Sporting vence Taça feminina, Benfica campeão de juniores…por causa dos golos

1

Rodrigo Antunes / LUSA

Sporting vence Taça de Portugal feminina 2021/22

Clube de Alvalade foi ao Jamor derrotar o Famalicão, que falhou uma grande penalidade perto do final. Últimos minutos “loucos” no nacional de juniores masculinos.

O Sporting venceu a Taça de Portugal de futebol feminino. O terceiro troféu para o clube de Alvalade foi conquistado neste sábado, no Jamor, contra o Famalicão (2-1).

Quase 14 mil pessoas estiveram nas bancadas do Estádio Nacional para verem uma partida que mereceu transmissão em directo por parte de rádios nacionais.

O Famalicão começou a atacar mais; o Sporting foi reagindo e conseguiu uma grande penalidade perto dos 30 minutos, convertida por Joana Marchão.

Raquel Fernandes e Ana Capeta ainda tentaram igualar o marcador durante a primeira parte, mas o Sporting segurou a vantagem mínima até ao intervalo.

No arranque do segundo tempo, Diana Silva ainda acertou no poste, antes de Chandra Davidson marcar o 2-0, pouco depois da hora de jogo.

A cerca de 10 minutos do fim, as minhotas poderiam ter reduzido através de uma grande penalidade – no entanto, Fernanda Tipa permitiu a defesa a Doris Bacic.

A menos de dois minutos dos 90′, e num remate que até parecia inofensivo, Carolina Rocha ainda reduziu mas foi o máximo que o Famalicão conseguiu fazer.

Novo troféu para o Sporting nesta época, após a Supertaça. O 1.ª Dezembro continua a ser o clube com mais Taças de Portugal no futebol feminino, com sete vitórias.

Benfica campeão por causa dos golos

O nacional de juniores masculinos teve uma última jornada “louca”. O Benfica parecia estar a perder o título para o FC Porto mas foi campeão, por causa da diferença entre golos marcados e sofridos.

Os dois rivais chegaram à última ronda com 30 pontos. A quatro minutos do fim, o FC Porto goleava o Estoril por 4-0 e o Benfica estava empatado diante do Sporting de Braga, sem golos. FC Porto campeão, nessa altura.

O Benfica colocou-se na frente, o FC Porto marcou logo a seguir, ficando a um golo do título nesse momento.

Mas em cima dos 90′ e já nos descontos os jovens do Seixal marcaram duas vezes, venceram o SC Braga por 3-0 e a goleada por 6-0 do FC Porto não foi suficiente.

Seis golos nos últimos 10 minutos (nos dois jogos).

O Benfica terminou o campeonato com mais 21 golos marcados do que sofridos, enquanto o FC Porto fechou a prova com mais 20 golos marcados do que sofridos. Ambos com 33 pontos nesta segunda fase, de apuramento do campeão.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

1 Comment

  1. Se fosse ingénuo diria que a corrupção já chegou aos sub-19. Um Estoril que que chega ao intervalo 0-0 e regressa ao compo e sofre logo um golo aos 25 segundos e depois foi sofrer golos consoante as necessidades do candidato FCP. Com 4-0, eram necessários mais golos? Toma lá mais dois para 6-0. Bem, um segunda parte infeliz pode acontecer mas, combinado com o que se passou no Seixal, a reação de alguns jogadores do SCB, chorando, deixa tudo às claras, mais uma para o folclore do futebol português. Gentinha sem escrúpulos, mas com objetivos, compreenda-se e para atingir estes, a impunidade do vale tudo..

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.