As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem.

Uma equipa de cientistas decidiu analisar um grupo de 3.462 voluntários durante cinco anos, com o objetivo de estudar a frequência das suas sestas. Os números mostram que as sestas ocasionais – uma ou duas vezes por semana – estavam associados a um menor risco de ataque cardíaco, insuficiência cardíaca ou acidente vascular cerebral.

No entanto, segundo o Science Alert, esta associação desapareceu assim que a frequência das sestas aumentou. Além disso, o vínculo não estava presente nos voluntários com mais de 65 anos, devido, provavelmente, aos seus problemas de saúde mais complexos.

“Embora as vias fisiológicas que ligam a sesta diurna ao risco de doença cardiovascular não sejam claras, este estudo contribui para o debate em curso sobre as implicações da sesta para a saúde, e sugere que é preciso ter em conta tanto a duração, como a frequência, escreveu um grupo de investigadores em psiquiatria, que não participaram no estudo, num editorial publicado na revista Heart.

A verdade é que a maioria dos estudos anteriores sobre este tema não analisaram a frequência das sestas – apenas a duração. Ainda assim, os cientistas destacam que este estudo é meramente observacional, pelo que não prova a teoria de “causa-efeito”.

Desta forma, o facto de fazer duas sestas semanais não significa, necessariamente, que não terá qualquer incidente cardiovascular. Os cientistas destacam que é importante ter em conta outras limitações – este estudo baseou-se apenas nos relatos dos voluntários, por exemplo.

Ainda assim, os cientistas querem que, em estudos futuros, a comunidade científica aprofunde esta de a frequência das sestas ajudar a explicar algumas das disparidades no âmbito da saúde cardiovascular.

Certo é que, para quem é amante de uma sesta diurna, os sinais continuam encorajadores. Outros estudos mostraram ligações entre sestas e melhor funcionamento cognitivo, aumento de humor e melhor controlo emocional.

E, apesar de nenhum cientista se arriscar a prometer que algumas sestas por semana reduzem drasticamente o risco de doenças cardíacas, este último estudo é um contributo interessante a este campo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …