DGS declara surto de sarampo. Há 7 casos confirmados e 34 suspeitos

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, acompanhado pela Diretora Geral de Saúde, Graça Freitas

Fonte da Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou sete casos de sarampo na região norte, explicando que cinco novos casos confirmados esta quarta-feira são profissionais do Hospital de Santo António, no Porto. “A presente situação na Região Norte configura a existência de um surto” de sarampo.

Estão confirmados sete casos de sarampo no Hospital de Santo António, no Porto. Os cinco novos casos foram confirmados esta quarta-feira enquanto que os outros dois já tinham sido anunciados pela DGS na terça-feira à noite.

De acordo com o Público, o Hospital de Santo António reportou até às 21h desta quarta-feira 32 casos suspeitos. Destes, “oito foram já testados laboratorialmente no Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, cinco dos quais foram confirmados como casos de sarampo”, explica o comunicado.

Desde o dia 9 de março foram notificados 34 casos suspeitos, dos quais foram confirmados sete casos, revela o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), publicado esta quarta-feira à noite, citado pelo Jornal de Notícias.

Os cinco casos confirmados fazem todos parte do grupo de profissionais do Hospital de Santo António, que estavam já em investigação, confirmou Graça Freitas, diretor-geral da Saúde, ao jornal. Dos sete casos, cinco são profissionais de saúde, três não estavam vacinados e um tinha o esquema vacinal (duas doses) incompleto.

Graça Freitas adiantou que três doentes estão internados no Hospital de Santo António, sendo que num dos casos a situação clínica é considerada instável.

Há um surto de sarampo em Portugal

Depois de terem sido confirmados os sete casos de sarampo na região Norte do país, a Direção-Geral de Saúde declarou esta quarta-feira “a existência de um surto” de sarampo em Portugal.

Num comunicado, a DGS refere que “a presente situação na Região Norte configura a existência de um surto” de sarampo e recorda que até terça-feira tinham sido “notificados na Região Norte dois casos de sarampo, aparentemente não relacionados, confirmados laboratorialmente em adultos não vacinados”.

De acordo com a DGS, “está em curso a investigação epidemiológica detalhada da situação, que inclui a investigação laboratorial de todos os casos”.

No comunicado, a DGS recomenda que as pessoas verifiquem os boletins de vacinas e que, caso seja necessário, se vacinem contra o sarampo, recordando tratar-se de “uma das doenças infeciosas mais contagiosas podendo provocar doença grave, principalmente em pessoas não vacinadas”.

No caso de pessoas vacinadas, “a doença pode, eventualmente, surgir, mas com um quadro clínico mais ligeiro e menos contagioso”. Além disso, aconselha ainda a “quem esteve em contacto com um caso suspeito de sarampo e tem dúvidas” que ligue para a Linha Saúde 24 (número 808 24 24 24).

Quem tiver “sintomas sugestivos de sarampo (febre, erupção cutânea, conjuntivite, congestão nasal, tosse) deve também ligar para a linha. Com esses sintomas, a DGS recomenda que “não se desloque e evite o contacto com outros”.

No ano passado, o sarampo provocou 35 mortes, incluindo uma em Portugal, só num conjunto de 50 países da região europeia, onde se registaram mais de 20 mil casos em 2017. No ano passado, Portugal teve dois surtos simultâneos de sarampo (num total de 29 casos), que chegaram a provocar a morte de uma jovem de 17 anos.

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), “cada nova pessoa afetada pelo sarampo na Europa relembra que crianças e adultos não vacinados, independentemente de onde vivam, continuam em risco de contrair a doença e de a passar a outros que possam ainda não estar vacinados”.

O sarampo é uma doença grave, para a qual existe vacina, contudo, o Centro Europeu de Controlo de Doenças estima que haja uma elevada incidência de casos em crianças menores de um ano de idade, que ainda são muito novas para receber a primeira dose da vacina.

Segundo os dados de 2017, mais de 87% das pessoas que contraíram sarampo não estavam vacinadas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Está tudo doido, num universo de milhões de pessoas falar destes casos como um surto é mesmo criar alarmismo para vender vacinas. FDP!

    Antigamente toda a malta nova tinha sarampo até havia o celebre ditado – Sarampo, sarampelo 7 vezes vais ao pelo- e isso só reforça o sistema imunitário.

    Quanto mais porcaria fazem com as vacinas mais doenças arranjam para grande alegria dos das deallers farmacêuticas.

    • A sabedoria popular não sabia distinguir o sarampo das outras doenças que também se manifestavam com manchas vermelhas no corpo, logo julgavam que todas as doenças que assim se manifestavam, correspondiam a sarampo. O sarampo (diagnosticado por medicina baseada na evidencia e não por sabedoria popular) matou 35 pessoas na Europa em 2017, uma delas em Portugal.
      Os indivíduos não vacinados se forem contaminados sofrem uma forma mais grave da doença, para além de serem altamente contagiosos. Crianças com menos de 1 ano não podem ser vacinadas, e tem risco elevado. Os vacinados passam apenas por sintomas ligeiros, e são bastante menos contagiosos.
      Isto que referi são factos, medicina baseada em evidencia.
      Teorias da conspiração, mitos urbanos, dealers, sabedoria popular, não fazem parte do que estudo e pratico.

  2. O tabaco mata muito mais gente por dia em Portugal 32 pessoas por dia https://www.dn.pt/sociedade/interior/tabaco-mata-mais-de-32-pessoas-por-dia-5054890.html e não fazem tanto alarido contra o tabaco, deve ser porque não há vacina para vender…. veja bem só por dia e só em Portugal o tabaco mata os mesmos que matou o sarampo num ano na Europa.

    Viver é um risco pode estar cheio de saúde e morrer de qualquer coisa.

    Os estudos publicados nos EUA pelas entidades oficiais comprovam que não houve mortes em crianças não vacinadas e nas vacinadas contra o sarampo além de mortes houve outras reacções adversas.

    Já no programa prós e contras das vacinas estes bandidos vieram com o fantasma do sarampo, como felizmente estava lá um médico que desmascarou as falácias do Sr. Francisco Georges etc. agora estão a tentar com estas noticias a pega de cernelha já que a de caras deu mau resultado a ver se impingem a vacinação obrigatória.

    Mas nós estamos de olho em vocês!

RESPONDER

Pescador encontra destroços de navio que terá naufragado há mais de 200 anos

Arqueólogos mexicanos localizaram os destroços de um navio na costa do estado de Quintana Roo, no México, e acreditam que o mesmo terá naufragado há mais de 200 anos. De acordo com a BBC, o naufrágio …

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …