Salvator Mundi. Teoria da conspiração liga a pintura mais cara do mundo a Donald Trump

Justin Lane / EPA

“Salvator Mundi”, de Leonardo da Vinci

Em novembro de 2017, uma pintura de Leonardo da Vinci há muito perdida foi colocada à venda no leilão da Christie’s, apenas para convidados.

O trabalho, chamado Salvator Mundi, foi a estrela da noite: desencadeou uma guerra de lances de 19 minutos entre dois compradores anónimos e acabou sendo vendido por pouco mais de 396 milhões de euros, o maior preço registado para uma obra de arte.

O novo dono da pintura foi mais tarde identificado como um saudita pouco conhecido, sem nenhuma coleção de arte importante, Bader bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan al-Saud. Um relatório posterior do Times revelou que o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman era o verdadeiro comprador. Esse relatório foi mais tarde contestado pela embaixada saudita.

Poucas horas antes, o Louvre Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, anunciou que um novo trabalho estaria em breve no museu: Salvator Mundi. Mas, em setembro, apenas duas semanas antes do lançamento programado da pintura, o Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi adiou indefinidamente a exposição.

Surgiram relatos de que a pintura desaparecera e o seu paradeiro tem sido um tema de fascínio no mundo da arte. A mais recente onda de interesse foi desencadeada por um post este mês num blog sobre Donald Trump e a Rússia.

Narrativ publicou uma teoria que colocou Salvator Mundi no centro de um esquema internacional de lavagem de dinheiro que envolveria as famílias reais da Arábia Saudita e Abu Dhabi, juntamente com a equipa de campanha presidencial de 2016 de Donald Trump, a empresa de inteligência israelita Psy-Group e o magnata russo Dmitry Rybolovlev, o dono anterior da pintura.

Rybolovlev, segundo o texto narrativo, colocou a pintura em leilão, sabendo que os sauditas iriam concorrer por ela, inflacionando artificialmente o seu valor. Narrativ postula que os fundos da venda foram canalizados para o Psy-Group, que, de acordo com um relatório da Daily Beast, tinha laços com a campanha Trump.

Existem dois pontos centrais neste caso. A primeira é que o Príncipe Bader – “um novato em arte”, pagou muito mais do que a pintura valia. A segunda é que a pintura está perdida. “Ninguém vê a rara obra-prima em mais de um ano e o seu paradeiro exato é desconhecido há mais de cem dias”, alega Zev Shalev, o autor por trás da teoria.

É possível que o maior valor pago pela pintura em leilão tenha sido uma maneira de gerar publicidade para o Louvre Abu Dhabi, inaugurado alguns dias antes do leilão.

Os especialistas do mundo da arte rejeitaram a história da Narrativ, alegando que, se os sauditas tentassem canalizar dinheiro para a campanha Trump, não teriam escolhido uma obra de arte de alto nível para fazê-lo.

“Eu pensei desde o início que era completamente maluco“, disse Georgina Adam, editora do Art Newspaper.

Mas o desprezo do mundo da arte pela teoria não impediu que outras publicações, incluindo a Vanity Fair e o blog Wonkette, se expandissem ainda mais. Há uma razão pela qual tem recebido tanta atenção: por mais estranho que possa ser, a teoria da conspiração de Salvator Mundi é indicativa das ansiedades que as pessoas têm sobre o atual clima político – assim como a opacidade do mercado de arte notoriamente não regulamentado.

Rybolovlev, acusado de corrupção e tráfico de influências no Mónaco no ano passado, tem laços com Donald Trump – pelo menos no passado. Em 2004, Trump comprou uma mansão no sul da Florida por 41 milhões de dólares, que tentou vender por 125 milhões sem sucesso. Rybolovlev pagou 95 milhões pela propriedade em 2008.

Detalhes do acordo imobiliário de Trump com Rybolovlev ressurgiu em 2016 no meio das alegações de que a equipa de campanha do candidato à presidência tinha conspirado com a Rússia para vencer a eleição.

ZAP ZAP // Vox

PARTILHAR

RESPONDER

Índice de transmissibilidade sobe. É de 0,71 em Portugal Continental (e acima de 1 nas ilhas)

O índice de transmissibilidade da covid-19 subiu ligeiramente a nível nacional nas últimas duas semanas. Entre 24 e 28 de fevereiro, o índice foi de 0,71. O índice médio de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 está …

Museu Neandertal responde a Joe Biden. "Eram mais espertos do que pensa"

O Museu Neandertal, na Alemanha, endereçou um convite ao Presidente norte-americano Joe Biden, depois de o governante ter considerado a decisão do governador do Texas de acabar com a obrigatoriedade de utilização de máscara um …

Olhos postos no Senegal. Violentos protestos contra a prisão do opositor do Governo

Os confrontos no Senegal, os piores dos últimos anos, foram desencadeados pela detenção do líder da oposição Ousmane Sonko. Os confrontos eclodiram em Dakar, na quinta-feira, depois de o principal líder da oposição, Ousmane Sonko, ter …

Grupo de cientistas questiona missão da OMS e pede investigação independente na China

Um grupo de cientistas está a pedir uma investigação independente sobre a origem do Sars-CoV-2, com acesso total aos registos da China. Um grupo de cientistas escreveu uma carta aberta, divulgada nos jornais Le Monde e …

Brasil a braços com uma tragédia anunciada. República Checa pede ajuda estrangeira

No Brasil, o número diário de mortes já ultrapassou o dos Estados Unidos. Alemanha, Suíça e Polónia estão a disponibilizar os seus hospitais para receber casos graves de covid-19 da República Checa. Em relação a número …

Iniciativa Liberal diz não a Moedas e avança com candidatura em Lisboa

Este sábado, a Iniciativa Liberal rejeitou integrar a megacolicação encabeçada por Carlos Moedas e anunciou um candidato próprio à Câmara de Lisboa.  Foi este sábado, na Praça do Município, que João Cotrim de Figueiredo, líder do …

Agente da PSP que chamou "aberração" a Ventura suspenso por 10 dias

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) confirmou a suspensão de dez dias a Manuel Morais, o agente que chamou "aberração" a André Ventura. O agente da PSP Manuel Morais vai iniciar, este sábado, …

1.007 novos casos e 26 mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou este sábado 26 mortes e 1.007 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico deste sábado, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.007 …

Publicada lista de entidades abrangidas por alargamento da ADSE

A ADSE já publicou a lista de entidades abrangidas pelo alargamento do subsistema de saúde da função pública aos trabalhadores com contrato individual de trabalho. As entidades reguladoras e a maioria das empresas municipais foram …

O "caminho ainda é longo", mas Portugal já administrou um milhão de vacinas

Esta sexta-feira, Portugal ultrapassou o marco do primeiro milhão de vacinas administradas, mas o "caminho ainda é longo". Portugal ultrapassou, esta sexta-feira, um milhão de vacinas contra a covid-19 administradas, uma marca que o secretário de …