“Sim” vence referendo para reduzir um terço dos deputados em Itália

Matteo Corner / EPA

O “sim” à redução em um terço dos deputados em Itália venceu o referendo realizado no domingo e hoje com 60% a 64% dos votos, segundo sondagens à boca das urnas citada pela agência Lusa.

O “não” obteve entre 36% e 40%, segundo o mesmo estudo, divulgado pela televisão pública RAI. Mais de 50 milhões de italianos foram convocados a votar no referendo sobre a redução do número de deputados e senadores dos atuais 945 para 600.

Com esta reforma, uma promessa eleitoral do Movimento 5 Estrelas (M5S, antissistema), a Câmara dos Deputados passará, na próxima legislatura, a ter 400 deputados, em vez dos atuais 630, e o Senado 200 senadores, em lugar dos atuais 315.

O referendo tinha sido previsto para março, mas foi adiado devido à pandemia de covid-19.

O referendo realizou-se em simultâneo com eleições em sete regiões. Na Toscana (centro), bastião histórico da esquerda, a coligação de extrema-direita e o candidato da esquerda estão empatados, segundo sondagem à boca das urnas da televisão Sky-TG 24.

O candidato do Partido Democrata (PD, centro-esquerda), Eugenio Giani, terá obtido entre 41% e 45% dos votos e a candidata da Liga (extrema-direita), Susanna Ceccardi, 38% a 42%, numa sondagem cuja margem de erro é de 3,1%.

Segundo a sondagem da RAI, Eugenio Giani, apoiado por outros três partidos de esquerda, obteria entre 43,5% e 47,5% e Susanna Ceccardi entre 40% e 44%.

Esquerda e direita com resultados próximos

Também na Apúlia (sul) registam-se resultados muito próximos entre a esquerda e a direita, com o candidato do PD e atual governador, Michele Emiliano, e o candidato da direita, Raffaele Fitto com entre 39% e 43% dos votos, segundo a sondagem da RAI.

Nas seis regiões em que o presidente do governo regional é eleito por voto direto, quatro estão nas mãos do centro-esquerda – Toscana, Marcas, Campânia e Puglia) e duas nas do centro-direita (Veneto e Ligúria). Na região de Vale da Aosta (noroeste) vota-se através de um sistema autónomo em que o presidente é eleito pelos conselheiros regionais.

Na Campânia (sul), o centro-esquerda deverá manter o governo regional, com o atual presidente, Vincenzo De Luca, com entre 54% e 58% dos votos e o candidato do centro-direita, Stefano Caldoro, com entre 23% e 27%.

Em Veneto (norte), o atual presidente do Veneto, Luca Zaia, apoiado pelo centro-direita, deverá obter entre 72% e 76% dos votos, enquanto Arturo Lorenzoni, o candidato do Partido Democrata (PD), 16% a 20%.

Em Marcas (centro), o centro-esquerda deverá perder. As sondagens indicam que o candidato de centro-direita Francesco Acquaroli obteria entre 47% e 51% dos votos e Maurizio Mangialardi, do centro-esquerda, entre 34% e 38%.

Nas eleições regionais, se um candidato não tiver mais de 50% dos votos realiza-se uma segunda volta no prazo de 15 dias.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E se fizessem esse referendo em Portugal, estou certo que seria aprovado para reduzir o número de deputados em 100%

RESPONDER

Costa diz que estado de emergência é "prematuro" e põe de lado o recolhimento obrigatório

Numa altura em que o número de infetados não pára de subir em Portugal, o Governo prefere manter a situação de calamidade para dar resposta à pandemia, o que permite tomar medidas como o confinamento …

22-0: a soma de dois jogos, no mesmo dia

Com claro destaque para o que aconteceu nos Países Baixos: 13-0, vitória do Ajax. Recorde no campeonato holandês, cinco golos de um jogador, um guarda-redes a querer marcar uma grande penalidade... O que aconteceu no sábado, …

Aminoácido produzido no cérebro pode prevenir ataques epiléticos

Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Florida descobriu que um aminoácido produzido pelo cérebro pode desempenhar um papel crucial na prevenção de um tipo de ataque epilético. As crises epiléticas do …

Ir à escola, viajar e assistir a espetáculos. As exceções à proibição de circulação entre concelhos

No final do último Conselho de Ministros, na semana passada, o Governo anunciou a proibição de circulação entre concelhos entre as 0h de 30 de outubro e as 6h de 3 de novembro, englobando o …

País Basco em confinamento, Bélgica quer transferir doentes para os Países Baixos e França "perdeu o controlo"

Numa altura em que a Europa volta a ser epicentro da pandemia de covid-19, o País Basco decretou o confinamento da população e França considera impor a mesma medida. Com falta de camas, Bélgica pediu …

"Dia histórico". Senado confirma nomeação de Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos EUA

O Senado norte-americano confirmou segunda-feira à noite a juíza Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, o que representa uma vitória política para o Presidente Donald Trump a poucos dias das eleições …

Os olhos das corujas podem ter uma "lente" que melhora a visão noturna

As corujas capturam as suas presas durante a noite. Uma nova investigação sugere que há algo de especial na forma como as moléculas de ADN nos olhos das corujas estão acondicionadas, uma característica que lhes …

Os extraterrestres podem estar a observar-nos à distância (em mais de 1.000 estrelas diferentes)

Da mesma forma que nós, da Terra, já detetámos vários milhares de planetas ao redor de outras estrelas, uma hipotética civilização alienígena poderia ter detetado a nossa presença. Mas de que posições no Espaço isso seria …

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …