Temos uma péssima notícia: sexo oral pode provocar cancro

De acordo com um estudo, sexo oral com muitos parceiros aumenta a probabilidade de desenvolver cancro na garganta devido a infeções de HPV – Vírus de Papiloma Humano.

O estudo, publicado o ano passado na revista Annals of Oncology, concluiu que homens com muitos parceiros de sexo oral têm maior probabilidade de desenvolver este tipo de cancro. As probabilidade aumentam ainda mais se a pessoa for fumadora.

A taxa de pessoas que são diagnosticadas com cancro na parte central da garganta é baixa: 0,7% entre homens e ainda menos em mulheres.

O trabalho estudou 13.089 pessoas entre as idades de 20 e 69 anos, que passaram por exames de HPV. Depois, foi calculado o risco dessas pessoas desenvolverem este tipo de cancro com base nos dados sobre números de casos e número de mortes por esta doença.

Homens com cinco ou mais parceiros de sexo oral têm prevalência de infeção oral de HPV de 7,4%. Aqueles com dois a quatro parceiros tinham 4% de risco de ter o vírus. Já homens que fizeram sexo oral com um ou zero parceiro tinham 1.5% chance de apanhar o vírus.

Porém, fumar aumentou o risco para todos os homens. Quem tinha mais de cinco parceiros e fumava tinha 15% de risco e quem tinha entre dois e quatro parceiros tinha 7,1% de risco.

“A maioria das pessoas faz sexo oral durante a vida e descobrimos que a infeção oral com o causador de cancro HPV era raro em mulheres, independente de quantos parceiros de sexo oral tinham. Entre homens que não fumam, esse tipo de cancro era raro em quem tinha menos de cinco parceiros de sexo oral”, explicou Gypsyamber D’Souza, investigador da Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg.

O número de homens com este diagnóstico duplicou nos últimos 20 anos. A estimativa é que até 2020 este tipo de cancro seja um problema mais comum que o cancro no colo do útero nos Estado Unidos.

Testar a pessoa para descobrir se terá o vírus não é garantia que terá ou não o cancro na garganta no futuro, por isso fazer o exame não é vantajoso. Uma pessoa que já teve contacto com o vírus pode acabar com problemas de ansiedade por acreditar que vai desenvolver o cancro.

O processo mais eficaz a ser feito é tomar a vacina contra o HPV no final da infância, antes do primeiro contacto sexual. Outro factor benéfico para a saúde, de forma geral, é parar de fumar e de beber.

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É pá, já sou apontado e ostracizado por gostar de fumar o meu cigarrinho; agora querem que deixe de usufruir de um bom sexo oral??Ná, como diz o outro “para esse peditório já dei” lololol. Vou arriscar as minhas fichas e continuar com o meu cigarrito e o sexo oral.
    Quanto ao HPV, é um dos virus mais presentes na população mundial; quase todos o temos podendo é manifestar-se como doença numas pessoas e noutras não.

  2. acho que ha qualquer erro neste estudo
    “… Já homens que fizeram sexo oral com um ou zero parceiro tinham 1.5% chance de apanhar o vírus. …”
    se o estudo revela que fazendo sexo oral se pode apanhar estes virus, eu pergunto como é que uma pessoa que nunca o fez, também o apanha e está nos 1,5%?
    pode ser verdade, mas acho que por tras também deve estar o negocio das vacinas, rssss

RESPONDER

Netflix está a ser processada por causa de "Bandersnatch"

O episódio interativo de Black Mirror, que estreou no final do ano passado, não agradou à Chooseco, a editora responsável pela série de livros Escolhe a tua Aventura. A 28 de dezembro estreou o mais recente …

Piloto belga "admitiu" ter assassinado o secretário-geral da ONU em 1961

Dag Hammarskjöld, secretário-geral da ONU, morreu na queda de um avião quando tentava negociar a paz no Congo, e o desastre continua a ser investigado até hoje É um mistério com mais de cinco décadas cujo …

Acordo para o Brexit chumbado. Plano de May esmagado no Parlamento

O Parlamento britânico chumbou, por uma esmagadora maioria, o acordo de saída da União Europeia negociado pela primeira-ministra Theresa May. O líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, aproveitou a derrota histórica de May para …

Senador italiano chamou “orangotango” a antiga ministra e foi condenado a pena suspensa

A justiça italiana condenou esta segunda-feira o senador da extrema direita Roberto Calderoli a 18 meses de prisão, com pena suspensa, por comparar, em 2013, a ministra da Integração, Cécile Kyenge, com um "orangotango". O tribunal …

Num restaurante do Dubai, deixar comida no prato dá multa (e é mais cara que a refeição)

Com o Dubai a tornar-se mais consciente do desperdício de alimentos, um restaurante lembrou-se de uma maneira de fazer com que os clientes não deixem comida no prato. O restaurante Gulou Hotpot, em Al Barsha, uma …

Roma e a Igreja em guerra milionária por causa das moedas da Fontana di Trevi

As moedas que os turistas lançam à Fontana di Trevi, um dos rituais mais populares entre quem visita Roma, está a causar problemas na relação entre a Igreja e a capital italiana. A câmara de Roma …

Frente Comum marca greve nacional da função pública

Os sindicatos da Frente Comum da Administração Pública decidiram marcar uma greve nacional para o dia 15 de fevereiro, anunciou Ana Avoila no final de um plenário realizado esta terça-feira em Lisboa. “Foi decidido marcar um …

A Coreia do Norte já não é "inimiga" da Coreia do Sul

A Coreia do Sul deixou de apelidar os militares norte-coreanos de "inimigos" no documento bienal da Defesa divulgado esta terça-feira, num aparente esforço para prosseguir a reconciliação com Pyongyang. O documento oficial do Ministério da Defesa …

Tsipras enfrenta voto de confiança no parlamento grego

O primeiro-ministro grego enfrenta uma semana crucial com o pedido de um voto de confiança no parlamento, cujo debate se inicia esta terça-feira, ou a perspetiva de eleições antecipadas, após a rutura da coligação governamental …

Marina Gross é a única americana que sabe o que Trump e Putin disseram (e os democratas querem ouvi-la)

A tradutora do Departamento de Estado norte-americano foi a única pessoa presente no encontro entre Donald Trump e Vladimir Putin. Agora, os democratas querem ouvi-la. Marina Gross é a tradutora do Departamento de Estado norte-americano e …