Teh tarik é mais do que a “bebida nacional” da Malásia. É uma estratégia de unificação

pie4dan / Flickr

Um copo de Teh tarik – chá preto, leite condensado e leite evaporado

O Teh tarik – chá preto, leite condensado e muito açúcar – é considerada a bebida nacional da Malásia

Chá preto, leite condensado e muito açúcar. A bebida – que mistura influências indianas, chinesas e britânicas – encarna a Malásia num copo.

O teh tarik é bebido em todo o sudeste asiático, mas é considerado a bebida nacional não oficial da Malásia, onde foi inventado.

De acordo com a BBC, trata-se de uma mistura relativamente simples de chá preto, leite condensado e bastante açúcar. O nome deriva do processo de despejar “puxando” a bebida durante a sua preparação. A técnica areja o líquido, realça o seu sabor e ajuda-o a desenvolver a sua espuma característica.

Embora o sabor adocicado seja uma tentação, o seu significado cultural é muito mais profundo: esta bebida é uma metáfora para o forte sentido de tolerância e diversidade do país.

“Na Malásia, tivemos muitos anos para nos familiarizarmos com a vida numa sociedade multicultural”, começou por explicar a ativista Salma Nasution Khoo. “[Apesar das nossas diferenças], todos estão conscientes da importância de regressar a um estado de equilíbrio e de respeito mútuo.”

Tal como a Malásia, também o teh tarik é uma mistura de influências indígenas malaias, chinesas, britânicas e do sul da Índia.

A cadeia britânica detalha que o chá preto foi introduzido pelos chineses nos anos 1830; a arte de puxar foi desenvolvida pelos cozinheiros de rua do sul da Índia depois de 1850; e o leite e o açúcar foram introduzidos quase 100 anos mais tarde durante o fim do colonialismo britânico (1867-1957).

Como muitas das culturas do país contribuíram para a criação do teh tarik, a maioria dos malaios, independentemente da sua etnia, sentem-se ligados culturalmente a esta bebida.

“O teh tarik é algo que pode ligar pessoas de diferentes raças, culturas e religiões“, disse o cartoonista Mohd Azmi à BBC. “Podemos sentar-nos todos juntos no mesmo lugar, tomar a mesma bebida e ignorar as nossas diferenças.”

A cidade costeira de George Town, um porto comercial histórico e a maior cidade da Ilha de Penang, é considerada por muitos malaios como o berço da popularidade da bebida. Por este motivo, o artigo da BBC destaca que é o melhor local para se provar o tão característico teh tarik.

Apesar de ter uma longa história, a bebida está muito longe de conhecer o seu capítulo final, tendo conhecido recentemente uma nova onda de popularidade como símbolo de resolução de conflitos.

Devido à sua capacidade histórica de unificar grupos díspares, várias organizações um pouco por toda a Malásia começaram a acolher “Sessões de teh tarik“.

Nelas, os participantes identificam pontos em comum e abraçam a diversidade para discutir questões importantes. Estas reuniões têm sido utilizadas por escolas e organizações sem fins lucrativos para facilitar as conversas entre estudantes, e até mesmo pelo Governo nacional para resolver impasses políticos.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE