Sporting 4-0 Santa Clara | Leão arrasa açorianos na despedida

Sem espinhas. Após uma primeira equilibrada, o Sporting ligou o “turbo”, construiu uma goleada e arrasou o Santa Clara no derradeiro jogo dos dois conjuntos nesta época 2021/22.

Tabata, Pedro Porro, Sarabia e Marcus Edwards foram os marcadores de serviço na noite deste sábado. O golo do inglês é qualquer coisa de se ver.

Com as bancadas de Alvalade bem compostas, os primeiros 45 minutos foram entretidos no palco “verde-e-branco”. A formação caseira começou melhor e ficou próxima de marcar quando Ricardo Fernandes travou um remate de Neto.

Um “tiro” de Lincoln, que obrigou Virgínia a mostrar os reflexos, despertou os açorianos, que começaram a ligar o jogo com assertividade e rondaram a baliza leonina em diversas ocasiões, a mais clara ocorreu à meia-hora, quando Mohebi, isolado, fez o mais difícil e atirou ao lado.

Na resposta, Tabata abriu a contagem, aproveitando um corte incompleto de Paulo Henrique.

O antigo jogador do Portimonense, que tem sido titular nas últimas jornadas, era o melhor nesta fase com um golo, dois passes para finalização e 27 acções com a bola, sendo que três ocorreram na área do adversário, e um GoalPoint Rating de 6.5.

Se o duelo foi dividido na primeira parte, na etapa final apenas existiu uma equipa.

O Sporting dominou por completo o opositor e com enorme facilidade começou a construir a goleada com que carimbou a despedida desta edição da Liga Bwin, “placard” que teve os contributos directos de Porro, Sarabia e de Marcus Edwards, que assinou o golo da noite.

A formação orientada por Rúben Amorim marcou em cada uma das últimas quatro jornadas pelo menos três tentos, somando nove triunfos nos derradeiros dez encontros em que participou e atingiu 85 pontos, os mesmos que na época passada, na qual foi campeã.

Já o Santa Clara, que vinha de cinco partidas sem derrotas, conseguiu assegurar o sétimo posto na competição.

Melhor em Campo

Era uma avião? Um foguete? Não, apenas e só Porro, Pedro Porro. O espanhol exibiu-se a um grande nível e foi o MVP da partida com um GoalPoint Rating de 8.4.

Miguel A. Lopes / Lusa

O ala é um dos municiadores da equipa e demonstrou-o mais uma vez com uma tremenda “performance”, na qual atingiu a marca dos cinco remates, marcou um golo, criou duas ocasiões flagrantes, atingiu os seis passes aproximativos, sete acções com a bola na área e foi feliz em quatro dos sete dribles que tentou.

Não tivesse registado 19 perdas de bola e teria tido uma nota ainda mais elevada.

Destaques do Sporting

Pedro Gonçalves 7.4 – É certo que não marcou (em quatro remates), mas nem isso apaga a brilhante exibição do camisola 28, que voltou às boas “performances”. Esteve envolvido no lance do golo inaugural, assistiu Sarabia no 3-0 e ainda coleccionou nove acções com bola na área do Santa Clara e quatro acções defensivas no meio-campo contrário. Surgiu mais solto e interventivo, uma boa notícia tendo em vista a próxima época.

Gonçalo Inácio 7.4 – Desempenho sem sobressaltos do jovem central, autor de quatro passes valiosos, uma assistência, foi ainda seguro no capítulo do passe com uma eficácia de 90% (88 certos em 98 tentados), orquestrou 13 passes aproximativos e acumulou 114 acções com a bola, ambos, de longe, máximos da partida.

Nuno Santos 7.3 – Voltou a estar num alto patamar, sempre presente nas investidas de ataque e muito seguro a defender. Dos seus dados realçamos a assistência que assinou para o 2-0 de Porro, cinco passes para finalização e quatro passes super aproximativos.

Coates 6.9 – O capitão esteve participativo com seis passes aproximativos, três acções defensivas no meio-campo adversário, dois desarmes, duas intercepções e bloqueou três remates do Santa Clara.

Neto 6.9 – Seguro, ficou perto de marcar logo ao minuto dois. Falhou apenas cinco dos 74 passes que fez, recuperou a posse em seis ocasiões e registou dois desarmes e outros tantos alívios.

Bruno Tabata 6.6 – Mais uma das apostas do final desta época que têm estado a corresponder. O “falso 9” voltou a picar o ponto no único remate que realizou em 59 minutos, tendo ainda acumulado dois passes para finalização e três acções com a bola na área contrária.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Sarabia 6.6 – Ao minuto 17 o público que se deslocou ao estádio levantou-se e aplaudiu o espanhol, que deverá regressar ao PSG. Sarabia retribuiu e deixou a sua marca, atingindo os 21 tiros certeiros em todas as competições. Autor de quatro remates, o internacional espanhol chegou às cinco acções com a bola na área.

Daniel Bragança 6.3 – Novidade no “onze”, esteve activo e correspondeu, exibindo-se de forma segura com um remate, 77 acções com a bola, três passes valiosos, cinco desarmes e três intercepções.

João Palhinha 6.0 – Simplificou e imprimiu fluidez ao jogo da equipa. Realce para as sete vezes em que recuperou a posse e para os três desarmes registados.

Marcus Edwards 6.0 – Marcou o golo da noite com um remate fulminante. Mais confiante, ganhou pontos para assegurar a titularidade na temporada que se avizinha. Dos seus números, realçamos as 27 acções com a bola que protagonizou em pouco mais de meia-hora.

Rodrigo Ribeiro 5.5 – Ficou próximo de se estrear a marcar na equipa principal. Autor de três remates, movimentou-se bem e voltou a deixar boas impressões.

João Virgínia 5.3 – Titular na derradeira jornada, correspondeu com uma enorme defesa quando foi chamado a intervir, travando uma “bomba” lançada por Lincoln.

Destaques do Santa Clara

Boateng 6.2 – Foi a melhor unidade dos forasteiros esta noite com cinco desarmes, três intercepções e dois alívios.

Morita 4.8 – Alvo de cobiça dos “leões”, o japonês esteve algo escondido, acumulando sete perdas de posse.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mohebi 4.7 – Desperdiçou uma ocasião flagrante que poderia ter dado vantagem aos açorianos. Foi o mais rematador da equipa com três tentativas.

Resumo

  // GoalPoint

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE