O último (e mais avançado) submarino dos nazis foi encontrado na Dinamarca

(dv) Armada Argentina / EFE / EPA

Um raro submarino, que terá sido usado numa misteriosa operação de fuga de nazis de alto escalão, foi descoberto perto da Dinamarca.

Os restos de um raro submarino alemão, muito avançado para a tecnologia marítima daquele tempo, foram encontrados na área de Skagerrak, perto da costa da Dinamarca, como resultado do trabalho do Museu de Guerra Naval da Jutlândia para mapear, e eventualmente retirar, destroços marítimos no mar do Norte, reporta a TV2.

O submarino alemão U-3523 foi afundado por um bombardeiro britânico B-24 Liberator a 6 de maio de 1945, o dia em que as Forças Aliadas libertaram a Dinamarca da ocupação nazi. Todos os 58 tripulantes morreram.

“Este era um submarino muito especial. Foi o submarino mais avançado que os alemães construíram durante a Segunda Guerra Mundial. Elra muito moderno e estava muito à frente do seu tempo”, disse Gert Normann Andersen, curador do museu da Jutlândia.

Segundo o diretor, apenas dois dos 118 submarinos que foram encomendados pelo comando nazi entraram em serviço.

Atualmente existe apenas um exemplar preservado dessa classe de submarinos, que está em exposição no Museu Marítimo Alemão em Bremerhaven, na Alemanha, que foi uma das principais bases alemãs de submarinos durante a Segunda Guerra Mundial e que continua a ser um dos principais portos comerciais do país.

De acordo com Andersen, o submarino já tinha sido utilizado como navio de treino em Wilhelmshaven, outra importante base naval nazi, mas acredita-se que também tivesse sido usado numa missão secreta impedida pelo bombardeiro britânico.

O desaparecimento do U-3523 tem estado envolto em rumores sobre alguns dos principais personagens nazi que tentavam escapar para a América do Sul com fortunas que consistiam em ouro e preciosas obras de arte. Esses rumores continuam a circular ainda hoje por falta de provas conclusivas.

Apesar do U-3523 lançar alguma luz sobre esse enigma da fuga nazi, o Museu de Guerra Naval não tem planos para retirar o submarino que atualmente repousa em segurança a uma profundidade de 123 metros.

“Ninguém tem permissão para recuperar o submarino. Por isso, deveriam ser as próprias autoridades alemãs a dizer que gostariam que fosse recuperado e examinado“, afirma o curador.

O U-3523 diesel-elétrico foi encomendado em novembro de 1943, concluído em dezembro de 1944 e entrou em serviço em janeiro de 1945. Ttinha uma velocidade máxima à superfície de 30 quilómetros por hora e podia operar com motores silenciosos devido a técnicas inovadoras de engenharia. Com uma tripulação de cinco oficiais e cerca de 50 praças, poderia viajar de até 28.000 quilómetros.

Produzido prematuramente e com defeitos significativos, a série continha algumas soluções revolucionárias, sendo o primeiro submarino a operar sobretudo submerso. Apesar de nunca ter sido usado em combate real devido a falhas, o submarino podia passar vários dias submerso.

O Museu da Jutlândia está em processo de realizar uma grande varredura do fundo do mar à pocura de naufrágios no mar do Norte. Até agora, foram encontrados 450 destroços, dos quais 12 submarinos, três britânicos e nove alemães.

ZAP // Euronews / Sputnik

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientistas descodificam genoma completo do trigo pela primeira vez

Pela primeira vez, um grupo de cientistas conseguiu descodificar o genoma completo do trigo. A descoberta representa um grande avanço que, de acordo com os investigadores, ajudará a alimentar a crescente população mundial.  Uma descrição detalhada …

Há muito menos galáxias do que o esperado numa região massiva do espaço

Astrónomos da Universidade da Califórnia, incluindo três da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), resolveram um mistério sobre o Universo primitivo e as suas primeiras galáxias. Há mais de 12 mil milhões de anos, cerca …

Sporting vs Setúbal | Nani dá garras ao leão

O Sporting não quis ficar atrás do rival Benfica e somou mais três pontos na Liga NOS. Na recepção ao Vitória de Setúbal, e antes do dérbi no Estádio da Luz, a formação de Alvalade …

Cientistas podem ter descoberto células neuronais ligadas à homossexualidade

Um novo estudo da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, descobriu uma forma surpreendente de como cérebros mais jovens podem ser moldados para o comportamento sexual que terão mais tarde na sua vida. A investigação …

Boavista vs Benfica | Águia autoritária vence no Bessa

O Benfica foi ao Estádio do Bessa somar três pontos, onde na época passada perdeu outros tantos. Os “encarnados” venceram o Boavista por 2-0, numa partida em que dominaram de princípio ao fim em praticamente todos …

Muitos planetas fora do Sistema Solar podem ser "mundos de água"

Cientistas concluíram que muitos planetas fora do Sistema Solar podem ter até 50 por cento de água, baseando-se numa nova análise de dados obtidos do telescópio Kepler e do satélite Gaia, recentemente divulgado. Segundo a equipa …

Com apenas 3 anos, Ophelia tem um QI superior ao de Einstein

Ophelia Morgan-Dew tem apenas 3 anos, vive na cidade de Herefordshire, no Reino Unido, e pode ser o mais novo génio do mundo. A menina fez o teste para aferir o QI e os resultados …

Proteína da pele de sapo pode ajudar a curar ferimentos sem deixar cicatriz

Cientistas chineses descobriram que determinadas proteínas obtidas na pele de uma subespécie de sapo que vive no sudoeste do país podem regenerar a derme humana numa ferida sem deixar cicatrizes, informou a agência oficial Xinhua. Os …

China vai abrir parque para pandas com quase um quinto de Portugal

A China vai abrir um parque para pandas no sudoeste do país, com 27 mil quilómetros quadrados - quase um quinto da dimensão de Portugal continental -, que acolherá 8.000 espécies distintas de animais e …

Trump diz que o seu antigo diretor de campanha em julgamento é “boa pessoa”

Donald Trump defendeu o antigo diretor da sua campanha eleitoral, Paul Manafort, que está a ser julgado por fraude financeira, considerando-o uma “muito boa pessoa”, quando o júri entrou no seu segundo dia de deliberações. Manafort …