As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem.

Uma equipa de cientistas decidiu analisar um grupo de 3.462 voluntários durante cinco anos, com o objetivo de estudar a frequência das suas sestas. Os números mostram que as sestas ocasionais – uma ou duas vezes por semana – estavam associados a um menor risco de ataque cardíaco, insuficiência cardíaca ou acidente vascular cerebral.

No entanto, segundo o Science Alert, esta associação desapareceu assim que a frequência das sestas aumentou. Além disso, o vínculo não estava presente nos voluntários com mais de 65 anos, devido, provavelmente, aos seus problemas de saúde mais complexos.

“Embora as vias fisiológicas que ligam a sesta diurna ao risco de doença cardiovascular não sejam claras, este estudo contribui para o debate em curso sobre as implicações da sesta para a saúde, e sugere que é preciso ter em conta tanto a duração, como a frequência, escreveu um grupo de investigadores em psiquiatria, que não participaram no estudo, num editorial publicado na revista Heart.

A verdade é que a maioria dos estudos anteriores sobre este tema não analisaram a frequência das sestas – apenas a duração. Ainda assim, os cientistas destacam que este estudo é meramente observacional, pelo que não prova a teoria de “causa-efeito”.

Desta forma, o facto de fazer duas sestas semanais não significa, necessariamente, que não terá qualquer incidente cardiovascular. Os cientistas destacam que é importante ter em conta outras limitações – este estudo baseou-se apenas nos relatos dos voluntários, por exemplo.

Ainda assim, os cientistas querem que, em estudos futuros, a comunidade científica aprofunde esta de a frequência das sestas ajudar a explicar algumas das disparidades no âmbito da saúde cardiovascular.

Certo é que, para quem é amante de uma sesta diurna, os sinais continuam encorajadores. Outros estudos mostraram ligações entre sestas e melhor funcionamento cognitivo, aumento de humor e melhor controlo emocional.

E, apesar de nenhum cientista se arriscar a prometer que algumas sestas por semana reduzem drasticamente o risco de doenças cardíacas, este último estudo é um contributo interessante a este campo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Paços 3-2 Porto | “Castor” épico tomba “dragão” com pés de pau

Surpresa na Capital do Móvel. O campeão nacional FC Porto foi a Paços de Ferreira averbar a segunda derrota nesta Liga NOS, saindo com um resultado desfavorável de 3-2. Num terreno tradicionalmente difícil – os “dragões” …

Teoria da Relatividade de Einstein observada em estrelas distantes

O que é que Albert Einstein, o GPS e um par de estrelas a 29.000 anos-luz da Terra têm em comum? A resposta é um efeito da Teoria Geral da Relatividade de Einstein chamado "desvio gravitacional …

Encontrada possível localização do gigante Snow Cruiser. Está perdido na Antártida há 60 anos

O Snow Cruiser era um veículo de exploração enorme enviado ao Pólo Sul em 1939 que ficou preso após desembarcar na Antártida e foi abandonado alguns anos depois. Redescoberto sob vários metros de neve e gelo …

Mbappé tem uma "mancha" na Liga dos Campeões

Números invulgares do avançado do PSG, que em 2020 ainda não marcou qualquer golo no torneio europeu. Pires e Rami falaram sobre o seu futuro. Kylian Mbappé. Visto por muita gente como o melhor avançado do …

Administração de Nixon recebeu um Nobel por um cessar-fogo que não existiu

O prémio Nobel da Paz foi atribuído em 1973 ao secretário de Estado da Administração de Richard Nixon, e seu assessor de segurança nacional, Henry Kissinger, e ao político vietnamita Le Duc Tho. As duas personalidades foram …

Cidade usa satélite para medir poluição luminosa (e os candeeiros de rua não são o maior problema)

As cidades do mundo desperdiçam uma grande quantidade de eletricidade - e dinheiro - ao deixar ligadas luzes brilhantes durante a noite toda. Porém, os candeeiros de rua não são os maiores culpados. Uma experiência de …

Prevenir uma futura pandemia pode estar dependente de apenas três medidas (e podem ser aplicadas já)

Até 70% das doenças infecciosas que surgiram nos humanos nos últimos 30 anos tiveram origem em animais e foram causadas por patogénicos originados em animais domésticos ou selvagens. Agora, um relatório lança aos princípios básicos …

"Não se torne um fantasma real". Coreia do Sul teme aumento de casos devido ao Halloween

A Coreia do Sul teme que as festividades do Halloween levem a um aumento de casos de covid-19 no país. Assim, para evitar que tal aconteça, investiram numa campanha de informação pública para apelar aos …

Trump Jr. diz que as mortes por covid-19 se reduziram a "quase nada". Têm morrido 1.000 pessoas por dia

Donald Trump Jr., o filho mais velho do Presidente norte-americano, afirmou esta quinta-feira que a taxa de mortalidade por covid-19 caiu para "quase nada nos Estados Unidos", num dia em que o país registou quase …

Agentes russos terão oferecido a ajuda de 10 mil soldados aos separatistas catalães

Alegados agentes russos terão oferecido à Catalunha a ajuda de 10 mil soldados durante a sua tentativa de independência da Espanha, em 2017, relataram na quarta-feira meios de comunicação espanhóis e europeus. As denúncias baseiam-se em …