Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta “fortemente” a proteção contra a variante Delta

Kena Betancur / AFP

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas.

Depois de ter requerido ao regulador norte-americano autorização especial para a administração de uma terceira dose da sua vacina contra a Covid-19 — pedido que foi recusado —, a Pfizer voltou a sublinhar a importância que este reforço pode ter na criação de imunidade contra o novo coronavírus e, sobretudo, contra a variante Delta, defendendo que esta aumenta “fortemente” os níveis de proteção.

De acordo com a CNN, que cita um relatório da farmacêutica norte-americana, os cientistas da Pfizer entendem que os níveis de anticorpos contra a variante Delta em pessoas entre os 18 e os 55 anos que recebem uma terceira dose da vacina são cinco vezes superiores aos apresentados após a toma de duas doses. No que respeita aos cidadãos com idades compreendidas entre os 65 e os 85 anos, os níveis de anticorpos podem aumentar até, pelo menos, 11 vezes.

Os investigadores consideram que há potencial para um aumento de proteção contra a variante Delta equivalente a 100 vezes após a terceira dose em comparação com a segunda dose. Os números divulgados indicam também um aumento da proteção contra a variante original e Beta (com origem na África do Sul) — apesar de ainda não terem sido revistos pelos pares e a farmacêutica prometer para breve informações mais “definitivas“.

Em cima da mesa está um novo pedido de autorização de emergência para a terceira dose, que pode acontecer já no início de agosto — o pedido anterior havia sido recusado pelos especialistas que entenderam não existirem evidências científicas suficientes que comprovassem benefícios inerentes à toma de uma terceira da vacina da Pfizer. Agora, com os novos dados, a farmacêutica espera um desfecho diferente.

Em Portugal, o Infarmed também descarta para já a possibilidade de a vacina da Pfizer ser reforçada com uma terceira dose, apesar de assumir que está a acompanhar “os dados técnico-científicos à medida que estes se encontram disponíveis.

Tal como relembra o Observador, o regulador português defende que, para “acautelar uma possível terceira dose”, assim como “o desenvolvimento de vacinas adaptadas a novas variantes”, Portugal tem “dois contratos estipulados, cujo volume de vacinas ultrapassa os 14 milhões, com os laboratórios BioNTech/Pfizer e Moderna”.

Atualmente, a Pfizer está também a desenvolver uma vacina especificamente contra a a variante Delta, com os estudos clínicos a poderem iniciar-se já em agosto, mediante autorização do regulador.

ARM, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …