Temperatura pode aumentar 4,3 graus até fim do século

A Agência Internacional de Energia (AIE) alertou esta segunda-feira que a temperatura global pode subir 4,3 graus até ao fim do século e pediu aos países medidas mais audaciosas na redução das emissões de gases com efeito de estufa.

Num relatório publicado antes da conferência do clima, em Dezembro, em Paris, a AIE disse que podia ser feito mais para atingir o objectivo de manter a subida média da temperatura global abaixo dos dois graus centígrados.

Os compromissos atuais “terão um impacto positivo nas tendências energéticas futuras, mas ficarão aquém da necessária correcção para respeitar o objectivo dos dois graus”, indica o relatório, apresentado em Londres.

O estudo afirma que será registado um aumento médio da temperatura global em cerca de 2,6º até 2100, defendendo que o aumento pode subir até aos 4,3º nos países do hemisfério norte.

“O sector energético deve desempenhar um papel crítico para que os esforços na redução das emissões [dos gases com efeito de estufa] tenham êxito. A produção e utilização de energia representa dois terços das emissões mundiais de gases com efeito de estufa” (GEE), disse a directora executiva da AIE, Marie van der Hoeven.

O principal economista da agência, Fatih Birol, alertou que os desastres causados por condições meteorológicas adversas serão “cada vez mais frequentes” devido ao aumento da temperatura, com África a ser particularmente afectada, apesar de uma reduzida contribuição para o problema.

Van der Hoeven sublinhou, por seu turno, “não haver tempo a perder”, já que “o custo e a dificuldade das medidas atenuantes das emissões de gases com efeito de estufa aumentam todos os anos”.

Apesar do “crescente consenso entre os países de que chegou a altura de actuar”, é necessária grande vigilância para garantir que os compromissos são adequados e mantidos, acrescentou.

A AIE apresentou cinco medidas essenciais para controlar as emissões globais relacionadas com a produção e utilização de energia em 2020: melhorar a eficiência energética em sectores industriais fundamentais, reduzir o uso de centrais energéticas alimentadas a carvão, aumentar o investimento nas tecnologias de energia renovável, reduzir gradualmente os subsídios aos combustíveis fósseis e uma redução das emissões de gás metano na produção de petróleo e gás.

“Esta etapa decisiva é possível se recorrermos apenas a políticas e tecnologias com provas dadas e sem alterar as perspectivas económicas e de desenvolvimento de nenhuma região”, de acordo com a AIE.

Os países estão a preparar um encontro crucial em Paris, a 21.ª conferência das partes (COP21), no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC, sigla em inglês), que agrupa 195 nações.

No início do ano, a UE aprovou formalmente as metas de redução de GEE para a conferência de Paris, incluindo uma redução de 40% nos GEE até 2030, relativamente aos níveis de 1990.

Os Estados Unidos, responsáveis por 12% das emissões globais de GEE, anunciaram a intenção de reduzir os GEE entre 26 e 28% em 2025, relativamente aos níveis em 2005.

A China, a segunda maior economia do mundo e responsável por 25% das emissões globais, definiu o pico das emissões de GEE para “cerca de 2030”, mas não prometeu quaisquer reduções.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vídeo de criança vítima de bullying gera onda de apoio global

Internautas de todo o mundo, inclusive celebridades, uniram-se para dar apoio ao menino australiano, de nove anos, que sofre de bullying por causa da sua aparência. De acordo com a BBC, Yarraka Bayles partilhou o vídeo …

Descoberta nova quasipartícula: o π-ton

Foi descoberta uma nova quasipartícula no Instituto de Tecnologia de Viena. Os cientistas batizaram-na de π-ton, uma quasipartícula que contém dois eletrões e duas lacunas. Existem diferentes tipos de partículas. Um deles, as quasipartículas, são excitações …

É oficial. Friends está de volta para um episódio especial

As preces dos fãs foram finalmente ouvidas. O elenco de Friends vai reunir-se para um episódio especial exclusivo na HBO Max. Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer voltarão ao …

Dieta ocidental está a deixar as pessoas menos inteligentes

Uma dieta pouco saudável, à base de hambúrgueres e doces está literalmente a deixar as pessoas menos inteligentes apenas no espaço de uma semana. Esta foi a conclusão de um estudo de investigadores da Universidade …

Pedro Proença: Sociedade deve atuar no combate ao racismo

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta sexta-feira, que a sociedade portuguesa deve atuar no combate ao racismo, violência, xenofobia e intolerância. A Liga vai lançar, durante este fim-de-semana, uma campanha com …

Na última década, Coreia do Norte gastou mais de meio milhão de dólares em cavalos russos

A Coreia do Norte gastou recentemente dezenas de milhares de dólares na aquisição de 12 cavalos provenientes da Rússia, de acordo com os dados alfandegários. A Coreia do Norte gastou quase meio milhão de dólares (584.302 …

O caranguejo "supervilão" do Canadá vai ser transformado em plástico biodegradável

Uma equipa de cientistas no Canadá desenvolveu um plano para transformar uma espécie invasora de crustáceo - conhecida como como caranguejo supervilão - em copos e talheres  de "plástico", usando as suas carapaças para criar …

Covid-19. Tripulante de navio japonês pode ser o primeiro português infetado

Um português que é tripulante do navio Princess Cruises, atracado no porto de Yokohama, no Japão, pode ter sido diagnosticado "positivo" com o novo coronavírus. Contactada pela agência Lusa, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, afirma …

Harry e Meghan vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal

O duque e a duquesa de Sussex vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal, anunciou, esta sexta-feira, um porta-voz da casa real. "Estando o duque e a duquesa focados nos seus planos de estabelecer …

Messi marca quatro e embala Barcelona para o topo da La Liga

Um póquer de Lionel Messi embalou o FC Barcelona, este sábado, para a liderança da Liga espanhola, com uma "mão cheia" de golos na receção ao Eibar (5-0). Os catalães subiram ao topo de La Liga …