Segundo maior produtor eólico abriu uma guerra com o Fisco

Gustavo Gargioni/ Especial Palácio Piratini

A New Finerge considera ilegal a cobrança de 4 milhões de euros em Imposto de Selo pelo financiamento dos parques eólicos que a Enel tinha em Portugal e avançou, no início deste mês, com uma ação de impugnação fiscal contra a Direção de Finanças do Porto.

A New Finerge decidiu impugnar a cobrança, pela Autoridade tributária, de uma soma de 4 milhões de euros em Imposto de Selo pelo financiamento dos parque eólicos que a Enel tinha em Portugal.

Segundo o Expresso, a New Finerge avançou, no início deste mês, com uma ação de impugnação fiscal contra a Direção de Finanças do Porto e, segundo o jornal, na base deste processo está uma divergência que nem um tribunal arbitral conseguiu sanar.

Em setembro de 2015, a Enel vendeu os seus parques eólicos em Portugal à australiana First State Investments por 900 milhões, um dos maiores negócios desse ano em Portugal. De forma a financiar esta aquisição, a subsidiária portuguesa da First State – a New Finerge – avançou com uma emissão de obrigações, na qual participaram oito bancos.

O Fisco reclamou o pagamento do Imposto de Selo sobre a garantia relativa a essa operação, uma cobrança com a qual a New Finerge discordou, tendo iniciado em 2016 uma arbitragem com o Estado, que acabou por ser resolvida a favor das Finanças.

No entanto, os novos donos dos parques eólicos acreditam que não há lugar à cobrança de Imposto de Selo sobre o financiamento de 2015. “Consideramos que o imposto pago não está alinhado com certos regulamentos relacionados com os movimentos de capital dentro da União Europeia”, explicou ao Expresso fonte oficial da New Finerge.

A New Finerge foi fundada em setembro de 2015 e é detida em 100% pela First State Benedict Hold Co, com sede no Luxemburgo. No final de 2016, a New Finerge reportava um ativo de €849 milhões e o passivo ascendia a €804 milhões, uma parte do qual relativo a um financiamento de longo prazo que a nova acionista concedeu à sua subsidiária.

De acordo com o mesmo jornal, o empréstimo, feito em 2015, somou €337 milhões, tem um juro de 8% e vence apenas em novembro de 2044. Além desta verba, a First State apoiou a aquisição dos parques eólicos em Portugal com um outro financiamento de €450 milhões.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma empresa mafiosa com “sede” no Luxemburgo (deve ser mais uma caixa de correio!), que só quer vir a Portugal buscar os lucros e foge a todo o custo ao pagamento de impostos!!
    Há que por todos esses parasitas a pagar impostos!!

  2. Sim, pôr estes parasitas a pagarem impostos para outros parasitas poderem viver à custa deles!!!
    Afinal, a esmagadora maioria dos impostos que se pagam neste país servem apenas para sustentar parasitas…

RESPONDER

Problemas de direitos humanos persistem em Portugal apesar dos progressos

O mais recente relatório da Amnistia Internacional sobre direitos humanos indica que em Portugal “ainda persistem” desigualdades no acesso a habitação condigna, e diferentes formas de discriminação de pessoas e comunidades mais vulneráveis. O documento divulgado …

Theresa May adia votação do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou, esta segunda-feira à tarde, perante o parlamento britânico, que será adiada a votação do acordo do Brexit agendada para esta terça-feira, dia 11. A decisão da primeira-ministra britânica procura evitar …

"Lobisomem da Sibéria". Maior assassino em série da Rússia era polícia e matou 78 mulheres

Um ex-polícia russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado esta segunda-feira na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história recente …

Mais de 20 comboios vão ser suprimidos no Natal e Ano Novo

Mais de duas dezenas de ligações ferroviárias, entre Intercidades e Alfa-Pendulares, serão suprimidas nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, à semelhança de anos anteriores, devido à fraca …

Catalães devem seguir a via eslovena e estar "dispostos a tudo" para alcançar independência

Quim Torra disse este sábado que os catalães devem seguir o exemplo do processo de independência da Eslovénia e estar "dispostos a tudo". O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse este sábado que …

"Injustiça fiscal." Governo rejeita alterar IRS para salários de anos anteriores

O Governo recusou aceitar uma recomendação da Provedora de Justiça que pedia ao Executivo para atualizar o regime de IRS para rendimentos relativos a anos anteriores. No início de outubro, a Provedora da Justiça escreveu a …

Oito anos depois, pensionistas recebem subsídio de Natal por inteiro

Oito anos depois, os pensionistas recebem esta segunda-feira o subsídio de Natal por inteiro, sem cortes e no mês de dezembro. A maioria dos pensionistas da Segurança Social começa esta segunda-feira a receber a pensão de …

Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, acusado por ocultar rendimentos

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o ex-presidente da Nissan de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. De acordo com a agência Kyodo e o canal público NHK, o Ministério Público responsabiliza …

Casa onde Sócrates vive "pagou" salinas em Angola

O apartamento de luxo onde José Sócrates está a residir na Ericeira foi uma "dação em pagamento" de um empresário angolano ao primo do ex-primeiro-ministro, José Paulo Pinto de Sousa, que é suspeito de ser …

Caso Galpgate. Três ex-secretários de Estado não vão a julgamento

Os três secretários de Estado que se demitiram no ano passado na sequência do caso dos convites para assistirem a jogos de futebol do Euro 2016 em França não vão a julgamento. Os ex-governantes e outros …