/

Sindicalistas do PS lançam candidato próprio contra Isabel Camarinha para líder da CGTP

francisco.fernandes / Flickr

A tendência sindicalista do PS avançou com um candidato próprio a secretário-geral. Os socialistas não apoiam Isabel Camarinha e defendem que a central sindical deve alargar a base social de apoio.

A Tendência Sindical Socialista vai propor Fernando Gomes como candidato a secretário-geral da CGTP, em confronto com Isabel Camarinha, que é dada como a nova líder da central sindical, avança o Observador.

Segundo os estatutos da CGTP, cabe à comissão executiva a propor um candidato a secretário-geral e esse nome é o de Isabel Camarinha. Esta sexta-feira o conselho nacional, composto por 147 dirigentes, foi eleito com 596 votos a favor. Dos 662 delegados ao congresso que podiam votar, exerceram esse direito 691 (95,3%).

Dos 147 dirigentes eleitos, 55 integram este órgão pela primeira vez, sendo esta uma das maiores renovações do Conselho Nacional desde a criação da CGTP, há 50 anos.

O conselho nacional vai reunir este sábado pela primeira vez para eleger a comissão executiva, com 29 elementos, e para eleger o secretário-geral. Apesar do concorrente indicado pelos socialistas, numa iniciativa inédita face a eleições anteriores, o facto de os comunistas representarem cerca de dois terços dos dirigentes da CGTP praticamente garante a eleição de Isabel Camarinha.

A decisão dos socialistas é justificada como sendo “eminentemente político-sindical” e defendem uma estratégia que implique “a independência sindical da CGTP-IN face aos partidos e as práticas de unidade e democracia sejam cada vez mais efectivadas e aprofundadas”.

Além disso, segundo o diário, argumentam que a “conhecida e assumida militância de Isabel Camarinha na Corrente Sindical do PCP levanta sérias preocupações de que, com a sua eleição, passe a existir ainda uma maior aproximação da CGTP-IN ao PCP.”

A candidatura de Fernando Gomes “é suportada no conjunto de propostas de alteração apresentadas para o programa de ação da CGTP-IN que esta sexta-feira e amanhã serão discutidas e votadas em congresso”.

Fernando Gomes é membro do conselho nacional da central, está na comissão executiva desde 2001 e no secretariado desde 2004. Com 50 anos e natural de Marvão, é membro da direção do Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria, Turismo, Restauração e Similares do Sul e trabalhador do Grupo Pestana Pousadas.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.