Supernanny: pais de duas famílias revogaram o consentimento que tinham assinado

(dr) SIC

Programa Supernanny da SIC

Começou esta terça-feira o julgamento da ação sobre a suspensão que envolve o programa Supernanny. A sessão ficou marcada pela revogação do consentimento de uma família e de um dos pais face ao contrato estabelecido com a SIC.

Em representação dos menores, o Ministério Público convocou três famílias: duas delas correspondentes aos programas já emitidos e uma terceira de um programa que já estaria gravado.

O grande foco do julgamento foram duas famílias e um dos pais, pertencente a uma família composta por três figuras parentais, que terão revogado o consentimento que assinaram com a SIC respeitante à transmissão do programa. O pai da menina que aparece no primeiro episódio havia revogado o que assinou com a produtora.

De acordo com o Observador, o julgamento começou com a SIC a contestar a legitimidade do Ministério Público estar em representação dos menores, tendo os trabalhos sido interrompidos durante uma hora, para que o MP apresentasse a devida resposta.

Segundo o advogado da estação televisiva, Tiago Félix da Costa, a participação do MP enquanto representante das crianças cessa a partir do momento em que estão nomeados advogados que representam os pais das mesmas.

Depois da suspensão de uma hora, a procuradora do MP respondeu que existe um quadro legal nacional que sustenta a sua participação na defesa do superior interesse da criança. Além disso, sustentou que não poderiam ser os defensores dos pais a assegurar este desígnio quando foram os próprios a permitir a violação dos direitos das crianças, avança o Jornal de Notícias.

O MP informou ainda que duas famílias não aceitaram a intervenção da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), “instituições oficiais não judiciárias com autonomia funcional”, motivo pelo qual o processo remeterá agora para o Ministério Público.

Ao todo, serão ouvidas mais de uma dezena de testemunhas no julgamento da ação sobre a suspensão que envolve o polémico programa emitido pela SIC.

O tribunal limitou um máximo de cinco testemunhas a todas as partes envolvidas, sendo elas Rosário Farmhouse, presidente da CNPDPCJ, o psicólogo clínico Eduardo Sá, Regina Tavares da Silva, presidente do Comité Nacional da Unicef, Cristina Ponte, professora associada na Universidade Nova, na área das Ciências da Comunicação, e a psicóloga Rute Agulhas, membro da Ordem dos Psicólogos.

A SIC considerou “não existir fundamento legal para limitar o rol de testemunhas”, já que no seu entender coloca em causa o seu “direito ao contraditório”.

A estação identificou como testemunhas a psicóloga e apresentadora do programa em questão Teresa Paula Marques, Pedro Cardoso, Edward Levan, da Warner Bros., e Luís Proença, da direção de programas.

Entre as testemunhas da Warner estão os psicólogos Cristina Valente, que participou no debate da SIC sobre o SuperNanny, e o psicólogo Quintino Aires.

As testemunhas do Ministério Público foram ouvidas esta terça-feira, enquanto que as testemunhas da SIC e da Warner serão ouvidas no próximo dia 2 de março.

Além disso, a SIC requereu ainda que as escolas, frequentadas pelas crianças em causa, cedessem ao tribunal informação relativa ao desempenho dos menores e ao bem-estar em ambiente escolar, anterior e posterior à exibição do programa.

Segundo o Público, o Ministério Público entende que os representantes legais das crianças que participaram no programa “lesaram o direito de personalidade” dos filhos, justificando assim uma ação do MP em nome das crianças.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Libertação de água em Fukushima tem "potencial para danificar o ADN humano"

A Greenpeace, uma organização ambiental internacional, avisou através de um relatório que a água contaminada que poderá ser lançada no mar pela usina nuclear de Fukushima contém carbono radioativo que pode danificar o ADN humano. De …

Liga dos Campeões: 32 equipas, 32 jogadores que podem brilhar

O melhor jogador da Liga portuguesa está na lista. Internacional português do Manchester City também entra nas escolhas. A Liga dos Campeões já arrancou, desta vez numa velocidade diferente, já que vai haver jogos em quase …

Facebook prepara medidas para controlar possível agitação eleitoral

Equipas do Facebook estão a analisar a possibilidade acalmar o conflito eleitoral nos Estados Unidos (EUA), implementando ferramentas internas projetadas para o que chama de países "em risco". Segundo fontes ligadas à empresa, citadas pelo Wall …

Vítor Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020

O professor e ensaísta Vítor Manuel de Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020, anunciado hoje pela ministra da Cultura, após reunião do júri. O Prémio Camões de literatura em língua portuguesa foi …

Football Leaks. José Miguel Júdice chama "ladrão" a Rui Pinto em tribunal

O antigo sócio fundador da sociedade de advogados José Miguel Júdice chamou esta terça-feira “ladrão” a Rui Pinto, denunciando a “violência moral e psicológica” do criador do ‘Football Leaks’ na 17.ª sessão do julgamento. “Fui visitado …

Josep Maria Bartomeu demite-se da presidência do Barcelona

Josep Maria Bartomeu apresentou, juntamente com o resto da direção do Barcelona, a demissão da liderança do clube. Bartomeu era contestado por vários adeptos e jogadores. A direção do FC Barcelona, liderada por Josep Maria Bartomeu, …

Navigator antecipa subsídio de Natal e dá prémios aos trabalhadores em ano de lucro de 20 milhões

A empresa portuguesa Navigator anunciou que vai pagar os subsídios de Natal mais cedo e distribuir prémios pelos trabalhadores. Decisão que surge em ano de pandemia, mas quando a empresa se apresta para divulgar um …

Governo prepara alargamento dos prazos para trocar prendas de Natal

O Governo espera dar mais 30 a 45 dias úteis, a contar a partir de 25 de dezembro, para trocas e devoluções de prendas de Natal. O Correio da Manhã avança, esta terça-feira, que o Governo …

Juan Carlos quer regressar a Espanha. Amigos dizem que tem receio de morrer fora do país

Hospedado nos Emirados Árabes Unidos, a rotina de Juan Carlos varia entre os seus aposentos e as idas ao ginásio. Contudo, o rei emérito está "extremamente" aborrecido na Ásia e tem receio da morte fora …

Justiça brasileira aceita nova acusação de branqueamento de capitais contra Lula da Silva

A Justiça brasileira aceitou uma nova acusação contra o ex-Presidente Lula da Silva, pelo alegado crime de branqueamento de capitais através de falsas doações do grupo Odebrecht, informou na segunda-feira o Ministério Público (MP). A acusação, …