/

Planeta Terra passa a ter (oficialmente) cinco oceanos

13

A National Geographic Society fez o primeiro mapeamento dos oceanos em mais de 100 anos e, desta vez, reconhece que a Terra possui cinco oceanos.

Definir as fronteiras dos oceanos da Terra não é uma tarefa simples. Desde que a National Geographic Society passou a mapear o planeta em 1915, apenas quatro oceanos haviam sido confirmados: Atlântico, Pacífico, Índico e Ártico.

Apesar de o Oceano Antártico ter sido informalmente divulgado pela comunidade científica ao longo dos últimos 100 anos, somente a 8 de junho deste ano é que a instituição reconheceu oficialmente as águas ao redor da Antártida como o quinto oceano do planeta.

O reconhecimento do Oceano Antártico como um oceano único é uma discussão que já dura há algum tempo, recorda o Live Science.

Quando a Organização Hidrográfica Internacional (OHI, sigla em inglês) foi criada em 1921, a instituição referiu-se às águas ao redor da Antártida como um corpo distinto, mas, em 1953, mudou de ideias. No entanto, desde então, cientistas e organizações comerciais passaram a referir-se àquelas águas geladas do polo sul como Oceano Antártico.

Os membros da Administração Oceânica Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA) já reconhecem as águas como o quinto oceano desde 1999. Foi aí, inclusive, que o Conselho de Nomes Geográficos dos Estados Unidos aprovou o nome Oceano Antártico.

O geógrafo Alex Tait, da National Geographic Society, disse que este oceano é reconhecido pelos cientistas há muito tempo, mas, como nunca houve um acordo internacional, nunca foi reconhecido oficialmente.

“É uma espécie de ‘nerdice’ geográfica em alguns aspetos”, ironiza. Para os especialistas, o reconhecimento oficial do Oceano Antártico pode surtir um efeito positivo na educação científica das crianças.

Segundo o geógrafo, os estudantes podem aprender muita coisa sobre o mundo ao estudarem oceanos, especialmente o Antártico.

Ao contrário dos outros quatro oceanos, o Antártico é definido não apenas pelo continente próximo a ele, mas especificamente pela Corrente Circumpolar Antártica (ACC), uma corrente oceânica fria que envolve a Antártica e que caracteriza a maior parte deste oceano.

A ACC “puxa” a água quente dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico, e forma uma “corrente transportadora” que distribui as águas quentes ao redor do mundo, enquanto as águas mais frias favorecem o armazenamento de carbono nas profundezas do oceano. Não é à toa que milhares de espécies marinhas vivem nas águas férteis do ACC.

O reconhecimento oficial do Oceano Antártico é mais uma questão de detalhe, pois, ao longo das últimas décadas, essas águas só se confirmaram ainda mais distintas e importantes para o Oceano Global.

  ZAP //

13 Comments

    • Eu já aprendi o mesmo nos anos 80.
      Não sei qual é a dúvida desta malta…
      Talvez sejam os mesmos que dizem que existem mais de dois sexos e depois chegam á conclusão de que afinal…

      • Eu aprendi os 5 oceanos na escola nos anos 70.

        (mas já o artigo diz que é uma “nerdice” esta falta de reconhecimento oficial, que dura há 100 anos, visto que há pelo menos 100 anos que se fala de Oceano Antártico)

    • Leiam o texto, por favor.

      “Apesar de o Oceano Antártico ter sido informalmente divulgado pela comunidade científica ao longo dos últimos 100 anos, somente a 8 de junho deste ano é que a instituição reconheceu oficialmente as águas ao redor da Antártida como o quinto oceano do planeta.

      O reconhecimento do Oceano Antártico como um oceano único é uma discussão que já dura há algum tempo, recorda o Live Science.”

    • Por cá “sempre” foram 5 oceanos (e bem) mas, por exemplo nos EUA ainda há pouco (se calhar ainda hoje!) só ensinavam 4 oceanos nas escolas.

  1. E se a terra for plana, quer dizer que os oceanos são como aquelas piscinas “infinitas”, em que a água em excesso escorre pela borda?

    • Não seja tonto … toda a gente sabe que nas extremidades está colocado um sistema de recuperação e filtração de águas … afinal a água não é um bem infinito e tem de ser recuperada, além disso, não se poderia deixar a água cair, até porque poderia escorrer para cima do Sol quando este passa por baixo da terra e eventualmente apagar-lo 😉

      Temos de confiar que os gajos pensaram em tudo!!!

  2. Os americanos em termos científicos são muito bons e muito maus. A National Geographic Society (NGS) não é um órgão internacional e portanto não tem competência para fazer o “reconhecimento oficial” de coisa nenhuma.
    Nós, portugueses, há muito que consideramos que o Oceano Glacial Antárctico é um corpo de água com características próprias. A NGS até pretende dar-lhe outro nome…
    Finalmente, já repararam que enquanto nós consideramos que a América é um único continente, nos EUA consideram que há dois continentes, a América do Norte e a América do Sul?… Ridiculo.

  3. Então, porque não querem ser americanos do sul, igual aos europeus, os do norte, são europeus do norte, os do sul são europeus do sul, os continentes e os oceanos, era uma confusão quando andei na escola nos anos 70 a professora dizia uma coisa no livro dizia outra.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE