Sporting vs Belenenses | Leão competente na vice-liderança

Mário Cruz / Lusa

Sporting reassumiu o segundo lugar da tabela da Liga NOS, depois de vencer o belenenses em Alvalade por 1-0.

No dérbi frente ao Belenenses, a formação leonina sentiu algumas dificuldades ante uma equipa muito organizada, mas um autogolo (mais um nesta jornada) de Sasso, já na segunda parte, acabou por derrubar o “muro azul”, abrindo depois caminho para o 2-0, num grande golo de Miguel Luís.

O Belenenses acabou por reduzir por Fredy Ribeiro, num final de jogo quente, dominado pelo Sporting, embora não de uma forma clara, como mostram os números finais.

O Jogo explicado em Números

  • Início de jogo bem animado em Alvalade, com o Sporting a dominar territorialmente, mas a permitir que o Belenenses causasse alguns calafrios. À passagem do primeiro quarto-de-hora, os “leões” registavam 63% de posse de bola, mas apenas um remate (enquadrado), enquanto os visitantes somavam quatro disparos, embora nenhum com boa direcção.
  • Em cima do minuto 31, Fredy isolou-se, após um mau passe de Marcos Acuña, mas o seu remate embateu no poste da baliza de Renan Ribeiro. Foi uma sapatada num jogo que havia perdido alguma intensidade deste o primeiro quarto-de-hora. A defesa muito subida da formação leonina dava espaços para os forasteiros explorarem e este foi o quinto remate do Belenenses na partida, ainda sem nenhum enquadrado, enquanto o Sporting não passava do tal disparo solitário.
  • Aos 35 foi a vez de Nani acertar no ferro, numa altura em que cheirava a golo em qualquer uma das balizas. O extremo leonino era, por esta altura, o jogador com melhor rating, um 5.9, em parte devido a um passe para finalização e aos dois dribles que tentou, ambos com sucesso.
  • O “leão” cimentou a pressão nos instantes finais do primeiro tempo, com quatro remates entre os minutos 34 e 37, mas só o tal de Nani, ao poste, constituiu verdadeiro perigo para a baliza de um muito atento Muriel.
  • Nulo em Alvalade ao descanso, a punir a falta de eficácia das duas equipas no momento da finalização. Dos 11 remates realizados, apenas um foi enquadrado, e para os “leões”, que ainda assim demoraram para conseguirem disparar com mais regularidade, apesar do claro domínio territorial.
  • Realce para as 12 faltas que o Sporting registava ao intervalo, contra apenas cinco dos homens do Restelo. O melhor em campo nesta fase era Nani, com um GoalPoint Rating de 6.4. O extremo registava um remate ao ferro, três passes para finalização e dois dribles eficazes, nos únicos que tentou.
  • O Sporting reentrou com mais bola, chegando aos 57 minutos com 68% de posse e mais proximidade em relação à área belenense. Não espanta, por isso, o golo que aconteceu precisamente nesta altura.
  • Diaby esperou pela subida de Bruno Gaspar, serviu o lateral-direito e este rematou do lado direito da grande área. A bola desviou na cabeça de Sasso e entrou na baliza do Belenenses. Um autogolo ao segundo disparo no segundo tempo, ainda sem nenhum enquadrado.
  • O Belenenses, mesmo em desvantagem, não conseguia reagir e parecia uma equipa curta, demasiado para chegar com mais homens junto da baliza de Renan. Por volta dos 70 minutos registava apenas 37% de posse de bola e somente duas acções com bola na grande área sportinguista, por Licá e Diogo Viana. Ainda assim, somava três remates, dois enquadrados.
  • E acabou por ser o Sporting a ampliar a vantagem para 2-0. Em cima do minuto 80, o jovem Miguel Luís recebeu de Gudelj ainda fora da área, virou-se e rematou forte e colocado para o fundo da baliza de Muriel. Um tento que surgiu ao sexto disparo leonino no segundo tempo, terceiro enquadrado. O jogo ficava praticamente decidido… mas ainda não totalmente.
  • A insistência do Belenenses acabou por dar frutos aos 90 minutos, com o 2-1, apontado por Fredy, após um excelente lance de Licá e um remate de Henrique, que Renan Defendeu. Na recarga, Fredy não perdoou.

O Homem do Jogo

O capitão do Sporting, regressado há pouco de lesão, acabou por não cumprir os 90 minutos, sendo substituído aos 69 minutos por Raphinha. Contudo, já tinha feito o suficiente para ser o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 6.6. O extremo não marcou, mas esteve muito bem a pautar o jogo da equipa, registando no final três passes para finalização, 89% de eficácia de passe e dois dribles eficazes em três tentativas. Uma exibição longe de deslumbrante, mas muito certinha e equilibrada.

Jogadores em foco

  • Fredy Ribeiro 6.3 – O melhor do Belenenses foi também o segundo jogador com rating mais elevado. O atacante foi sempre um perigo apontado à baliza leonina, sendo ele o autor do golo dos visitantes – antes havia acertado no poste, na primeira parte. No final registou quatro remates e ajudou defensivamente com seis desarmes.
  • Nemanja Gudelj 6.3 – Bom jogo do sérvio. Apesar de ser o jogador mais recuado do meio-campo leonino. Gudelj não passou das seis acções defensivas e das quatro recuperações de posse, mas registou 49 passes certos em 50 e fez dois passes para finalização, um deles a assistência para o golo de Miguel Luís.
  • Muriel 6.0 – O guardião brasileiro realizou uma exibição positiva, conferindo segurança ao seu sector defensivo. No total realizou três defesas, um número não muito elevado, mas duas foram a remates dentro da sua grande área.
  • Miguel Luís 6.0 – Bom jogo do “miúdo”, culminado com um golo de bandeira, num remate à entrada da área belenense. O médio esteve muito bem também na retaguarda, registando oito acções defensivas, entre elas quatro desarmes e três bloqueios de passe.
  • Wendel 5.9 – O brasileiro regressou à titularidade e não desiludiu, apesar de ter saído aos 70 minutos, algo desgastado. O médio fez dois remates (desenquadrados), dois passes para finalização e completou 88% dos passes.

Resumo

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Parem de inventar futebol!
    Mas agora tudo o que bate num defesa antes de entrar é “auto-golo”? Já não há “desvios”?
    Se uma bola vai para fora e bate num defesa, que desvia a sua trajectória para dentro da baliza, até pode ser auto-golo. Mas quando a bola já vai para dentro da baliza e o defesa a desvia, é golo de quem fez o remate – e sempre foi.
    O 1º golo é do Bruno Gaspar, não é nenhum auto-golo, tal como ontem o segundo golo do Portimonense não é auto-golo do Jardel. A bola ia para dentro da baliza e o Jardel ao tentar tirar não conseguiu. Ponto final.
    Já o primeiro do Portimonense é um bom exemplo de um auto-golo.

RESPONDER

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …

Nova espécie de planta fóssil descoberta em Gondomar

Annularia noronhai foi encontrada no meio da cidade de Gondomar. Tem 300 milhões de anos, é um parente muito afastado da cavalinha e diz muito sobre o clima da época. Uma nova espécie de planta já …

Há um ano, 12 jovens ficaram presos numa caverna da Tailândia. Hoje, é um local turístico

Há um ano, 11 meninos foram explorar a província de Chiang Rai, na Tailândia, com o seu treinador de futebol, e acabaram presos no fundo de uma caverna sob uma montanha. Depois de terminar o …

Alemães compraram toda a cerveja de Ostritz para "secar" neonazis

Os habitantes de Ostritz, na Alemanha, impediram os participantes de um festival neonazi de beber álcool, esvaziando todas as prateleiras dos supermercados. Num protesto inédito contra a comemoração do aniversário de Hitler naquela localidade, os habitantes  …