/

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

Tiago Petinga / Lusa

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos 16 minutos, o único golo da partida.

O Sporting soma e segue, mesmo sem brilhar. Os “leões” alcançaram neste sábado o quarto triunfo consecutivo em todas as provas, sendo que nas últimas sete partidas venceram em seis ocasiões.

Os campeões foram sólidos a defender e aproveitaram a “cabecinha pensadora” e certeira de Coates para embalarem rumo a mais três pontos na Liga Bwin. O Moreirense, que não perdia há três partidas seguidas, ainda não somou qualquer triunfo fora de portas: em cinco deslocações soma dois desaires e três empates.

Quem mais poderia ser? Três minutos após Adán ter travado um remate que levava selo de golo de Rafael Martins, surgiu Coates a salvar os “leões”, mais uma vez na sequência de um canto, batido por Sarabia. Depois de Istambul, a cabeça do uruguaio voltou a valer ouro e deixou os campeões na frente do placard ao intervalo.

Apesar do ritmo alto imposto pelos dois emblemas, não foi uma primeira metade rica em termos artísticos, valendo sobretudo pelo atrevimento dos cónegos que deram amplitude às incursões ofensivas pelos corredores, na direita com Rodrigo Conceição e à esquerda com Filipe Pires e Abdu Conté.

Nos primeiros 15 minutos os visitantes criaram diversas aproximações perigosas no último reduto contrário, enquanto os “leões” patentearam a sua já habitual eficácia nas jogadas de laboratório e brilharam pela personalidade de Daniel Bragança, escolhido para dar descanso a Matheus Nunes.

O goleador Coates, que voltou a desbloquear o marcador numa fase de aperto “verde-e-branco”, era o MVP ao intervalo com um rating de 6.4. Destaque, além do tiro certeiro, para as seis recuperações de bola que registou e quatro passes aproximativos.

O Sporting tentou sentenciar o duelo logo no recomeço, primeiro Paulinho testou os reflexos de Kewin (47’) e, instantes depois, isolado, o avançado fez o mais difícil e atirou ao lado uma ocasião flagrante…

Sarabia ainda procurou a sorte (56’), Walterson (57’) e Yan (67’) foram em busca do prejuízo, mas os lisboetas conseguiram segurar a magra vantagem – não perdem em casa no campeonato há 28 jornadas de rajada –, apesar da abnegação dos forasteiros.

Melhor em Campo

A par de Nuno Santos, Daniel Bragança foi uma das novidades entre as escolhas iniciais de Rúben Amorim.

O jovem médio soube aproveitar a oportunidade para levar para casa o título de melhor jogador em campo na noite deste sábado, com um GoalPoint Rating de 7.2.

O internacional sub-21 coleccionou três passes valiosos, dois passes aproximativos, falhou apenas um dos cinco dribles que tentou, tendo ainda ganho dois dos três duelos aéreos defensivos em que interveio.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Recuperou ainda a posse em dez ocasiões (máximo no jogo), fez quatro intercepções, quatro acções defensivas no meio-campo adversário e sofreu três faltas. Não fossem os dois desarmes sofridos e outros tantos maus controlos da bola, teria tido uma nota ainda mais elevada.

Resumo

  // GoalPoint

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.