Segundo maior produtor eólico abriu uma guerra com o Fisco

Gustavo Gargioni/ Especial Palácio Piratini

A New Finerge considera ilegal a cobrança de 4 milhões de euros em Imposto de Selo pelo financiamento dos parques eólicos que a Enel tinha em Portugal e avançou, no início deste mês, com uma ação de impugnação fiscal contra a Direção de Finanças do Porto.

A New Finerge decidiu impugnar a cobrança, pela Autoridade tributária, de uma soma de 4 milhões de euros em Imposto de Selo pelo financiamento dos parque eólicos que a Enel tinha em Portugal.

Segundo o Expresso, a New Finerge avançou, no início deste mês, com uma ação de impugnação fiscal contra a Direção de Finanças do Porto e, segundo o jornal, na base deste processo está uma divergência que nem um tribunal arbitral conseguiu sanar.

Em setembro de 2015, a Enel vendeu os seus parques eólicos em Portugal à australiana First State Investments por 900 milhões, um dos maiores negócios desse ano em Portugal. De forma a financiar esta aquisição, a subsidiária portuguesa da First State – a New Finerge – avançou com uma emissão de obrigações, na qual participaram oito bancos.

O Fisco reclamou o pagamento do Imposto de Selo sobre a garantia relativa a essa operação, uma cobrança com a qual a New Finerge discordou, tendo iniciado em 2016 uma arbitragem com o Estado, que acabou por ser resolvida a favor das Finanças.

No entanto, os novos donos dos parques eólicos acreditam que não há lugar à cobrança de Imposto de Selo sobre o financiamento de 2015. “Consideramos que o imposto pago não está alinhado com certos regulamentos relacionados com os movimentos de capital dentro da União Europeia”, explicou ao Expresso fonte oficial da New Finerge.

A New Finerge foi fundada em setembro de 2015 e é detida em 100% pela First State Benedict Hold Co, com sede no Luxemburgo. No final de 2016, a New Finerge reportava um ativo de €849 milhões e o passivo ascendia a €804 milhões, uma parte do qual relativo a um financiamento de longo prazo que a nova acionista concedeu à sua subsidiária.

De acordo com o mesmo jornal, o empréstimo, feito em 2015, somou €337 milhões, tem um juro de 8% e vence apenas em novembro de 2044. Além desta verba, a First State apoiou a aquisição dos parques eólicos em Portugal com um outro financiamento de €450 milhões.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma empresa mafiosa com “sede” no Luxemburgo (deve ser mais uma caixa de correio!), que só quer vir a Portugal buscar os lucros e foge a todo o custo ao pagamento de impostos!!
    Há que por todos esses parasitas a pagar impostos!!

  2. Sim, pôr estes parasitas a pagarem impostos para outros parasitas poderem viver à custa deles!!!
    Afinal, a esmagadora maioria dos impostos que se pagam neste país servem apenas para sustentar parasitas…

RESPONDER

O primeiro trilionário do mundo irá fazer fortuna a minerar asteroides

De acordo com o que prevê o Goldman Sachs, a mineração espacial poderá tornar-se a próxima fronteira da Humanidade no que diz respeito a fazer fortunas. Adeus bitcoins, olá mineração espacial. A empresa de investimentos Goldman …

Leilão de madeira queimada rendeu 2,85 milhões de euros

Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram vendidos por 2,85 milhões de euros. Dos 114 …

Nápoles em Lisboa por Patrício, Conti no Benfica

O guarda-redes do Sporting há muito tempo que está na mira do clube italiano, e segundo o jornal O Jogo, o emblema napolitano já se fez representar por dirigentes na capital portuguesa, numa tentativa de …

Estado vai pagar férias a 15 mil portugueses

O Governo, em parceria com a Fundação INATEL, lança nesta quinta-feira um programa que visa oferecer férias gratuitas ou a baixo custo, a pessoas com deficiências ou com mais de 55 anos de idade e …

Guru indiano condenado a prisão perpétua por violar jovem

Asaram Bapu violou uma jovem de 16 anos em 2013, enquanto os pais, que eram seus seguidores, esperavam e cantavam as orações do guru do lado de fora. Um tribunal indiano na cidade de Jodhpur, no …

Não houve segundo atirador no assassinato de John F. Kennedy

A velha teoria da conspiração que especulava que John F. Kennedy foi morto a tiro por um segundo atirador que estaria no infame "monte relvado" foi finalmente posta de lado. O Presidente dos Estados Unidos, John …

Deputado do PSD mora em Lisboa, mas recebe subsídios como se vivesse em Portalegre

O ex-número 2 do PSD, o deputado José Matos Rosa, reside em Lisboa há três anos, mas recebe do Parlamento o subsídio de transporte e as ajudas de custo porque declara Portalegre como a sua …

Bastonária dos Enfermeiros pede investigação a contratos de contentores no São João

A bastonária dos Enfermeiros pede às autoridades que investiguem os contratos entre o Hospital São João e as empresas que fornecem os contentores onde estão instaladas a pediatria e a neurocirurgia. Em entrevista à agência Lusa, …

ADN ajudou a capturar assassino que aterrorizou Califórnia nos anos 70 e 80

As autoridades da Califórnia anunciaram a prisão de um homem suspeito de ser o "assassino do estado dourado", responsável por assassinatos e violações em massa na Califórnia nas décadas de 1970 e 1980. "Na terça-feira, um …

Jihadista portuguesa capturada quando fugia dos combates na Síria

Uma mulher portuguesa que fez parte do grupo terrorista Estado Islâmico está entre as pessoas que foram capturadas por soldados curdos, nos últimos meses, e que vivem num acampamento do Alto-Comissariado das Nações Unidas para …