Afinal, a tecnologia inteligente não nos está a tornar mais burros

Há muito aspetos negativos associados à tecnologia inteligente. No entanto, Anthony Chemero, especialista comportamental da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, considera que a era digital não está a tornar os humanos mais burros.

O especialista comportamental Anthony Chemero, da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, sustenta que, “apesar das manchetes, não há evidências científicas que mostrem que os smartphones e a tecnologia digital prejudicam as nossas capacidades cognitivas biológicas”.

No artigo científico, os investigadores envolvidos neste estudo expõem a evolução da era digital, explicando de que forma a tecnologia inteligente complementa o pensamento dos seres humanos, ajudando-os a destacar-se.

“O que os smartphones e a tecnologia digital parecem fazer, em vez disso, é mudar a maneira como nos envolvemos nas nossas capacidades cognitivas biológicas”, explica Chemero, citado pelo Phys. “Estas mudanças são, na verdade, benéficas para o conhecimento.”

O especialista dá um exemplo: o smartphone “conhece” o trajeto para o estádio de futebol para que não tenha de procurar um mapa ou pedir indicações, por exemplo. Isto liberta energia cerebral para que possa pensar noutra coisa.

O mesmo se aplica a um ambiente profissional: “Não estamos a resolver problemas matemáticos complexos com caneta e papel, nem a memorizar números de telefone em 2021”, argumenta.

No fundo, computadores, tablets e smartphones funcionam como auxiliares. São ferramentas que podemos usar para calcular, memorizar e armazenar ou apresentar qualquer tipo de informação que desejemos. Não nos prejudicam – são uma ajuda.

Lorenzo Cecutti, candidato a doutoramento na Universidade de Toronto, acrescenta que a tecnologia inteligente aumenta as capacidades de tomada de decisões que seríamos pressionados a realizar por nós próprios.

A utilização da tecnologia GPS é um exemplo disso: ajuda-nos a chegar ao destino, mas também nos permite escolher uma rota com base nas condições de tráfego – uma decisão que seria muito mais “desafiante” para alguém a conduzir numa cidade que desconhece.

“Junta-se toda esta tecnologia com um cérebro humano nu e obtém-se algo que é mais inteligente… o resultado é que nós, complementados pela nossa tecnologia, somos capazes de realizar tarefas muito mais complexas do que poderíamos com as nossas capacidades biológicas não implementadas”, remata Chemero.

O artigo científico foi publicado, no dia 1 de julho, na Nature Human Behavior.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Irão disponível para negociações sobre acordo nuclear nas próximas semanas

O Irão retornará às negociações sobre a retomada do acordo nuclear de 2015 nas próximas semanas, avançou o Ministério dos Negócios Estrangeiros esta terça-feira, apesar das suspeitas das potências ocidentais sobre a estratégia de Teerão …

Depois do Loon, nasce o Taara. Projeto usou lasers para transmitir 700TB de dados

Depois da morte do Projeto Loon, no início do ano, nasceu o Projeto Taara, que utilizou lasers para transmitir 700TB de dados através do rio Congo. O projeto muda, o nome é diferente, mas a missão …

Vizela - Paços de Ferreira bateu recorde de assistência na I Liga

Maior número de adeptos do campeonato também foi registado nesta jornada, no Benfica-Boavista; mas em termos de ocupação do estádio, o Vizela deixou longe toda a concorrência. Desde os anos 80 do século passado que não …

150 anos antes da viagem histórica de Colombo, um frade italiano escrevia sobre a America

Por volta do ano 1340, Galvano Fiamma registou, na sua Cronica universalis, a existência de terras a oeste da Gronelândia habitadas "por gigantes". Trata-se da primeira menção documentada do continente americano no Mediterrâneo, cerca de …

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …