Salvator Mundi. Teoria da conspiração liga a pintura mais cara do mundo a Donald Trump

Justin Lane / EPA

“Salvator Mundi”, de Leonardo da Vinci

Em novembro de 2017, uma pintura de Leonardo da Vinci há muito perdida foi colocada à venda no leilão da Christie’s, apenas para convidados.

O trabalho, chamado Salvator Mundi, foi a estrela da noite: desencadeou uma guerra de lances de 19 minutos entre dois compradores anónimos e acabou sendo vendido por pouco mais de 396 milhões de euros, o maior preço registado para uma obra de arte.

O novo dono da pintura foi mais tarde identificado como um saudita pouco conhecido, sem nenhuma coleção de arte importante, Bader bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan al-Saud. Um relatório posterior do Times revelou que o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman era o verdadeiro comprador. Esse relatório foi mais tarde contestado pela embaixada saudita.

Poucas horas antes, o Louvre Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, anunciou que um novo trabalho estaria em breve no museu: Salvator Mundi. Mas, em setembro, apenas duas semanas antes do lançamento programado da pintura, o Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi adiou indefinidamente a exposição.

Surgiram relatos de que a pintura desaparecera e o seu paradeiro tem sido um tema de fascínio no mundo da arte. A mais recente onda de interesse foi desencadeada por um post este mês num blog sobre Donald Trump e a Rússia.

Narrativ publicou uma teoria que colocou Salvator Mundi no centro de um esquema internacional de lavagem de dinheiro que envolveria as famílias reais da Arábia Saudita e Abu Dhabi, juntamente com a equipa de campanha presidencial de 2016 de Donald Trump, a empresa de inteligência israelita Psy-Group e o magnata russo Dmitry Rybolovlev, o dono anterior da pintura.

Rybolovlev, segundo o texto narrativo, colocou a pintura em leilão, sabendo que os sauditas iriam concorrer por ela, inflacionando artificialmente o seu valor. Narrativ postula que os fundos da venda foram canalizados para o Psy-Group, que, de acordo com um relatório da Daily Beast, tinha laços com a campanha Trump.

Existem dois pontos centrais neste caso. A primeira é que o Príncipe Bader – “um novato em arte”, pagou muito mais do que a pintura valia. A segunda é que a pintura está perdida. “Ninguém vê a rara obra-prima em mais de um ano e o seu paradeiro exato é desconhecido há mais de cem dias”, alega Zev Shalev, o autor por trás da teoria.

É possível que o maior valor pago pela pintura em leilão tenha sido uma maneira de gerar publicidade para o Louvre Abu Dhabi, inaugurado alguns dias antes do leilão.

Os especialistas do mundo da arte rejeitaram a história da Narrativ, alegando que, se os sauditas tentassem canalizar dinheiro para a campanha Trump, não teriam escolhido uma obra de arte de alto nível para fazê-lo.

“Eu pensei desde o início que era completamente maluco“, disse Georgina Adam, editora do Art Newspaper.

Mas o desprezo do mundo da arte pela teoria não impediu que outras publicações, incluindo a Vanity Fair e o blog Wonkette, se expandissem ainda mais. Há uma razão pela qual tem recebido tanta atenção: por mais estranho que possa ser, a teoria da conspiração de Salvator Mundi é indicativa das ansiedades que as pessoas têm sobre o atual clima político – assim como a opacidade do mercado de arte notoriamente não regulamentado.

Rybolovlev, acusado de corrupção e tráfico de influências no Mónaco no ano passado, tem laços com Donald Trump – pelo menos no passado. Em 2004, Trump comprou uma mansão no sul da Florida por 41 milhões de dólares, que tentou vender por 125 milhões sem sucesso. Rybolovlev pagou 95 milhões pela propriedade em 2008.

Detalhes do acordo imobiliário de Trump com Rybolovlev ressurgiu em 2016 no meio das alegações de que a equipa de campanha do candidato à presidência tinha conspirado com a Rússia para vencer a eleição.

ZAP // Vox

PARTILHAR

RESPONDER

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …