Permanecer sentado muito tempo prejudica a nossa memória

Um estudo recente conclui que passar demasiado tempo sentado pode levar à perda de massa em regiões do cérebro relacionadas com a memória.

Esta não é a primeira vez que os cientistas alertam para as consequências negativas de uma vida sedentária. No entanto, desta vez, uma investigação da Universidade da Califórnia (UCLA), em Los Angeles, indica que passar muito tempo sentado pode provocar alterações numa parte do cérebro que é crítica para a formação de novas memórias.

Os investigadores centraram-se em determinar qual a relação existente entre os níveis de atividade física e o tamanho do lobo médio temporal, uma região encefálica que fica localizada na parte lateral do cérebro e é responsável pela gestão da memória.

Às 35 pessoas envolvidas neste estudo, com idades compreendidas entre os 45 e os 75 anos, os cientistas perguntaram quantas horas semanais dedicavam à prática de exercício físico e, pelo contrário, quantas horas por semana ficavam sentados no sofá, por exemplo.

Posteriormente, e através de imagens obtidas por ressonância magnética, os investigadores mediram a grossura do lobo médio temporal de cada um dos participantes.

Depois de determinar as correlações entre essas variáveis, os responsáveis pela investigação descobriram que permanecer sentado durante períodos de tempo prolongados está estreitamente relacionado com a perda de massa no lobo médio temporal.

“A perda de massa do lobo médio temporal pode ser um precursor de declínio cognitivo e demência em pessoas idosas ou de meia-idade”, explicam os autores do estudo, publicado este mês na PLOS One.

No entanto, os investigadores salientam que este este trabalho prova que passar mais horas sentado está associado a regiões cerebrais com menos massa, mas não prova que estar sentado por períodos de tempo demasiado longos provoca perda de massa nas estruturas cerebrais.

Assim, os investigadores recomendam reduzir os hábitos sedentários desta população, de modo a melhorar a saúde do cérebro e reduzir o risco de Alzheimer.

O resultado deste estudo permite concluir que o comportamento sedentário permite prever, de forma estatisticamente significativa, a perda de massa do lobo médio temporal. Além disso, manter uma atividade física, mesmo que de forma intensa, é insuficiente para recuperar os efeitos negativos do sedentarismo.

ZAP // RT

PARTILHAR

RESPONDER

Problemas de direitos humanos persistem em Portugal apesar dos progressos

O mais recente relatório da Amnistia Internacional sobre direitos humanos indica que em Portugal “ainda persistem” desigualdades no acesso a habitação condigna, e diferentes formas de discriminação de pessoas e comunidades mais vulneráveis. O documento divulgado …

Theresa May adia votação do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou, esta segunda-feira à tarde, perante o parlamento britânico, que será adiada a votação do acordo do Brexit agendada para esta terça-feira, dia 11. A decisão da primeira-ministra britânica procura evitar …

"Lobisomem da Sibéria". Maior assassino em série da Rússia era polícia e matou 78 mulheres

Um ex-polícia russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado esta segunda-feira na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história recente …

Mais de 20 comboios vão ser suprimidos no Natal e Ano Novo

Mais de duas dezenas de ligações ferroviárias, entre Intercidades e Alfa-Pendulares, serão suprimidas nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, à semelhança de anos anteriores, devido à fraca …

Catalães devem seguir a via eslovena e estar "dispostos a tudo" para alcançar independência

Quim Torra disse este sábado que os catalães devem seguir o exemplo do processo de independência da Eslovénia e estar "dispostos a tudo". O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse este sábado que …

"Injustiça fiscal." Governo rejeita alterar IRS para salários de anos anteriores

O Governo recusou aceitar uma recomendação da Provedora de Justiça que pedia ao Executivo para atualizar o regime de IRS para rendimentos relativos a anos anteriores. No início de outubro, a Provedora da Justiça escreveu a …

Oito anos depois, pensionistas recebem subsídio de Natal por inteiro

Oito anos depois, os pensionistas recebem esta segunda-feira o subsídio de Natal por inteiro, sem cortes e no mês de dezembro. A maioria dos pensionistas da Segurança Social começa esta segunda-feira a receber a pensão de …

Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, acusado por ocultar rendimentos

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o ex-presidente da Nissan de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. De acordo com a agência Kyodo e o canal público NHK, o Ministério Público responsabiliza …

Casa onde Sócrates vive "pagou" salinas em Angola

O apartamento de luxo onde José Sócrates está a residir na Ericeira foi uma "dação em pagamento" de um empresário angolano ao primo do ex-primeiro-ministro, José Paulo Pinto de Sousa, que é suspeito de ser …

Caso Galpgate. Três ex-secretários de Estado não vão a julgamento

Os três secretários de Estado que se demitiram no ano passado na sequência do caso dos convites para assistirem a jogos de futebol do Euro 2016 em França não vão a julgamento. Os ex-governantes e outros …