“Com ou sem pandemia”, haverá Jogos Olímpicos em 2021

Numa altura de pandemia mundial muitos foram os eventos que foram cancelados. Os Jogos Olímpicos, que se realizam apenas de 4 em 4 anos não fugiram à regra e foram adiados para o próximo ano. Mas há quem garanta que, independentemente dos avanços da covid-19, o evento não deverá ser adiado mais uma vez.

O vice-presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), John Coates não deixa margens para dúvidas e garante que os Jogos Olímpicos de Tóquio, vão ser disputados no próximo ano, independentemente da evolução do novo coronavírus no mundo – avança o Diário de Notícias.

Numa entrevista à agência de notícias France-Presse (AFP), o presidente do comité de coordenação do COI para os Jogos Olímpicos de 2020 explica que o evento vai emergir  “com ou sem” covid-19, adiantando uma data para o início das provas que deverão  começar “a 23 de julho do próximo ano”.

Coates acredita ainda que a edição de 2021 será um marco na história dos Jogos Olímpicos, pois “serão os Jogos que derrotaram a covid-19, é a luz no fim do túnel”, afirmou à France-Presse.

Depois do terramoto e do tsunami que devastaram o nordeste japonês em 2011, deixando milhares de pessoas desalojadas, o Comité Olímpico tomou a decisão de usar esta edição para fazer uma homenagem ao acontecimento trágico que assolou o país. Por isso o tema dos jogos Olímpicos de 2021 será a “reconstrução após a devastação causada pelo tsunami”, afirmou Coates na entrevista.

Os Jogos Olímpicos deveriam ter sido realizados este ano, com data de início prevista para 24 de julho, contudo a organização do evento tomou a difícil decisão de adiar. O adiamento dos Jogos foi uma decisão histórica uma vez que as olimpíadas só tinham sido canceladas até agora em tempos de guerra.

Coates disse que o Governo japonês “não desistiu de forma alguma” dos jogos, apesar da “tarefa monumental” que se coloca agora perante a decisão de adiar o evento. O vice-presidente do Comité Olímpico explica que “antes da covid-19, Thomas Bach (presidente do COI) disse que foram os Jogos mais bem preparados de sempre, as instalações estavam quase todas concluídas, a vila Olímpica é incrível”, lamentando assim o adiamento.

As autoridades japonesas já deixaram claro que não querem que os Jogos sejam adiados uma segunda vez, porém de acordo sondagens recentes realizadas no país, a maioria dos japoneses quer que o evento seja adiado novamente ou até mesmo cancelado, mediante o avanço do coronavírus no mundo.

O Diário de Notícias adianta que só 23,9% dos participantes da sondagem nacional de três dias, publicada em julho, disseram que queriam ver os Jogos 2020 realizados no próximo ano. A sondagem constatou que 36,4% dos entrevistados apoiam um novo adiamento, enquanto 33,7% consideram que o evento deve ser cancelado.

Atualmente, as fronteiras do Japão permanecem fechadas para estrangeiros, e muitos especialistas duvidam que a pandemia esteja sob controlo no próximo verão.

No Japão foram registados mais de 71 mil infetados com o novo coronavírus, dos quais mais de 1300 pessoas morreram. Os números são do portal worldometers, que recolhe dados de todos os países e é atualizado em tempo real.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Um quarto da população portuguesa tem imunidade à covid-19

O Painel Serológico Longitudinal Covid-19 estima em 27% a taxa de imunidade à covid-19 para a população em Portugal. Até março, 13% da população teria sido infetada Um estudo hoje divulgado estima que 13% da população …

Pfizer admite que deverá ser necessária uma terceira dose (e ser vacinado anualmente)

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse que as pessoas vão precisar “provavelmente” de uma dose de reforço da vacina contra a covid-19 12 meses após serem totalmente vacinadas. “Um cenário provável é que haja necessidade …

Ninguém quer "a batata quente" do caso Sócrates. Ivo Rosa e Carlos Alexandre com nota máxima

Os juízes Ivo Rosa e Carlos Alexandre foram avaliados com a nota máxima de "Muito Bom" pelo Conselho Superior da Magistratura em inspecções realizadas entre 2013 e 2018, ou seja, abarcando o período da investigação …

Clubes alemães atentos a Tiago Dantas depois da sua estreia como titular

A titularidade do jovem português na equipa do Bayern, no último sábado, despertou a atenção dos clubes alemães para o médio cedido pelo Benfica. Tiago Dantas, de 20 anos, fez a sua estreia como titular do …

Chega aposta em Hugo Ernano, o militar que atingiu mortalmente rapaz de 13 anos

O cabeça-de-lista do Chega para a Câmara Municipal de Odivelas vai ser o líder do núcleo local, Nuno Beirão, e o militar da Guarda Nacional Republicana (GNR) Hugo Ernano candidata-se à Assembleia Municipal. Hugo Hernano, candidato …

Taarabt reencontrou a sua boa forma, mas o Benfica quer vendê-lo

O Benfica está disposto a ouvir propostas que cheguem por Adel Taarabt, o marroquino que tem dado cartas no meio-campo das 'águias'. A caminho dos 32 anos de idade, Taarabt não vai para novo, mas tem …

Vacina russa Sputnik V pode vir a ser produzida em Sintra

O Presidente da câmara de Cascais fez de intermediário para que viesse para Portugal uma licença de produção da Sputnik V. António Costa não se opõe, mas lembra que a vacina ainda não foi aprovada …

FC Porto admite batalha legal com o Sporting devido ao caso Palhinha

Os azuis e brancos contestam a utilização de João Palhinha no jogo frente ao Benfica, a contar para a 16.ª jornada da Liga, e admitem uma batalha legal. A polémica está relacionada com a utilização …

Supremo recusa levantar arresto de bens a Rui Rangel e Fátima Galante

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, esta quinta-feira, recursos dos ex-juízes, arguidos no processo "Operação Lex", que contestavam o arresto dos seus bens. No acórdão proferido, a que a agência Lusa teve acesso, o Supremo …

Portugueses a partir dos 60 anos vão ter segunda dose AstraZeneca

Após os casos de coágulos, a DGS só vai mudar o esquema vacinal aos mais jovens, sendo que a população com mais de 60 anos que tomou a vacina da Astrazeneca irá receber a segunda …