descrevia o ministro da saúde como “sem porra de salvação possível”. Esta quarta-feira, as fotografias das mensagens trocadas entre Johnson e …

Portugal tem o dobro dos casos de covid-19 que existiam há um ano

O número de casos de covid-19 ativos em Portugal neste momento é mais do dobro do que há um ano atrás. A média diária de novos casos é quase o triplo. Apesar de 42% da população …

Sporting prestes a garantir contratação de Daniel Wass, antigo lateral do Benfica

O Sporting está muito perto de garantir a contratação de Daniel Wass ao Valência. O dinamarquês já passou pelo Benfica e pode custar agora 2 milhões de euros. Depois de as negociações com o Sporting de …

Portugal com testes negativos à covid-19 antes do jogo com a Alemanha

Os jogadores, equipa técnica e restantes membros da seleção tiveram resultados negativos nos testes à covid-19, realizados três dias antes do jogo com a Alemanha, revelou, esta quinta-feira, fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol …

Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão, ainda há casas por reconstruir

Esta quinta-feira, assinalam-se quatro anos do grande incêndio de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que provocou a morte a 66 pessoas. Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou ao início da tarde …