Supermercados portugueses na Venezuela passam a vender pelo último número do BI

Lex Arias / Flickr

Mercado em Caracas, na Venezuela

Mercado em Caracas, na Venezuela

A rede de supermercados Unicasa anunciou hoje que passará a vender produtos alimentares básicos segundo o Bilhete de Identidade dos clientes, uma medida que procura evitar a aglomeração de consumidores à procura de bens escassos no mercado.

Segundo a administração dos supermercados Unicasa, propriedade de portugueses radicados na Venezuela, a iniciativa de vender diariamente de acordo o último dígito do número do Bilhete de Identidade (BI), será “aplicável somente aos produtos cujo preço está regulado” pelo Governo venezuelano.

“Em função desta medida, às segunda-feiras vão ser atendidos os consumidores cujo último dígito do BI termine em 0 e 1, às terças em 2 e 3, às quartas em 4 e 5, às quintas em 6 e 7, às sextas em 8 e 9. Aos sábados de 0 a 4 e aos domingos de 5 a 9.

Em todos os casos, os clientes “devem apresentar o documento de identificação”, explica um comunicado da Unicasa, que se associaram a uma medida que já foi implementada pela rede estatal de supermercados.

As autoridades venezuelanas detiveram a 4 de Fevereiro passado o venezuelano Omar Ortuño, de 37 anos, administrador de uma sucursal da rede Unicasa, em Anzoátegui, 320 quilómetros a leste de Caracas e o estabelecimento foi multado pelo equivalente a 20 mil unidades tributárias (28.513 euros) por alegado “boicote” às medidas governamentais.

Segundo as autoridades, foram detectadas várias caixas registadoras inoperacionais e que alguns produtos de primeira necessidade eram vendidos no exterior do estabelecimento, “ocasionando longas filas de consumidores e expondo-os ao sol”.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas da população sobre as dificuldades para conseguir produtos essenciais, como leite, óleo, café, açúcar, margarina, papel higiénico, lâminas de barbear, champô, sabonetes, preservativos, entre outros.

Diariamente, os supermercados registam grandes filas de clientes à procura de produtos que muitas vezes são vendidos na sua totalidade sem chegarem a ser colocados nas prateleiras.

Alguns cidadãos recorrem frequentemente a aplicações de telemóveis para saber onde chegam os produtos escassos e para avisar os amigos da sua existência em determinado local.

Para conseguirem os produtos essenciais, os venezuelanos perdem várias horas diárias nas filas de diferentes estabelecimentos comerciais.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam hidrogel que se cura a si mesmo como a pele humana

A carne artificial, que pode vir a ser essencial para futuros desenvolvimentos em robótica e dispositivos médicos, está cada vez mais próxima de se tornar realidade. Cientistas na Austrália criaram um novo material gelatinoso que, asseguram, …

As estranhas "riscas de tigre" de Encélado foram finalmente explicadas

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para …

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …