Sporting vs Feirense | Jovane desata nó ao cair do pano

Tiago Petinga / Lusa

O Sporting arrancou, a ferros, uma vitória por 1-0 em casa ante o Feirense. Num jogo de quase sentido único, mas no qual os “fogaceiros” mostraram-se sempre muito organizados e até perigosos no primeiro tempo, valeu ao “leão” um golo de Jovane Cabral perto do fim.

Até esse momento assistiu-se a uma grande avalanche ofensiva do Sporting, que esbarrou numa defesa coesa e um Caio inspirado, obrigando os da casa a realizarem 14 remates de fora da área, de um total de 26, e também num guarda-redes verdadeiramente inspirado.

O Jogo explicado em Números

  • Primeiros dez minutos de jogo com intenso domínio leonino, balanceado para o ataque e em busca do golo. Nesta fase, os “leões” registavam 68% de posse de bola e quatro remates, três deles enquadrados. Porém, sem grande perigo. O Feirense, com apenas 56% de eficácia de passe, tentava apenas acertar marcações.
  • Aos poucos os “fogaceiros” começaram a travar a iniciativa leonina, pelo menos na criação de jogadas de perigo. Aos 16 minutos, Edinho, de livre directo, acertou na barra da baliza de Romain Salin, no primeiro disparo dos visitantes.
  • A meia-hora chegou com o Sporting a não encontrar soluções para romper a defensiva contrária. Faltava intensidade e velocidade nas trocas de bola e combinações, apesar do domínio que se mantinha nos 68% de posse. Nesta fase a equipa de José Peseiro registava nove remates, mas a eficácia havia caído bastante, sendo que apenas quatro alvejaram a baliza do Feirense.
  • Destaque, nesta fase, para Edson Farias. O lateral-direito do Feirense estava a dar “águia pela barba” a Nani, registando seis desarmes por volta dos 40 minutos, de longe o máximo do jogo.
  • As melhores ocasiões do jogo surgiram perto do descanso. Aos 41 minutos, Fredy Montero trabalhou bem, rematou para grande defesa de Caio Secco e, na recarga acrobática, Raphinha não conseguiu ultrapassar o guardião forasteiro.
  • Edinho respondeu nos descontos, a receber de Fábio Sturgeon na pequena área, mas a rematar por cima.
  • Primeiro tempo de domínio leonino, mas sem grande eficácia ofensiva, apesar dos 13 remates que a equipa de Alvalade realizou, sete de dentro da grande área, seis deles enquadrados.
  • A superioridade era do Sporting em quase todos os capítulos, em especial na posse de bola, que chegava aos 65%.
  • O Feirense quase marcou nos dois remates que fez na primeira parte, ambas por Edinho. O melhor em campo ao intervalo era Bruno Fernandes.
  • O médio não marcou ou assistiu, mas chegou a esta fase com um GoalPoint Rating de 6.5, fruto de três remates, quatro passes para finalização e 90% de eficácia de passe.
  • As dificuldades leoninas no ataque prosseguiram no arranque do segundo tempo. Chegada a hora de jogo, os “leões” registavam 61% de posse desde o descanso e quatro remates (um enquadrado). Porém, todos os disparos da equipa da casa aconteceram fora da grande área do Feirense, demonstrativo das dificuldades de furar a defesa visitante.
  • A verdade é que, aos poucos, o Feirense aproximava-se com cada vez mais frequência da baliza leonina, ao ponto de, aos 70 minutos, ter três remates no segundo tempo, dois deles enquadrados com a baliza de Salin, mais um com boa direcção do que o Sporting conseguira desde o intervalo.
  • Porém, quando o “leão” conseguia libertar-se, tinha pela frente um guarda-redes do Feirense em noite verdadeiramente inspirada. Por volta dos 75 minutos chegou às 11 defesas na partida, igualando o máximo de “paradas” na Liga desde que há GoalPoint. E ainda faltava muito tempo para o final.
  • A pressão leonina intensificou-se e, por volta dos 80 minutos, o Sporting registava já 25 remates, 11 com a melhor direcção, embora com ligeiramente menos posse de bola (59%). O jogo entrava numa fase de menos discernimento e mais coração.
  • Até que, aos 88 minutos, a insistência sportinguista deu frutos. Excelente lance na direita, Raphinha serviu Ristovski, este cruzou rasteiro e tenso, ao ponto de a defesa feirense não conseguir afastar, e o recém-entrado Jovane Cabral reagiu mais rápido para encostar na pequena área, para o fundo da baliza. Um tento ao 26º remate da equipa da casa, 12º enquadrado.

O Homem do Jogo

Este foi um jogo ingrato para Bruno Fernandes. O médio leonino realizou um excelente encontro, mas faltou-se a “sua” referência de ataque, Bas Dost, para dar sequência a tudo o que fez ante o Feirense.

Fácil, portanto, afirmar, como ouvimos em algumas meios, que o português foi “uma sombra do que costuma ser”, pois não teve consigo o brilho do golo ou do passe decisivo, mas a verdade é que Bruno Fernandes foi o melhor em campo, por aquilo que produziu na partida, terminando com um GoalPoint Rating de 7.4.

Eis a sua folha de serviço: cinco remates, seis passes para finalização (máximo do jogo), oito cruzamentos (máximo da partida), dois deles eficazes (idem) e 66 acções com bola, apenas atrás das 72 de Marcos Acuña.

Jogadores em foco

  • Caio Secco 6.9 – Que grande exibição do guarda-redes do Feirense. É certo que o grau de dificuldade das defesas do brasileiro não foram de monta, na sua maioria, mas a verdade é que Caio foi evitando o golo leonino, terminando com 11 defesas, o máximo partilhado da Liga NOS até ao momento.
  • Raphinha 7.3 – O segundo melhor da partida. O jovem extremo esteve no melhor que o Sporting produziu, graças à sua velocidade e imprevisibilidade. O brasileiro fez seis remates, três deles enquadrados, registou três passes para finalização e ainda ajudou na defesa, com quatro bloqueios de passe.
  • Nani 6.0 – Jogo positivo do capitão leonino, embora sem ser decisivo. O internacional português rematou três vezes, fez três passes para finalização e ainda ganhou dois de cinco duelos aéreos ofensivos.
  • Fredy Montero 6.0 – Sem Bas Dost, cabe a Montero ser o homem dos golos. Mas as coisas não lhe têm corrido bem nesse capítulo. No entanto, esteve muito activo, com quatro remates, dois deles enquadrados (um para grande defesa de Caio).
  • Antonio Briseño 6.0 – Jogo competente do mexicano. No final, o defesa-central registou seis duelos aéreos defensivos ganhos em sete e ainda somou 14 acções defensivas, seis delas intercepções.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

"Pé de guerra". Quatro ministros exigem mais verbas a Centeno

Há quatro ministros em "pé de guerra" com Mário Centeno, exigindo ao responsável pela pastas das Finanças mais verbas no Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) para os ministérios que tutelam, escreve o Correio da …

Trump formalmente acusado de abuso de poder e obstrução ao Congresso

Ao fim de vários audições, a Câmara dos Representantes decidiu formalmente acusar Donald Trump de abuso de poder e obstrução ao Congresso. O presidente norte-americano, Donald Trump, vai ser formalmente acusado de abuso de poder e …

EDP: Variar IVA em função do consumo de energia é "justo" e "lógico"

O presidente executivo da EDP, António Mexia, considerou esta terça-feira em Madrid "lógica" e "socialmente mais justa" a intenção do Governo de permitir a variação da taxa de IVA sobre a energia em função dos …

Protestos prosseguem em França na véspera da apresentação da reforma do sistema de pensões

Ao sexto dia consecutivo de greve geral em França, centenas de milhares de pessoas voltaram hoje a protestar nas ruas contra a revisão do sistema de pensões, com o Governo e os sindicatos a anunciaram …

Após o ataque a Alcochete, Bruno Fernandes ficou "mais nervoso" e com "mais ansiedade"

O futebolista disse, esta terça-feira, ter ficado "mais nervoso" e com "mais ansiedade" depois do ataque à academia do Sporting, no qual viu agressões a Rui Patrício, William Carvalho, Acuña e Bataglia. Bruno Fernandes foi ouvido, …

"Abusei da amizade". Santos Silva confessa que pediu ajuda a Sócrates num concurso público

O empresário Carlos Santos Silva confessou no primeiro dia de interrogatório com Ivo Rosa que chegou a sugerir ao antigo primeiro-ministro José Sócrates que o ajudasse num concurso público em que o Grupo Lena participou. De …

O Nepal proibiu, mas mulheres continuam a ser forçadas a dormir em "cabanas menstruais"

"Chaupadi" é uma tradição hindu, característica do Nepal, que força as mulheres a dormirem num abrigo quando estão menstruadas por serem consideradas impuras. Segundo o IFLScience, uma nova investigação mostra que 77% das raparigas que vivem …

O golo "doloroso" de Ansu Fati que fez dele o mais jovem jogador a marcar na Champions

Ansu Fati, avançado do Barcelona, tornou-se no mais jovem jogador de sempre a marcar um golo na Liga dos Campeões. Com 17 anos e 40 dias de idade, o espanhol faz mais uma vez história …

Almeida Henriques suspeito de receber avença enquanto esteve no Governo por favores a empresário

Almeida Henriques, antigo secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional do Governo de Passos Coelho, e atual presidente da Câmara de Viseu, é suspeito de ter recebido dinheiro por favores ao empresário Agostinho …

Costa responde a Ventura: Programa do Governo não muda "semana sim semana não"

Recorrendo à ironia, o primeiro-ministro, António Costa, respondeu esta terça-feira ao deputado único do Chega, afirmando que o programa do Governo não muda "semana sim, semana não" consoante as críticas. No debate quinzenal na Assembleia da …